Fotos que comprovam que você deveria fazer uma road trip pelo Tibet até o Everest

Se a jornada até o ponto mais alto do planeta é para poucos, viajar até a base do Monte Everest não só é uma viagem possível, como também oferece uma das mais belas paisagens do planeta – perfeita para uma inesquecível road trip. São 456 km entre montanhas incríveis em estradas praticamente imaculadas por uma terra santa para o budismo, rumo a uma altitude de mais de 5 mil metros.

Partindo de Lhasa por cinco horas até Shigatse, e por mais 240 km até até New Tingri, por estradas cheias de curvas, campos e o impressionante horizonte de montanhas cobertas de neve e monastérios eventuais. Se as curvas podem ser nauseantes, a altitude pode lhe tirar o ar – da mesma forma que as incríveis paisagens naturais. Parar para descansar e dormir durante a viagem nas cidades ao caminho ajuda, no entanto, a se aclimatar.

Após alguns dias de viagem, a maior recompensa (literalmente) do planeta: ver o Monte Everest de perto, sagrado, impotente, perigoso. inesquecível e incrível.

© fotos: divulgação/fonte:via

Eles decidiram se casar no alto do Evereste e as fotos são de tirar o fôlego

O casamento é um momento tão singular e especial na vida de um casal, que é natural que se sonhe em realiza-lo em um cenário igualmente único e extraordinário. James Sisson e Ashley Schmieder foram a fundo no desejo de encontrar tal cenário, e acabaram por escolher justamente um dos locais mais singulares e especiais de todo o planeta: o monte Everest. Eles sabiam que queriam algo perigoso e estimulante para a cerimônia, e decidiram se casar na base da montanha mais alta do mundo.

 

Mesmo que não tenham enfrentado a montanha em si, vale lembrar para simplesmente se alcançar a base do Everest é preciso enfrentar 62 quilômetros de caminhada no intenso frio de 20 graus negativos até a altitude de cerca de 5,400 metros – um esforço que exige ao mínimo 8 ou 9 dias de duração.

Como se não bastasse, os sherpas – guias locais fundamentais para qualquer expedição à montanha – afirmaram que a quantidade de neve que o casal teve de enfrentar ao longo da caminhada foi maior que de todo o inverno.

Depois de realizarem tal empreitada, James e Ashley por fim se tornaram o primeiro casal a se casar no acampamento-base do Everest. A cerimônia foi rápida, com direito a vestido e smoking – por baixo, porém, eles não tiveram opção senão a de usarem botas apropriadas.

Os sherpas ajudando Ashley a se vestir no frio congelante do Everest

Uma hora e meia depois de chegarem à base, James e Ashley deixaram o local em um helicóptero, certos de que a aventura havia valido à pena – e casados.

“Ashley & James Sissom, Charleton Churchill [o fotógrafo], casamento de aventura, 16 de março de 2017”

 

© fotos: Charleton Churchill/fonte:via