Hotel feito de sal no deserto da Bolívia é muito mais confortável do que você imagina

É difícil não se encantar quando aquele amigo mochileiro publica uma foto no Salar de Uyuni, na Bolívia. A imensidão branca do maior deserto de sal do mundo forma uma paisagem mágica a mais de 3,5 mil metros de altitude. Fotos que brincam com a perspectiva são uma constante e divertem quem se atreve a conhecer o espaço.

Para completar a experiência, a hospedagem preferida dos viajantes que visitam o Salar de Uyuni é o Palácio de Sal Hotel, que se define como o primeiro hotel de sal do mundo. A apenas 25 quilômetros da cidade de Uyuni, o hotel foi completamente construído com sal, do piso às paredes, incluindo também alguns dos móveis da propriedade. E, contrariando todas a expectativas, ele pode ser muito confortável!

Após conquistar um Certificado de Excelência Tripadvisor, a acomodação atingiu uma nota de 8,7 no site de reserva de hospedagem Booking. O hotel também foi considerados um dos mais incomuns pela TREND Magazine, da França, além de acumular diversas outras premiações.

Entre as comodidades oferecidas pelo hotel estão wi-fi gratuito, transporte para o aeroporto, empréstimo de bicicletas e até uma sala de jogos. Para relaxar após as atividades, é possível curtir a noite no pub do hotel ou apenas comer alguma coisa em seu restaurante – o Uol Viagem recomenda provar o cordeiro com especiarias.

É possível selecionar a hospedagem em um quarto “comum” (se é que algo em um hotel como este pode ser comum…), localizado em um iglu de sal, em que até mesmo a cama é feita de sal. Outra opção são os quartos VIPs, que contam com uma pequena sala de estar com vista para as paisagens desertas ao redor do hotel.

Apesar de todas as comodidades, passar a noite em um lugar fantástico como este pode não ser para todos os bolsos. Os preços da hospedagem mais barata no local ficam em torno de R$ 500. Mas você ainda tem alguma dúvida de que vale a pena?

 

Foto salar: Loïc Mermilliod/Unsplash

Todas as outras fotos: Reprodução Palácio de Sal/fonte:via

Hotel de San Francisco oferece cachorros como companheiros de quarto

Para quem viaja muito e adoraria ter uma versão fofa da aventureira frase ‘um amor em cada porto’, um hotel em San Francisco está lançando uma tendência bastante animadora. O Nikko oferece a seus hóspedes a possibilidade de ter a companhia absolutamente agradável em seus momentos solitários longe de casa: a de um cão!

E não vá pensando que se trata de um cachorrinho qualquer, pois não é nada disso. O animal, que se chama Buster Posey , tem até mesmo um cargo metido a besta no estabelecimento que é o de CCO (Chief Canine Officer).

Para usufruir do serviço, os interessados precisam checar a disponibilidade na agenda do ‘profissional’ e marcar um horário. Feito isso, os hóspedes podem passear com o cãozinho.

Claro, a concorrência deve ser grande, pois o hotel possui nada menos do que 500 quartos! E Buster faz tanto sucesso que até já ganhou uma versão em pelúcia que custa US$ 29, deste valor, US$ 2 (R$ 6,46) são doados à Rocket Dog Rescue, uma instituição que cuida de animais abandonados.

Imagens: Reprodução/fonte:[via]

Este resort na floresta é o lugar para onde qualquer um adoraria fugir

Um resort ou um refúgio no meio da floresta? Este hotel promete ser as duas coisas ao mesmo tempo!

O Revugia ainda é apenas um projeto e suas instalações serão responsabilidade do estúdio de arquitetura alemão Lichtecht. O espaço promete ser perfeito para estadias relaxantes e em meio à natureza. Embora sua localização ainda não esteja confirmada, o resort deve ser situado na Alemanha – estão sendo realizadas negociações para a construção na Floresta da Baviera, na Floresta Negra e nas montanhas de Harz.

Lançado pela TIDEVAND Bau, o resort deve ter quatro estrelas e o término da construção está previsto para 2019. Segundo o site da construtora, o projeto deverá ter um sistema de uso de energia sustentável e uma experiência voltada à natureza e à saúde.

O uso de materiais simples, como madeira, vidro e pedra natural busca dar mais destaque ao entorno, enfatizando a floresta. Com um investimento de cerca de € 20 milhões de euros, o hotel deverá contar com aproximadamente 80 unidades – 30 delas distribuídas em meio à natureza.

Espia só mais algumas imagens do projeto:

 

Fotos: Lichtecht /fonte:via

A ‘livraria’ francesa onde você pode, literalmente, passar a noite

Apaixonados por livros que pretendem visitar Paris têm um novo motivo para planejar a viagem: foi inaugurado há pouco tempo na capital francesa uma espécie de quarto de hotel inspirada em clássicas livrarias parisienses.

Chamado, sem surpresas, de La Librarie, o local faz parte de um projeto chamado Paris Boutik, que tem como objetivo transformar antigos pontos comerciais – boutiques – em acomodações temáticas, na tentativa de oferecer experiências únicas e que apresentem uma outra sensação do estilo de vida local.

A Librarie tem 45 metros quadrados, com duas suítes, sala e cozinha, podendo acomodar até quatro pessoas. Mais de 4 mil livros fazem parte do ambiente, cujo projeto teve atenção especial para o isolamento acústico – estando lá dentro é praticamente impossível ouvir ruídos externos.

Já há um apartamento temático de mercearia disponível, e a empresa pretende abrir os próximos três em breve: uma loja de vinhos, uma venda de queijos e um estúdio de moda.

Fotos: Divulgação/fonte:via

O maravilhoso hotel-biblioteca português que reúne mais de 50 mil livros

Esquecer de levar um livro para ler durante a viagem não será um problema se você ficar hospedado no The Literaty Man, em Óbidos, Portugal. O hotel é praticamente uma enorme biblioteca, com mais de 50 mil títulos espalhados em todos os ambientes.

A localização também é perfeita para amantes da literatura. A cidade sedia um dos maiores festivais literários de língua portuguesa do mundo, o Festival Literário Internacional de Óbidos (FOLIO). Este ano, o evento acontece entre os dias 19 e 29 de outubro.

Ao se hospedar no hotel, os hóspedes podem selecionar qualquer livro para ler – há desde obras raras até títulos contemporâneos, em diversas línguas. Se não conseguir terminar a obra antes do fim da viagem, não tem problema: a maior parte dos livros também está à venda. Apesar disso, muitos visitantes preferem aumentar a coleção do que levar uma obra para casa.

Ao Daily Mail, os representantes do hotel contaram que as doações são bastante comuns no espaço, fazendo com que o número de livros continue sempre aumentando. A experiência de ficar hospedado em um local que respira literatura custa a partir de € 85 (cerca de R$ 320), com café da manhã incluído. Saiba mais no site do hotel.

Todas as fotos: The Literaty Man/Reprodução Facebook /fonte:via

Que tal se hospedar num quarto de gelo em pleno verão?

42FC7DB700000578-4763616-image-a-7_1501943939395

Se você curte um friozinho mesmo no verão, vai gostar deste hotel na Suécia. Pelo nome, já dá para deduzir: o IceHotel foi todo construído com gelo, e recebe cerca de 50 mil visitantes por ano.

Localizado em uma vila de pouco mais de mil habitantes, foram necessários 1000 toneladas de gelo para a sua construção, retiradas do Rio Torne, no norte do país. Seu gelo não derrete nem mesmo no calor por conta de painéis solares instalados por toda a superfície que ajudam a manter a temperatura a 5 graus negativos.

“A natureza e o ambiente não são somente uma enorme fonte de inspiração para o Icehotel, mas também uma necessidade para criar o hotel ano após ano. Antes, nós dizíamos adeus a nossos hóspedes toda primavera, mas graças à ajuda do sol nós agora podemos convidá-los durante o ano inteiro”, contou Yngve Bergqvist, fundador do local, ao Design Boom.

O Ice Hotel é o primeiro hotel de gelo permanente do mundo, e caso você queira viver esta experiência e se hospedar em uns dos 20 quartos congelantes do loca, vai precisar desembolsar uma quantia razoável. Para saber mais, acesse o site.

658046-970x600-1

42FC7DB700000578-4763616-image-a-7_1501943939395

42FC82DD00000578-4763616-image-a-12_1501944055261

42FC885800000578-4763616-image-a-14_1501944068348

default-3

default

default-1

default-4

Imagens © Divulgação/fonte:via

Entenda por que este resort na Indonésia é o ‘melhor hotel do mundo

guests-can-also-travel-by-safari-jeep-or-boat-to-neighboring-bays-with-less-advanced-surfing-spots

Nihi Sumba Island (anteriormente Nihiwatu) foi eleito o melhor hotel do mundo pela Travel + Leisure pelo segundo ano consecutivo. O resort da ilha de luxo na Indonésia foi criado por Chris Burch, famoso por fundar várias marcas de renome internacionalmente conhecidas como C. Wonder e Tory Burch – e investir em várias outras.

Juntamente com James McBride, o hoteleiro comprou o albergue na ilha indonésia de Sumba em 2012. A dupla gastou US $ 30 milhões em reformas e o reabriu como um resort cinco estrelas em 2015.

Em uma entrevista ao Business Jet Traveler em 2015, Burch disse: “Eu o comprei para meus filhos como uma peça de algo que espero que possamos preservar e devolver à comunidade. Quando você está em um lugar onde a paisagem é tão linda, você pode fazer coisas que você não pode fazer em outros lugares: construir um spa sob uma cachoeira, ir a lugares onde nenhum outro tem, ter um mordomo em todos os cômodos”.

Veja imagens do local:

burch-and-his-partner-mcbride-are-also-looking-to-expand-and-build-resorts-in-costa-rica-and-nicaragua-they-want-to-create-resorts-that-are-more-accessible-to-the-millennial-traveler

burch-and-mcbride-redeveloped-the-land-and-opened-it-as-nihiwatu-in-2015-though-they-have-since-changed-its-name-to-nihi

guests-can-also-travel-by-safari-jeep-or-boat-to-neighboring-bays-with-less-advanced-surfing-spots

it-also-has-a-large-indoor-outdoor-entertaining-area

it-has-27-private-villas-with-plunge-pools

it-has-become-the-largest-local-employer-on-the-island-a-portion-of-the-hotels-profits-are-also-given-to-the-sumba-foundation-an-organization-that-funds-projects-to-help-the-local-community

its-plunge-pool-has-views-over-nihi-beach-and-across-the-indian-ocean

nihi-is-on-the-west-coast-of-sumba-a-remote-indonesian-island

prices-for-a-one-bedroom-villa-start-at-750-a-night-during-the-low-season-burchs-five-bedroom-private-estate-costs-around-14000-a-night-throughout-the-year

raja-mendaka-chris-burchs-private-home-is-also-available-to-guests-it-has-a-main-house-and-four-additional-villas

the-beach-has-always-been-considered-a-surfers-paradise

the-name-means-mortar-stone-and-the-beach-was-originally-named-after-a-rock-formation-on-the-tide

there-are-riding-stables-with-a-team-of-guides-to-take-guests-out-on-sunrise-and-sunset-horseback-riding-trips-along-the-beach-or-up-into-the-hills-and-past-rice-fields-and-the-rain-forest

there-is-a-beach-spa-available-but-treatments-can-also-be-done-in-your-own-room

the-wellness-center-offers-daily-group-yoga-sessions-instructors-can-also-hold-private-classes-that-are-tailored-to-an-individuals-needs

traditional-sumbanese-antiques-local-wood-and-ikat-prints-are-featured-throughout

you-can-book-excursions-to-nearby-waterfalls-through-the-resort-one-trip-includes-a-90-minute-trek-to-a-blue-lagoon-where-guests-can-jump-off-the-rocks-and-swim-the-trip-costs-175-per-person

fonte:via