Este pai surpreendeu a filha fã de dinossauros da maneira mais incrível

Lyle Coram definitivamente merece um prêmio de melhor pai do ano.

Depois de transformar o quarto de sua filha Shelby em um verdadeiro castelo da Disney, ele decidiu surpreendê-la novamente – desta vez, com uma aventura radical.

Lyle transportou a filha diretamente para o tempo dos dinossauros. Segundo contou ao Bored Panda, a menina de 7 anos é fã da saga Jurrasic Park e ama dinossauros.

Em um vídeo que mostra a brincadeira, um dos animais parece até mesmo brincar com a bola que Shelby está segurando, mas o pai garante que foi apenas uma coincidência: o experimento não era interativo.

Depois de se encantar com a projeção, que ocupou todas as janelas da sala, a menina finalmente se assusta quando o Tiranossauro Rex aparece em cena e lança uma olhada furtiva para ela, que sai correndo do cômodo.

Olha só que coisa mais fofa!

Fotos: Reprodução /fonte:via

Anúncios

20 pais que se derreteram ao ver as filhas vestidas de noiva

Por mais ancestrais e conservadoras que certas instituições e cerimônias possam ser, muitas delas podem ter a simbólico e comovente capacidade de significar aspectos importantes da vida. A passagem de tempo, as novas etapas da vida, a saudade, o amor e todas as sentimentalidades que tais processos nos trazem muitas vezes se apresentam como espelhos para um pai diante, por exemplo, do casamento de sua filha.

Quando um pai vê pela primeira vez sua filha vestida de noiva, parece enxergar também, debaixo do véu de lágrimas que costuma lhes cobrir os olhos, a criança que um dia sua filha foi, o tempo passando e as dificuldades e felicidades que levaram tal criança a se tornar uma adulta feliz em um momento tão importante. É, portanto, sempre um momento emocionante e profundo – e ainda bem que existem câmeras para captarem o exato instante em que os mais emotivos pais veem suas filhas em seus vestidos de noiva pela primeira vez.

Assim, separamos aqui, a partir de um post original do Bored Panda, 20 dos pais mais emotivos que não conseguiram conter as lágrimas diante do casamento de suas filhas.

© fotos: Bored Panda/fonte:via

Pai solo adota quatro crianças com deficiência para que tenham uma vida melhor

Desde jovem o britânico Benjamin Carpenter sentia o desejo de ser pai e cuidar muito bem de seus filhos. Mas, por ser gay, ele sabia que teria de achar uma alternativa à paternidade tradicional, e já aos 21 anos se cadastrou no programa de adoções do Reino Unido.

Foram 4 anos tentando provar que seu desejo era verdadeiro e que ele poderia ser um bom pai, mesmo sendo gay e sozinho, até que em 2010 a Justiça finalmente o autorizou a adotar Jack, então com 2 anos.

Ben sabia que o garoto estava tendo uma infância difícil, mas só descobriu que ele era autista e sofria de Transtorno Obsessivo Compulsivo quando o processo de adoção se completou.

A questão não foi problema algum, pelo contrário: Ben sentiu que cuidar de crianças com deficiência e que foram deixadas pelos pais biológicos era sua vocação.

Dois anos depois, ele conheceu Ruby, então com 3 anos de idade. Portadora de Síndrome de Pierre Robin, com problemas de visão, escoliose e uma doença congênita que a impede de mexer os braços e mãos com precisão, a garota foi a segunda adotada por Ben.

Em seguida chegou Lily, meia-irmã de Ruby e um ano mais nova. Ela é surda e motivou Ben a aprender linguagem de sinais para se comunicar com a filha, além de ter ensinado a técnica para as outras duas crianças.

Joseph foi o quarto e, por enquanto, último filho adotivo de Ben. O garoto chegou até a família com um ano de idade, após ser deixado pelos pais biológicos quando eles descobriram que ele tinha Síndrome de Down. Ele também tem colostomia e precisa usar uma bolsa par armazenar as fezes, necessitando de atenção praticamente 24 horas por dia.

“Todos meus filhos têm uma atitude do tipo ‘E daí que tenho uma deficiência?’”, conta Ben, que vive com os quatro em uma fazenda na companhia de coelhos, galinhas, gansos, patos e pavões.

“Nossa vida é completa. Eles estão completos comigo e eu com eles”, conta o orgulhoso pai, que chegou a ser apontado Pai Adotivo do Ano por uma entidade britânica de apoio à adoção.

Além de cuidar das crianças, Ben também ensina linguagem de sinais em escolas da região de Huddersfield, onde eles vivem. Além disso, ele se dedica a participar de encontros com pais que buscam a adoção para ajuda-los a planejar e lidar com o processo.

“Muitos deles têm em mente o que chamo de Adoção Angelina Jolie ou Madonna, em que tudo é perfeito”. Ben gosta de explicar sobre as crianças com mais de 4 anos ou com necessidades especiais, que têm dificuldade para encontrar famílias por não ‘se encaixarem nos moldes’.

“O que faço é mostrar fotos da minha família e contar minha história – os pontos positivos e os negativos -, para acabar com essa noção de ‘normal’. Para mim, é uma questão de fazer as pessoas pensarem fora da caixa”, completa.

 

Fotos: Arquivo pessoal/Benjamin Carpenter/fonte:[via]

Ela ganhou um presente de aniversário inesperado do pai falecido há 4 anos

A relação entre pai e filha pode ser repleta de ternura, como mostra o gesto de Michael William Sellers. Pai de quatro filhos, ele faleceu em 2013 de câncer de pâncreas, mas não sem antes deixar uma surpresa preparada para Bailey, sua filha mais nova.

Michael deixou arranjos de flores pré-pagos para serem entregues no aniversário da filha em todos os seus aniversários, até que ela completasse 21 anos. Este ano, essa data finalmente chegou e, com ela, o último presente.

A jovem compartilhou a surpresa através do Twitter, explicando a história. “Meu pai faleceu de câncer quando eu tinha 16 anos e antes de morrer ele deixou flores pré-pagas para que eu pudesse recebê-las todos os anos no meu aniversário. Bem, esse é o meu 21º aniversário e as últimas flores. Sinto muita saudade de você, papai!“, escreveu ela.

A mensagem, acompanhada de fotos retratando pai e filha e o presente recebido, foi retweetada por mais de 365 mil pessoas desde então. “Seja feliz e viva sua vida ao máximo. Eu ainda estarei com você em cada conquista, é só olhar para o lado e eu estarei lá“, diz um trecho da carta deixada por Michael.

Foto: Reprodução Twitter /fonte:via