A emocionante comemoração da abertura desta fronteira após 20 anos de guerra

Hypeness

A Eritreia é um pequeno país africano, que entre 1952 e 1993 fez parte da Etiópia. Desde que a independência foi declarada, as duas nações debateram sobre a localização da fronteira que divide os territórios, resultando inclusive em dois anos de guerra declarada, entre 1998 e 2000.

Os conflitos cessaram, mas tanto Etiópia quanto Eritreia continuam oficialmente em guerra uma com a outra. A animosidade, que resultou em ao menos 80 mil mortos no começo do século, também afetou a vida de amigos e familiares que foram praticamente proibidos de se ver, já que a fronteira entre os país ficou fechada por 20 anos.

Voos comerciais também estavam proibidos desde 1998, mas foram retomados em julho. Tudo porque Abiy Ahmed assumiu o cargo de primeiro-ministro em junho, declarando que reconheceria os limites do território da Eritreia que foram propostos em 2002. Ahmed também libertou milhares de presos políticos na Etiópia, além de prometer mais respeito aos direitos humanos e abertura para a atividade da imprensa.

Em setembro, a fronteira entre os dois países foi oficialmente reaberta, levando centenas ou milhares de pessoas a festejar correndo, cantando e abraçando os moradores do país vizinho.

Confira no vídeo da Associated Press:

Hypeness

Hypeness

Fotos via BBC/fonte:via

Anúncios

A mensagem fundamental da imagem de uma criança de 20 metros colocada na fronteira entre o México e os EUA

Enquanto a maioria de nós sonha com a diluição de fronteiras e a integração harmoniosa entre povos e países, alguns sombrios líderes sonham com muros – sem se comover com os milhões de futuros ainda por vir que podem ser também separados simbólica e concretamente por tais muros.

Essa foi a inspiração do artista francês JR para sua última criação: uma instalação que traz a imagem de uma criança mexicana de 20 metros, debruçando-se sobre a fronteira dos EUA com o México.

JR e sua instalação na fronteira

A obra foi inaugurada propositalmente na mesma semana em que o presidente dos EUA, Donald Trump, anunciou o encerramento do programa DACA (Deferred Action for Childhood Arrivals), criado por Barack Obama, programa que permite a permanência de crianças sem visto mas que nasceram no país ou chegaram pequenos aos EUA. Trump passou ao congresso americano a tarefa de resolver o problema que ele mesmo criou com o fim do programa, para que se crie uma nova solução para o dilema.

https://i2.wp.com/oladobomdavida.com/wp-content/uploads/2017/09/a-mensagem-fundamental-da-imagem-de-uma-crianca-de-20-metros-colocada-na-fronteira-entre-o-mexico-e-os-eua.jpg

A criança que serviu de inspiração e imagem para a reprodução em proporções monumentais existe: trata-se de um menino de doze anos, que vive na cidade de Tecate, no México.

Imagem relacionada

JR garante que a instalação não foi diretamente uma reação à decisão de Trump, mas a coincidência acende ainda mais o debate sobre imigração, central no atual cenário político americano – especialmente depois das diversas declarações de natureza xenofóbica por parte do presidente durante a campanha e da promessa da construção do muro na fronteira – para crianças como a da imagem, as fronteiras não existem, e é esse o sonho ceifado pelos poderosos, lembra JR.

 

© arte: JR/fotos: divulgação/fonte:via