A foto mais antiga que se conhece de um presidente dos EUA pode ser leiloada por mais de 250 mil dólares

Objetos que contam a história dos Estados Unidos são desejados por milhares de colecionadores norte-americanos. Quando se trata de homens que comandaram o país, o interesse é maior ainda. É por isso que a foto mais antiga de um presidente dos EUA que se conhece vai a leilão em breve, e pode ser vendida por mais de 250 mil dólares.

O retrato de John Quincy Adams, o sexto presidente norte-americano, foi tirado em 1843, quando ele atuava no Congresso: seu mandato como presidente havia terminado anos antes – ele ficou no poder de 1825 a 1829. Adams presenteou seu amigo Horace Everett com a fotografia, e sua família a conservou até os dias atuais.

A foto será leiloada em breve pela casa Sotheby’s, e deve movimentar centenas de milhares de dólares: seu valor está estimado em algo entre US$ 150 mil e US$ 250 mil, mas há quem aposte que ela deve ser arrematada por muito mais: em 2011, um retrato de John C. Calhoun, que foi vice-presidente dos EUA, foi leiloado por US$ 338 mil, mais de 9 vezes o valor máximo estimado previamente.

A imagem de Quincy Adams que será leiloada foi definida por Emily Bierman, diretor da Sotheby’s, como “sem dúvidas o retrato fotográfico histórico mais importante a ser oferecido em um leilão nos últimos 20 anos”, mas não é o primeiro já feito de um presidente dos Estados Unidos.

Um ano antes, em 1843, o mesmo Adams foi fotografado, mas o retrato desapareceu – sua existência é comprovada por um diário em que o ex-presidente anotava boa parte de seus afazeres. Ainda antes, William Henry Harrison, que presidiu o país por um mês, entre 4 de março e 4 de abril de 1841, foi fotografado, mas o retrato também se perdeu com o tempo.

Imagens: Reprodução/fonte:via

Anúncios