Ilustrador famoso na internet por desenhos geométricos lança tattoos temporárias vendidas online

O filipino Kerby Rosanes é um ilustrador multitarefa: coleciona quase 1 milhão de seguidores no Instagram por causa de seus desenhos geométricos, que também já viraram bem sucedidos livros de colorir e produtos como capinhas para celulares. Sua nova empreitada é fazer com que as pessoas registrem os desenhos na pele.

Para isso, Kerby está lançando uma linha de tatuagens temporárias, daquelas que são aplicadas na pele usando esponja úmida, contendo ilustrações de sua série Geometric Beasts (“Feras Geométricas”), em que “retrata sua interpretação da batalha para romper com normais sociais e se tornar indivíduos únicos”.

As tatuagens já estão sendo vendidas e fãs do ilustrador têm usado o próprio Instagram para mostrar o resultado. Cada tatuagem mede 15 x 10.5 cm e pode ficar na pele por até sete dias, e os desenhos são vendidos individualmente ou em pacotes.

Cada uma custa 5 dólares, o pacote com cinco custa US$20 e a coleção completa sai por US$60. São 25 ilustrações no total, incluindo desenhos de animais como águia, beija-flor, borboleta, leão, lobo, raposa e tigre. Elas podem ser adquiridas através da loja online de Kerby. O frete convencional para o Brasil gira em torno de 7 dólares.

Imagens: Divulgação/Kerby Rosanes /fonte:via

Anúncios

Artista italiano usa paradoxos visuais e metáforas para criar imagens provocativas

A arte é uma poderosa ferramenta para nos fazer refletir sobre diferentes maneiras de ver o mundo.

É através de ilustrações simples e coloridas que o artista italiano Joey Guidone manifesta esse talento.

Com uma dose de sarcasmo, muito bom humor e um quê de crítica social, Joey busca mostrar outros ângulos de situações cotidianas sobre as quais dificilmente paramos para pensar.

Seu traço lança um olhar sobre coisas tão sutis como o quanto uma conversa pode mudar o dia de uma pessoa em situação de vulnerabilidade ou mesmo a tempestade de ideias que existe para que um escritor possa colocar as palavras certas no papel.

Gosto de pegar objetos e fazê-los ‘falar’ entre si em conversas surrealistas. Basicamente, meu trabalho é criar imagens que comunicam as informações de forma fácil e rápida. Usar objetos como símbolos e construir paradoxos visuais e metáforas é o jeito que mais gosto de fazer isso“, disse ele ao Bored Panda.

Confira algumas de suas criações abaixo:

Acompanhe mais do trabalho do artista através do Instagram.

Fotos: Joey Guidone /fonte:via

Ela pintou 12 gatos no estilo de 12 artistas consagrados e o resultado é adorável

Apaixonados por gatos também irão se apaixonar pelo estilo da ilustradora Veselka Velinova. Ela se desafiou a desenhar 12 gatos copiando 12 conhecidos estilos artísticos.

Eu criei esta série de gatos porque sou fascinada pela variedade de estilos encontrados na história da arte. Tentei recriar ideais artísticos, estilo, bem como abordagens técnicas de cada um dos períodos artísticos“, descreveu ela em um texto para o site Bored Panda.

Será que você consegue adivinhar qual a inspiração por trás de cada uma destas ilustrações maravilhosas?

Imagens: Veselka Velinova fonte:via

Programaram um robô capaz de desenhar melhor que muitos artistas

Robôs são ótimos para muitas coisas, mas será que eles podem se transformar também em bons artistas?

Se depender apenas de suas habilidades em desenho, a resposta é sim.

Basta olhar as criações de Karel, um robô programado para aprender a desenhar a partir de fotografias. Durante nove meses, ela já foi ensinada a reproduzir imagens com diferentes estilos de traço.

Karel é uma criação do LinesLab, um estúdio experimental criado por Sergej Stoppel, que explora arte algorítimica e robótica.

E, embora ela já possa desenhar melhor do que muitos artistas, dificilmente conseguirá recriar aquilo que faz da arte algo tão especial: a criatividade de seus criadores.

Espia só algumas das obras de Karel!

Gostou do que viu? Você pode adquirir um dos desenhos de Karel clicando aqui.

Fotos: reprodução/fonte:via

Ilustrador francês cria série para a gente rir de nossa dependência da tecnologia

https://www.hypeness.com.br/wp-content/uploads/2018/09/tec24.jpg

Ela é provavelmente a primeira coisa com a qual você tem contato ao acordar, está presente em todas as refeições, deslocamentos e até mesmo quando você vai ao banheiro.

E o pior: nosso vício em tecnologia parece só aumentar.

Para rir dessa relação (ou seria adição?), o artista francês Jean Jullien cria ilustrações memoráveis que vão fazer você pensar melhor antes de checar as notificações do seu smartphone.

Natural de Nantes, na França, Jean Jullien vive hoje em Londres.

Além de lançar um olhar ácido sobre as tecnologias atuais, as ilustrações do artista também nos convidam a refletir sobre como estamos nos adaptando às mudanças do mundo.

Suas criações mais recentes podem ser acompanhadas através do Instagram, onde mais de um milhão de pessoas já seguem de perto suas obras. Posters com seus trabalhos também estão disponíveis para venda no site pessoal do artista.

Vem ver só algumas das ilustras mais emblemáticas do moço!

Fotos: Jean Jullien /fonte:via

Programaram um robô capaz de desenhar melhor que muitos artistas

Robôs são ótimos para muitas coisas, mas será que eles podem se transformar também em bons artistas?

Se depender apenas de suas habilidades em desenho, a resposta é sim.

Basta olhar as criações de Karel, um robô programado para aprender a desenhar a partir de fotografias. Durante nove meses, ela já foi ensinada a reproduzir imagens com diferentes estilos de traço.

Karel é uma criação do LinesLab, um estúdio experimental criado por Sergej Stoppel, que explora arte algorítimica e robótica.

E, embora ela já possa desenhar melhor do que muitos artistas, dificilmente conseguirá recriar aquilo que faz da arte algo tão especial: a criatividade de seus criadores.

Espia só algumas das obras de Karel!

Gostou do que viu? Você pode adquirir um dos desenhos de Karel clicando aqui.

Fotos: reprodução/fonte:via

Artista chantageia formigas com açúcar para criar obras de arte inusitadas

Dos macarrões usados para criar lembranças de dia dos pais ou das mães na escola ao reaproveitamento de tampas de garrafa ou até filtros de cigarro, muitos materiais diferentes podem ser utilizados para fazer arte. Mas dificilmente um será tão curioso como formigas.

Sim, formigas. A artista sul-africana Iantha Naicker gosta de desenhar e pintar animais, especialmente insetos. E um dia decidiu incorporar formigas de verdade às suas obras.

Para isso, ela começa os desenhos de forma convencional, mas reserva espaços para ser preenchidos com formigas, que são atraídas para o local exato por pequenas quantidades de açúcar estrategicamente colocadas.

Como as formigas obviamente não ficam no mesmo lugar por muito tempo, Iantha precisa ser rápida para registrar os desenhos enquanto os animais ainda estão no ponto que ela gostaria.

Imagens via Iantha Naicker/fonte:via