Milionário japonês seleciona artistas para irem com ele à lua sem gastar nada

Elon Musk durante o comunicado nesta segunda-feira (Foto: Reprodução/YouTube)

Algumas vezes podemos nos esquecer, mas sim, estamos no futuro. A afirmação se comprova com os planos da SpaceX de levar oito artistas para a lua. De graça.

O anúncio da missão foi feito pelo milionário japonês Yusaku Maezawa, que marcou a viagem ao espaço para 2023. Logo ali. Os viajantes terão a chance de conhecer a lua de perto, entretanto, não há previsão de pouso no satélite natural.

Segundo Yusaku, que vai bancar o passeio com sua fortuna, os artistas selecionados devem usar a inspiração lunar para a produção de obras que vão ficar para a posteridade.

Elon Musk divulgou o protótipo do modelo que levará turistas à Lua (Foto: Divulgação)

“Se Pablo Picasso tivesse visto a lua de perto, que tipo de pinturas teria feito? Se John Lennon tivesse prestado atenção nas curvas da Terra, que tipo de músicas teria composto? Se eles tivessem ido ao espaço, como seria o mundo hoje?”, escreveu Maezawa no site do projeto Dear Moon (Querida lua, em inglês).

Por isso, ele está em busca de um dançarino, um estilista, um escritor, um escultor, um fotógrafo e um arquiteto. Os custos da empreitada não foram revelados, mas veículos da imprensa japonesa dizem que Yusaku possui uma fortuna equivalente a do presidente dos Estados Unidos Donald Trump.

A viagem para a lua será feita a bordo de uma nave reutilizável, que transportará os artistas durante uma semana. No período, eles vão dar voltas em torno da lua e depois retornar para a Terra.

Foto: Reprodução/fonte:via

Anúncios

Pela primeira vez na China uma mulher foi congelada na tentativa de ser ressuscitada

Pela primeira vez na história chinesa, uma mulher foi congelada por cientistas na tentativa de ser ressuscitada no futuro. O corpo em questão é o de Zhan Wenlian, que faleceu em maio de câncer no pulmão, aos 49 anos.

Seu corpo foi doado para o projeto do Yinfeng Biological Group, em parceria com o Qilu Hospital Shandong University a Alcor Life Extension Foundation, pelo marido, que afirmou ser um desejo do casal contribuir com a ciência e com a sociedade.

“Acredito em tecnologias novas e emergentes, então acho que será completamente possível revivê-la algum dia”, contou ao Mirror. A técnica é conhecida como Criogenia, onde o corpo (já sem vida) é congelado numa submersão de nitrogênio líquido e assim fica até os cientistas descobrirem uma maneira de ressuscitá-lo.

Mais de 250 pessoas em todo o mundo estão congeladas, e mais de 2 mil pessoas vivas que manifestaram esse desejo e estão “aguardando na fila”. Cientistas estimam que em pouco mais de 200 anos a humanidade já terá descoberto técnicas para trazê-las de volta a vida. E você, se tivesse a oportunidade, gostaria de ser congelado? Será que valeria a pena?

Imagens © AsiaWire/fonte:via