Gato é abandonado com nós terríveis no pelo, mas ganha vida nova após uma boa tosa

Se algumas pessoas dedicam suas vidas para cuidar de animais desamparados, adotando gatos e cachorros que cruzam seus caminhos, outras são tão negligentes, que deixam um gato ter 4,5 quilos de puro nó nos pelos, impedindo até mesmo o seu caminhar. O gato – de 10 anos, foi deixado no abrigo Douglas County Animal Care & Services, em Nevada – EUA, por uma pessoa que ainda não foi reconhecida.

Liz Begovich – a supervisora do abrigo, disse que no início pensou se tratar de um cachorro, já que são menos cuidadosos e higiênicos do que os gatos, o que aumentou ainda mais o seu choque: Oh meu Deus, é um gato!’ Eu nunca vi um gato com esse tipo de condição, disse ao site The Dodo.

O gato recebeu o nome de Bob Marley por causa de seus dreadlocks e precisou ser sedado para que a equipe pudesse trabalhar em sua tosa, um pouco dolorida, devido ao emaranhado absurdo que possuía em seus pelos. A situação era tão extrema, que ele não conseguia se locomover e, acabou ficando com muitos quilos a mais do que é considerado saudável.

A boa notícia é que Bob foi adotado e agora está em boas mãos, porém o o próximo passo é encontrar seu antigo dono, que pode ser o homem que o deixou no abrigo, ou não. Por isso, toda a cidade de Gardnerville já está empenhada em identificar o homem que aparece nas câmeras de segurança do abrigo que salvou a vida de Bob. Sendo ele ou não, é difícil acreditar que uma pessoa possa fazer isso com um ser indefeso!

Fazenda siberiana de gatos ultra peludos viraliza com fotografias maravilhosas

No gélido inverno siberiano, os gatos mais peludos são também os mais felizes. E uma fazenda na cidade de Barnaul, na Rússia, reúne alguns dos felinos mais fofos que você já viu.

Os gatíneos vivem na propriedade da fazendeira Alla Lebedeva e de seu marido Sergey. O casal começou a criar gatos há mais de uma década e hoje dedica especial atenção aos animais, que contam até mesmo com três quartinhos só para eles no galinheiro da fazenda – eles protegem as galinhas contra ratos e outros roedores.

A vida ao lado dos felinos é registrada por Alla em um canal do Youtube e através de sua conta no Twitter. No entanto, são as fotos dos bichanos e de seu pelo enorme o que mais chama a atenção. Algumas destas fotografias se tornaram virais – e há até quem confunda dizendo que se tratam de gatos noruegueses, para desgosto de Alla.

Independentemente da origem, uma coisa é certa: os gatinhos são mesmo adoráveis. Espia só algumas das fotos clicadas por ela!

Fotos: Alla Lebedeva /fonte:[via]