Ela passou 4 meses criando corais de papel e o resultado é de cair o queixo

A talentosíssima artista francesa Mlle Hipolyte costuma dedicar seu tempo à ilustração e à direção de arte, mas são seus trabalhos com papel que mais nos chamaram atenção.

Ela é capaz de fazer incríveis obras inspiradas em aves e plantas, mas seu último trabalho, inspirado nos corais, atingiu um outro nível. Foram 4 meses em que ela se dedicou à obra, que tinha como um dos objetivos fazer com que ela aprimorasse sua técnica.

Com cortes 100% feitos à mão, Mlle também quis chamar atenção para a necessidade da proteção ambiental, por isso escolheu os corais, animais cuja ameaça de extinção pode causar um impacto tremendo à biodiversidade.

“Símbolo da fragilidade e de questionamentos sobre passado, presente futuro”, o trabalho incrível da francesa se tornou um quadro de 2 x 1 metros, mas cada pedaço é uma obra de arte em si.

Lindo, não é? Vale a pena acompanhar o trabalho da artista no Instagram ou no Facebook!

 

Arte por Mlle Hipolyte /fonte:via

Anúncios

Artista inglês mistura arte em papel e paisagens em série de fotográfica

Certos artistas precisam de muito pouco para tornar visível o que em princípio só eles enxergam de fantástico na velha realidade de sempre. Para tornar mágico o cenário usual e revelar o potencial poético e divertido que há nas paisagens mais costumeiras, o fotógrafo inglês Rich McCor só precisa de papel, tesoura e de sua máquina fotográfica.

Seu apelido de Paperboyo (algo como “garoto-papel”) não é por acaso: intercalando seu talento para a fotografia com o trabalho minucioso de um verdadeiro escultor do papel, Rich é capaz de “inserir” seu olhar artístico na realidade propriamente, tornando assim uma torre em uma luneta, uma nuvem em uma pintura, uma ponte em um garfo, desconhecendo limites para as possibilidades criativas que o próprio mundo lhe oferece, praticamente pronto – precisando somente de seus retoques em papel para se revelar.

 

© fotos: Rich McCor/fonte:via