‘Bercy les Bleus’, metrô de Paris faz trocadilho com conquista do bicampeonato na Rússia

Com a conquista do bicampeonato mundial, a seleção francesa acaba de entrar para um grupo seleto ao lado de Argentina e Uruguai. A vitória diante da Croácia provocou uma série de comemorações efusivas nas ruas de Paris.

Para entrar na onda e homenagear esta vitória histórica do time comandado por Deschamps, a RATP – empresa responsável pelas administração do metrô parisiense, resolveu combinar o nome das estações com os técnicos e jogadores, formado frases engraçadas sobre o triunfo.

São trocadilhos animados como o da estação Bercy, que agora se chama ‘Bercy les Bleus’, ou seja, ‘Obrigado Azuis’. Bleus é como os atletas do time francês são comumente chamados.

Outra brincadeira impagável foi o trocadilho envolvendo a estação Charles de Gaulle – Étoile, que por alguns dias vai se chamar ‘On a 2 Étoiles’, ‘Temos 2 Estrelas’, claro destacando a segunda Copa do Mundo vencida pela França. Aliás, o título na Rússia veio 20 anos após a vitória sobre o Brasil em 1998.

Percebe-se que a fama dos franceses de serem mau humorados foi deixada de lado. Pelo menos por enquanto.

Fotos: Reprodução/fonte:via

Anúncios

Companhia de trem japonesa se desculpa por deixar estação 25 segundos antes do horário

O Japão é um dos países mais desenvolvidos do mundo e dono de uma malha ferroviária de fazer inveja. Com trens modernos e que podem chegar até 600 quilômetros por hora, o país asiático persegue incansavelmente a perfeição. Nada pode impedir a conclusão de uma viagem.

Para nós pode parecer impensável, entretanto mais uma vez a companhia responsável pelas viagens férreas no país, a West Japan Railway Company, se desculpou publicamente por um trem ter deixado a estação 25 segundos antes do previsto.

“Nós causamos transtornos aos nossos usuários e estamos trabalhando para que isso não se repita”, disse a agência em comunicado reproduzido pelo jornal Asahi.  

A previsão era que o trem partisse da estação de Notogawa às 7:12 da manhã, mas acabou saindo às 7:11:35. A saída antes da hora não prejudicou a operação, mas fez com que uma pessoa não conseguisse embarcar, suficiente para o pedido de desculpas.

Quem vive ou acompanha a cultura japonesa sabe que casos como este não são comuns, pelo contrário, a obsessão deles pela pontualidade atinge níveis extremos, mas justificáveis. Em 2005 um trem descarrilou e matou mais de 100 pessoas depois do maquinista circular acima do limite de velocidade para compensar o atraso de 90 segundos.

No Brasil a história é um pouco diferente. Em São Paulo, cidade com a maior malha férrea do país, a Companhia Paulista de Trens Metropolitanos (CPTM) e o Metrô registraram mais de 100 falhas em 2017.

Segundo o G1, a Linha 1-Azul foi a recordista de problemas, com 40 situações. O Governo do Estado diz realizar manutenção preventiva e cita  ‘serviços inesperados’ como justificativa. Em abril a mesma Linha 1-Azul, que corta a Zona Sul da cidade registrou problemas que levaram ao fechamento de todas as estações.

Fotos: foto 1: Pixabay/foto 2: Fotos Públicas/Alexandre Carvalho/fonte:via

A renovação da incrível estação Penn Station é mais um motivo para visitar Nova York

O projeto de renovação de Penn Station, de Nova York, irá avançar, já que o governador Andrew Cuomo anunciou o fechamento de um acordo de US$ 1,6 bilhão para reconstruir uma grande ala do local.

O projeto consistirá em um novo terminal de 20 mil metros quadrados para Long Island Railroad e Amtrak, aumentando o espaço total da Penn Station em mais de 50 por cento, enquanto um adicional de 65 mil metros quadrados será desenvolvido para espaços comerciais de uso misto no Oeste de Manhattan.

O financiamento para o projeto virá de uma colaboração entre Empire State Development (US$ 550 milhões) e parceiros privados relacionados, Vornado e Skanska (US$ 630 milhões). Um adicional de US$ 420 milhões virá das três principais agências de trânsito de Nova York (MTA, Autoridade Portuária e Amtrak) e subsídios federais.

Se tudo correr bem, as reformas ficarão prontas até o final de 2020.

Confira as fotos do projeto:

01

02

03

04

05

06

07

08

09

010

011

012

013

Todas as imagens: Reprodução/fonte:via

Por fora, esta estação de metrô parece abandonada, mas por dentro vai te surpreender

Em Chongqing, no interior da China, a estação de metrô Caojiawan parece abandonada no meio da natureza selvagem. Para expandir sua rede de transporte, a cidade produziu esta estação com um lado externo completamente estranho e um interior tão moderno quanto o resto da rede. A estação registra quase zero atendimento e oferece um ambiente surreal digno de um filme de ficção científica.

Localizado na linha 6 do metro de Chongqing, a estação de Caojiawan foi concluída em 2015. De suas três saídas planejadas, apenas uma está acabada, as outras duas estão cobertas de ervas daninhas.

Depois de sair da estação de metrô, os passageiros entram em um terreno baldio. A estação não está conectada a nenhum outro tipo de transporte público e por isso quase não há passageiros por lá, mesmo durante a hora do rush.

Confira as fotos:

Todas as fotos: Reprodução/fonte;via