Conheça as 10 casas mais desejadas do Airbnb no Brasil

A maneira como nós nos hospedamos em viagens sofreu uma profunda transformação na última década, quando passamos a utilizar plataformas de compartilhamento de casas, como é o caso do Airbnb. Esta é mais uma revolução que nasce a partir do uso da tecnologia, que nos deixou mais livres e menos dependentes de hotéis ou outras formas de hospedagem.

Além de ser mais econômico e nos dar muito mais liberdade, alugar uma casa ou, até mesmo um quarto, nos permite vivenciar a realidade do lugar em que estamos, conhecer pessoas novas e viver como um local.

Porém, com a crise econômica que o Brasil vem enfrentando e a alta do dólar – que acaba influenciando outras moedas também, viajar para o exterior está se tornando cada vez mais difícil. Por outro lado, esta é uma oportunidade de viajarmos pelo Brasil, tão imenso e variado, com paisagens e cidades para todos os gostos.

Para incentivar os brasileiros a viajarem mais pelo Brasil, a plataforma fez uma seleção das 10 casas mais desejadas do Airbnb no Brasil e temos certeza que sua mão vai coçar para fazer uma reserva para as próximas férias ou quem sabe, feriado!

Propriedade única praia particular em Florianópolis – SC

Casa na árvore em Monte Verde – MG

Casa com vista em Ubatuba – SP

Ilha privativa em Ilha Grande – RJ

Casa estilo grego de frente para o mar – Rio de Janeiro

Apto 5 Estrelas em SP

Charmoso Apto Ilhabela

Chalé acima das nuvens em Campos do Jordão – SP

Bangalô romântico com vista para o mar – Ubatuba

Home boutique chic nos Jardins – SP

Fotos: reprodução Airbnb /fonte:via

Anúncios

Em Paris, livraria abandonada vira hospedagem estilosa e cult com 4,5 mil livros

O grande escritor argentino Jorge Luis Borges imaginava que o paraíso seria uma espécie de biblioteca, e para os amantes inveterados dos livros, viver rodeado por eles é parte quase tão fundamental da vida quanto viver rodeado por oxigênio.

A mais importante livraria de Paris, Shakespeare & Co., tornou-se famosa não só por sua fundadora, Sylvia Beach, ter sido a primeira editora a publicar o revolucionário livro Ulysses, de James Joyce, mas também por que sua maravilhosa livraria serviu como hospedaria, desde sua fundação em 1919, a milhares de pessoas. Entre artistas, escritores, notívagos e viajantes, se valeram da Shakespeare & Co., muita gente pernoitou entre alguns dos melhores livros à venda na capital francesa.

Pois uma outra livraria parisiense vem se popularizando por oferecer se não uma vida eterna no paraíso de Borges, ao menos algumas noites para viajantes poderem dormir entre livros. Trata-se da La Librarie, parte de um projeto intitulado Paris Boutik, que restaura estabelecimentos tradicionais em desuso e os transforma em hospedagens. Sem alterar a essência, a estética e a característica arquitetura dos locais, o projeto revigora e oferece novo sentido para o charme até então abandonado de tais lugares.

No passado, a La Librarie era um sebo, que agora foi transformada em um espaço capaz de receber até 4 pessoas em uma grande biblioteca, oferecendo cerca de 4,5 mil livros. Dentro desse paraíso literário há também equipamentos como maquina de café, minibar, pia e banheiro, além de um delicioso e imenso colchão que convida não só à leitura como ao mais profundo sono – devidamente protegido de ruídos externos e da luz graças a um vidro e cortinas especiais.

E os livros estão por toda parte – inclusive no banheiro e na cozinha. La Librarie fica no bairro bairro alto do Marais, rodeada de restaurantes, galerias e outras livrarias, e o pernoite para duas pessoas custa 275 euros, ou cerca de 1,130 reais (para 3 pessoas a noite custa 1209 reais, e para 4 pessoas a hospedagem custa 1260 reais pela noite).

Pode não ser a entrada para uma vida eterna em uma biblioteca, mas é bastante próximo de um paraíso na Terra sonhado por Borges.

 

© fotos: reprodução/fonte:[via]

Hotel de San Francisco oferece cachorros como companheiros de quarto

Para quem viaja muito e adoraria ter uma versão fofa da aventureira frase ‘um amor em cada porto’, um hotel em San Francisco está lançando uma tendência bastante animadora. O Nikko oferece a seus hóspedes a possibilidade de ter a companhia absolutamente agradável em seus momentos solitários longe de casa: a de um cão!

E não vá pensando que se trata de um cachorrinho qualquer, pois não é nada disso. O animal, que se chama Buster Posey , tem até mesmo um cargo metido a besta no estabelecimento que é o de CCO (Chief Canine Officer).

Para usufruir do serviço, os interessados precisam checar a disponibilidade na agenda do ‘profissional’ e marcar um horário. Feito isso, os hóspedes podem passear com o cãozinho.

Claro, a concorrência deve ser grande, pois o hotel possui nada menos do que 500 quartos! E Buster faz tanto sucesso que até já ganhou uma versão em pelúcia que custa US$ 29, deste valor, US$ 2 (R$ 6,46) são doados à Rocket Dog Rescue, uma instituição que cuida de animais abandonados.

Imagens: Reprodução/fonte:[via]

Entenda por que este resort na Indonésia é o ‘melhor hotel do mundo

guests-can-also-travel-by-safari-jeep-or-boat-to-neighboring-bays-with-less-advanced-surfing-spots

Nihi Sumba Island (anteriormente Nihiwatu) foi eleito o melhor hotel do mundo pela Travel + Leisure pelo segundo ano consecutivo. O resort da ilha de luxo na Indonésia foi criado por Chris Burch, famoso por fundar várias marcas de renome internacionalmente conhecidas como C. Wonder e Tory Burch – e investir em várias outras.

Juntamente com James McBride, o hoteleiro comprou o albergue na ilha indonésia de Sumba em 2012. A dupla gastou US $ 30 milhões em reformas e o reabriu como um resort cinco estrelas em 2015.

Em uma entrevista ao Business Jet Traveler em 2015, Burch disse: “Eu o comprei para meus filhos como uma peça de algo que espero que possamos preservar e devolver à comunidade. Quando você está em um lugar onde a paisagem é tão linda, você pode fazer coisas que você não pode fazer em outros lugares: construir um spa sob uma cachoeira, ir a lugares onde nenhum outro tem, ter um mordomo em todos os cômodos”.

Veja imagens do local:

burch-and-his-partner-mcbride-are-also-looking-to-expand-and-build-resorts-in-costa-rica-and-nicaragua-they-want-to-create-resorts-that-are-more-accessible-to-the-millennial-traveler

burch-and-mcbride-redeveloped-the-land-and-opened-it-as-nihiwatu-in-2015-though-they-have-since-changed-its-name-to-nihi

guests-can-also-travel-by-safari-jeep-or-boat-to-neighboring-bays-with-less-advanced-surfing-spots

it-also-has-a-large-indoor-outdoor-entertaining-area

it-has-27-private-villas-with-plunge-pools

it-has-become-the-largest-local-employer-on-the-island-a-portion-of-the-hotels-profits-are-also-given-to-the-sumba-foundation-an-organization-that-funds-projects-to-help-the-local-community

its-plunge-pool-has-views-over-nihi-beach-and-across-the-indian-ocean

nihi-is-on-the-west-coast-of-sumba-a-remote-indonesian-island

prices-for-a-one-bedroom-villa-start-at-750-a-night-during-the-low-season-burchs-five-bedroom-private-estate-costs-around-14000-a-night-throughout-the-year

raja-mendaka-chris-burchs-private-home-is-also-available-to-guests-it-has-a-main-house-and-four-additional-villas

the-beach-has-always-been-considered-a-surfers-paradise

the-name-means-mortar-stone-and-the-beach-was-originally-named-after-a-rock-formation-on-the-tide

there-are-riding-stables-with-a-team-of-guides-to-take-guests-out-on-sunrise-and-sunset-horseback-riding-trips-along-the-beach-or-up-into-the-hills-and-past-rice-fields-and-the-rain-forest

there-is-a-beach-spa-available-but-treatments-can-also-be-done-in-your-own-room

the-wellness-center-offers-daily-group-yoga-sessions-instructors-can-also-hold-private-classes-that-are-tailored-to-an-individuals-needs

traditional-sumbanese-antiques-local-wood-and-ikat-prints-are-featured-throughout

you-can-book-excursions-to-nearby-waterfalls-through-the-resort-one-trip-includes-a-90-minute-trek-to-a-blue-lagoon-where-guests-can-jump-off-the-rocks-and-swim-the-trip-costs-175-per-person

fonte:via