Estas incríveis mesas criam a ilusão de animais emergindo da água

mesas_de_agua (8)

Enquanto a maioria das mesas existentes no mundo consistem em uma base simples com um tampo de madeira ou vidro simples, o designer Derek Pearce decidiu revolucionar este conceito de mobiliário.

Suas criações, as chamadas “Mesas de água”, retratam de forma impressionante animais com parte de seus corpos mergulhados na água. De hipopótamos e golfinhos a patos, ele projeta as mesas para que os animais possam ser vistos ‘mergulhando’ dentro e fora do vidro, que representa a superfície da água.

As peças são funcionais e irresistíveis para quem ama tanto animais quanto arte. Com uma estética lúdica latente, Pearce esculpe suas mesas de água desde 1997 e as peças têm sido vendidas em lojas pelos Estados Unidos, Europa e Japão.

Confira alguns de seus trabalhos:

mesas_de_agua (1)
mesas_de_agua (2)
mesas_de_agua (3)
mesas_de_agua (4)
mesas_de_agua (5)
mesas_de_agua (6)
mesas_de_agua (7)
mesas_de_agua (8)
mesas_de_agua (9)

Todas as fotos© Derek Pearce fonte:via

Anúncios

Conheça a incrível casa sob rodas, feita de madeira recuperada e movida a energia solar

Há algum tempo a humanidade começou a repensar questões de moradia, estando cada vez mais aberta a conceitos de sustentabilidade e minimalismo. Precisamos mesmo de tanto espaço, vários cômodos, armários e objetos? Quanto menos coisas temos, mais livres poderemos ser e, foi seguindo este princípio que arquitetos da Humble Hand Craft desenvolveram esta mini casa, que pode te levar para qualquer lugar e te ensinar que viver com menos é sinônimo de felicidade.

Com design inovador e rústico, a casa é 100% movida a energia solar, utiliza apenas madeira recuperada e, ainda por cima, possui um deck que pode ser fechado quando ela está em movimento. Nós já exploramos tanto os recursos do planeta, que pensar novas formas de construção é mais do que inovação, é essencial.

A casa foi inspirada nos chalés típicos da montanha, sendo praticamente inteira feita em madeira. Tudo que mais precisamos, caberá lá dentro – o resto é excesso. Confortável e aconchegante, até lareira para os dias de frio ela possui. Sustentável em todos os sentidos!

Bulgária cria biblioteca ‘portátil’, aberta e de madeira para ser instalada na rua

As pessoas estão cada vez menos lendo livros, seja pela altíssima oferta de informações que a internet  oferece, falta de tempo ou até mesmo, de incentivo. A questão ainda é mais evidente quando eles são impressos, já que muita gente hoje em dia prefere ler em tablets ou smartphones, mas se depender da cidade de Varna – na Bulgária, a realidade não precisa ser exatamente esta.

Uma equipe de arquitetos e designers desenvolveu uma biblioteca de rua simplesmente incrível, com um design moderno e prático, facilitando o acesso para os leitores, que podem até se sentar e, de vez em quando, assistir a um show, já que o local também possui um pequeno palco para apresentações de artistas de rua.

O formato é vazado e semicircular, feito para entrar a quantidade perfeita de luz, proporcionando um ambiente agradável e convidativo à leitura. A estrutura é portátil e tem capacidade para até 1500 exemplares, que serão muito bem aproveitados pela sortuda população da cidade.

Apelidada de ‘Rapana’, a equipe chegou a testar mais de 20 variações antes de decidir por este modelo, que se assemelha a um caracol marinho, já que a cidade está próxima ao mar e é conhecida por ser a capital marítima da Bulgária.

Quem não gostaria de ter a sua disposição uma biblioteca dessa?

Fotos: Rapana Library  /fonte via

Artista brasileira ‘conserta’ cadeiras com acrílico e cria verdadeiras obras de arte

Com a enxurrada de informações e novidades que recebemos todos os dias, realidade que fica mais evidente com as redes sociais, inovar tornou-se uma tarefa muito mais complexa do que você imagina. O grande desafio dos artistas de hoje é criar algo inédito e dar novo significado às coisas, o que a artista visual Tatiane Freitas faz com maestria em sua série My Old New Chair (Minha Velha Cadeira Nova).

A brasileira – baseada em São Paulo, possui formação em Moda, pela tradicional Faculdade Santa Marcelina, onde desde o início de seus estudos prezou pelo conforto, acima de tudo. Sua série, que ainda não foi totalmente finalizada, trata-se de reparar móveis antigos, porém com um elemento novo: o acrílico, trazendo a união do velho com o novo.

Com o objetivo de criar peças que ‘conversarão’ com diferentes gerações, suportando a passagem do tempo, suas peças são uma grande metáfora daquela luta constante entre passado e futuro, memória e transformação.

Fotos: Tatiane Freitas/fonte:via