Irmãos recriam fotos da infância décadas depois para presentear a mãe pelos 50 anos

Recriar fotos da infância ou juventude é uma maneira divertida de relembrar os velhos tempos e um jeito interessante de observar as mudanças trazidas pelo tempo.

Para Simon Tester e seu irmão, foi também uma maneira criativa de homenagear a mãe em seu aniversário de 50 anos. Os dois escolheram nove entre as dezenas de fotos da dupla que ela mantém em retratos pela casa e refizeram tudo mais de 20 anos depois.

Além de emocionar a mãe revelando as fotos e as exibindo em grandes molduras, Simon diz que a experiência foi especialmente divertida porque seu irmão, apesar de ser dois anos e meio mais novo, ficou bem mais alto que ele.

Fotos: Reprodução/fonte:via

Anúncios

Estas 20 fotos disputam prêmio de melhor clique para o Instagram

Estima-se que 60 milhões de fotos sejam publicadas no Instagram diariamente – já são mais de 20 bilhões desde que o aplicativo foi criado. Pensando na quantidade de ótimas imagens que podem se perder em meio ao feed sempre se atualizado, uma empresa britânica resolveu criar o primeiro Prêmio de Fotografia do Instagram.

De acordo com a Photobox, que organiza o concurso, foram mais de 180 mil fotos inscritas desde julho. O processo é gratuito e obedeceu regras simples, como as imagens terem sido publicadas nos últimos 12 meses. São dez categorias diferentes, com cada vencedor embolsando 500 libras como prêmio (cerca de R$2,7 mil), além de 5 mil libras (cerca de R$27 mil) para o ganhador geral.

Os ganhadores serão anunciados no dia 3 de outubro. Enquanto isso, a organização divulgou uma https://www.pipa2018.com/shortlist/lista de finalistas, com cerca de 15 por categoria, para aguçar a curiosidade do público. Confira algumas das mais legais:

Viagem

Animais

Moda

Amor

Paisagem

Festivais

#NoFilter

Arte, Cultura e Estilo

Esporte

Família

Fotos: Divulgação/Photobox /fonte via

Ele captou imagens fantásticas da Via Láctea nos pontos mais isolados da Finlândia

O céu muitas vezes nos traz visões tão belas que merecem ser registradas para sempre. Mas na maioria das vezes a imagem fica ruim e nós, fotógrafos amadores, precisamos nos contentas com a memória de uma bela noite estrelada. Ainda bem que há profissionais como Oscar Keserci para nos brindar com incríveis imagens.

I finlandês tem se dedicado a fotografas estrelas há quase quatro anos, viajando por horas para chegar aos pontos que permitem a visão desejada. Se antes sair por aí sozinho durante a escuridão da noite era um desfio, hoje é um de seus maiores prazeres.

Autodidata, Oscar, que nasceu na Finlândia, mas foi criado na Grécia, diz estar sempre em busca de novas ideias e técnicas para aprimorar suas fotografias. Depois das sessões, ele costuma dormir no próprio carro, em meio à imensidão e sob as estrelas.

No Instagram, Oscar também publica imagens de outras maravilhas da natureza que ele encontra rotineiramente na Finlândia.

Todas as fotos © Oscar Keserci /fonte:via

Conheça as vencedoras do Prêmio de Fotografia de Drone do Ano

Mais de 4400 fotógrafos profissionais e amadores participaram do Prêmio de Fotografia de Drone do Ano deste ano. Este prêmio é dividido em seis categorias: Abstrato, Natureza, Pessoas, Esporte, Vida Selvagem e Urbano. A foto que venceu este ano é a de Florian Ledoux, que fotografou um urso polar se movendo entre o gelo, visto de cima. Clichê forte que também se concentra no tema da urgência da proteção desses habitats e animais.

Veja cada categoria:

Abstrato – Weather Snake por Ovi D. Pop

Natureza – Mada’in Saleh por Gabriel Scanu

Pessoas – Pilgrimage of Millions of People por Qinghua Shui

Esporte – Skating Shadows por Vincent Riemersma

Vida Selvagem – Blacktip Shark por Adam Barker

Urbano – Assisi Over the Clouds por Francesco Cattuto

Foto do ano – Above The Polar Bear por Florian Ledoux

Outras belas fotos que concorriam ao prêmio:

Foto do ano (destaque): Above The Polar Bear por Florian Ledoux/fonte:via

Série de fotos de cavalos da Islândia que mais parecem um conto de fadas

A neve e o gelo sempre tiveram uma qualidade mística e talvez seja isso mesmo que faça da Islândia um destino tão cativante. O fotógrafo e cineasta Drew Doggett, de Nova York, conseguiu capturar um pouco dessa magia em sua nova série de fotos “No Reino das Lendas”, onde destacou “a relação única entre essa terra e os cavalos”.

Esta foi a primeira vez de Doggett na Islândia, mas o fotógrafo já percorreu boa parte do mundo procurando locais incomuns. “Durante todo o meu trabalho, acho que sou consistentemente atraído para lugares na Terra que são quase impossíveis”, disse ele ao Bored Panda. “A Islândia é um lugar surreal e os cavalos são os companheiros perfeitos para esta terra incomum, mas de tirar o fôlego. A combinação dos dois é verdadeiramente inesquecível”.

Mas não foi apenas o cenário que levou o artista à região gelada. “De muitas maneiras, fui atraído pela Islândia (e minha carreira fotográfica) por conta do meu interesse por aventura – coisa que eu tenho desde criança. Vinte Mil Léguas Submarinas, de Júlio Verne, foi um dos muitos livros que li e reli, sabendo que eu queria aventura em minha própria vida um dia”, explicou Doggett.

Capturar contos de fada em fotos não é tarefa fácil. O fotógrafo disse que passou meses planejando as filmagens de duas semanas, mas encontrou vários desafios. “Além dos desafios inatos de documentar animais, a imprevisibilidade do clima da Islândia foi o aspecto mais desafiador da criação desta série… Eu tive que aproveitar o melhor de todas as oportunidades na minha frente, porque não demoraria muito para que a chuva caísse ou o vento fosse tão forte a ponto de nós precisarmos encontrar abrigo”.

Depois de ver as fotos, fica claro que o trabalho duro de Doggett foi recompensado. Role para baixo para ver as fotos encantadoras de “In the Realm of Legends”:

Confira também o vídeo da série:

Fotos: Drew Doggett/fonte:via

A beleza geométrica dos campos de tulipas é retratada em imagens aéreas

O fotógrafo e designer alemão Tom Hegen é especializado em fotografias aéreas. Suas fotos destacam principalmente as transformações feitas pelo homem às paisagens naturais. Os produtores de tulipas holandeses cultivam cerca de dois bilhões de flores por ano. Vistas de cima, essas paisagens nos impressionam com sua beleza. Conheça mais o trabalho no Instagram do artista.

Foto: Tom Hegen/fonte:via

Retratos cinematográficos e impressionantes feitos com luz natural por Alessio Albi

Dramáticas e etéreas, as obras do fotógrafo italiano Alessio Albi nos imergem em retratos com estética e emoção quase palpáveis. Trabalhando principalmente por instinto, o artista raramente prepara suas modelos e é guiado pelo ambiente disponível para ele. Ele brinca com as formas, as cores, o caráter das modelos e a luz para um resultado intoxicante e cinematográfico.

“É um paradoxo para mim, sou uma pessoa muito ansiosa em outros aspectos da vida e gosto de organizar tudo! É por isso que a fotografia é para mim como uma terapia e uma maneira de me desligar da realidade. Eu sou inspirado por outras formas de arte; como pintura, desenho, cinema, música e literatura. A natureza também tem um grande papel na minha produção; Crescer no centro da Itália ajudou-me a este respeito, graças ao seu incrível ambiente natural “, diz ele. Siga seu trabalho no Instagram.

Fotos: Alessio Albi/fonte:via