Ursos polares famintos causam estado de emergência em arquipélago russo






A combinação dos efeitos do aquecimento global com acumulo de lixo colocou o arquipélago de Novaya Zemlya, na costa ártica ao noroeste da Rússia em destaque nos noticiários do país por um motivo tão inusitado quanto perigoso: uma invasão em massa de ursos polares, que ocuparam a região residencial do vilarejo desde dezembro do ano passado. Mais de 50 aparições já foram noticiadas em Belushya Guba, a parte mais populosa da região, onde residem cerca de 2.500 pessoas.

A situação é de tal forma emergencial que os pais das crianças no remoto arquipélago estão evitando mandar as crianças à escola, por medo de eventuais ataques dos animais. A redução do habitat gelado dos ursos polares, que vivem essencialmente sobre o gelo, aliado à oferta de comida nos lixões e caçambas dos vilarejos da região. Diversos casos de invasões a domicílios e locais públicos, assim como perseguições já foram relatados.

Por ser classificada como uma espécie ameaçada de extinção, é ilegal na Rússia atirar ou ferir os ursos polares. O processo de retirada dos animais do local, porém, envolve sedação e transporte, o que pode por fim provocar ferimentos ou baixas, e a solução a longo prazo é uma só: controlar a ação humana para reduzir o aquecimento global, e assim não destruir o habitat dos animais e o equilíbrio da natureza.

© fotos: divulgação/reprodução/fonte:via

Anúncios

Pilares de Lena: a imponente floresta de pedra do leste da Rússia

https://olhardosul.com.br/wp-content/uploads/2019/04/Lena2.jpg

Por mais abundante e onipresente que sejam as belezas naturais do planeta, muitas vezes algumas joias a natureza nos esconde, e exige especial dedicação para que possamos aprecia-las. É o caso da incrível floresta de pedra de Lena, em Yakutsk, na Sibéria, uma das mais espetaculares maravilhas naturais da Rússia, onde os Pilares de Lena se estendem por dezenas de quilômetros à beira de um rio: para alcançar o local é preciso viajar por horas de avião até a região, e atravessar um passeio de barco por quatro dias.

https://www.hypeness.com.br/wp-content/uploads/2018/10/Lena3.jpg

E o esforço definitivamente vale a pena: as formações de pedra de cerca de 500 milhões de anos crescem à alturas de até 150 metros rumo ao céu. As extremas temperaturas no Parque Natural Pilares de Lena – mais de 40 graus no verão, e cerca de -60 graus no inverno – provocam um processo criogênico nos pilares que fragmenta as pedras, criando os vãos entre elas feito fosse um bosque de pedras.

https://i1.wp.com/s3.amazonaws.com/cdn.lonelyplanet.com.br/editor_assets/pictures/1667/content_russian_far_east_top_10_experiences_05.jpg

O local foi decretado como Patrimônio Mundial em 2006, também por ser reduto de centenas de tipos de fósseis primitivos, como de mamutes, bisões e rinocerontes, assim como de milhares de outros registros ancestrais da vida na Terra. Acima de tudo, porém, a beleza estonteante e quase assombrosa do lugar nos lembra de como a criatividade e o impacto da natureza é efetivamente insuperável.

© fotos: reprodução/fonte:via

Lena Lu, a russa que tatua ilusões de ótica em seus clientes

Muito mais do que simples adorno corporal, a tatuagem é uma forma de expressão e, por isso mesmo, surgem cada vez mais artistas que buscam uma estética original, oferecendo tatuagens únicas, que reflitam suas personalidades ou até mesmo uma ideologia.

Lena Lu é uma artista visual e tatuadora, especialista em tatuar ilusões de ótica em seus clientes. Seu estilo é minimalista e sabe comunicar perfeitamente elementos pop contemporâneos com signos clássicos da tatuagem mundial, como plantas e animais, que quando associados com carros, sacos plásticos e fitas adesivas criam tatuagens singulares e excêntricas.

Com desenhos que desafiam o óbvio, fogem da estética convencional e nos convidam para a reflexão, quem tiver a sorte de ser tatuado pela artista Russa, certamente terá uma tatuagem única e intrigante.

Fotos: Lena Lu /fonte:via

Os bolos deste confeiteiro russo são verdadeiras obras de arte

Se você é do tipo que se derrete por um bolo de festa confeitado, colorido e cheio de detalhes, prepare-se para essas verdadeiras obras de arte, produzidas pelo confeiteiro Tortik Annushka, baseado em Moscou. Sua confeitaria, que também é uma disputada escola de confeiteiro, já possui quase meio milhão de seguidores no Instagram, que assim como nós, também ficaram chocados com a perfeição destes bolos.

Estas obras de arte 100% comestíveis já estamparam revistas como Vogue e Elle, porque, de fato, parecem muito mais esculturas do que bolos. Flores, texturas, brilhos e até a representação do clássico ‘A noite estrelada’, de Van Gogh, são presentes no dia a dia deste confeitaria, que acaba de elevar a definição de bolo de festa para outro patamar!

Fotos: Tortik Annushka /fonte:via

Turista compra ayahuasca para dor nas costas e é condenado a 11 anos de prisão

O artista russo Maxim Gert esteve recentemente visitando o Peru. Durante a viagem, o jovem sofreu com a intensificação de dores nas costas e para atenuar os efeitos, resolveu levar pra casa duas garrafinhas de ayahuasca.

Conhecida por seus poderes medicinais e espirituais, a planta é bastante comum na América do Sul, inclusive no Brasil. Entretanto, alguns psicoativos presentes em sua composição são proibidos em determinados países, caso da própria Rússia.

Sem ter a menor ideia de estar cometendo um crime, Maxim foi surpreendido ao desembarcar no aeroporto de Domodedovo com a abordagem dos oficiais. Durante consulta de rotina, as garrafas foram alvo de uma série de testes que indicaram a presença do dimethyltryptamine, forte composto psicoativo ilegal em solo russo.  

O artista foi imediatamente preso e acusado por posse de drogas com a intenção de vendê-las. De acordo com o advogado de defesa, Maxim estava em estado de choque com as alegações e nunca imaginou que a ayahuasca poderia causar tantos problemas. Gert, segundo a defesa, acreditava estar carregando um remédio natural para acabar com as dores nas costas.

“Esta bebida é legalmente vendida em solo peruano. É um tesouro nacional. Maxim trouxe duas garrafas certo de que não estava cometendo nenhum crime”, explicou Vladimir Brigadin à 1tv.

As alegações não foram suficientes para evitar uma dura condenação de 11 anos e meio de prisão por carregar ayahuasca. Nem mesmo a ausência de antecedentes criminais ou os depoimentos de amigos e familiares conseguiram convencer o juiz.

Apesar da ayahuasca ser liberada no Peru, seu consumo é proibido em outros países. Entretanto, colocar um descuido no mesmo nível de um traficante de drogas pode ser uma atitude equivocada. Os advogados disseram que vão recorrer da sentença.

Foto: Reprodução/fonte:via

‘Bercy les Bleus’, metrô de Paris faz trocadilho com conquista do bicampeonato na Rússia

Com a conquista do bicampeonato mundial, a seleção francesa acaba de entrar para um grupo seleto ao lado de Argentina e Uruguai. A vitória diante da Croácia provocou uma série de comemorações efusivas nas ruas de Paris.

Para entrar na onda e homenagear esta vitória histórica do time comandado por Deschamps, a RATP – empresa responsável pelas administração do metrô parisiense, resolveu combinar o nome das estações com os técnicos e jogadores, formado frases engraçadas sobre o triunfo.

São trocadilhos animados como o da estação Bercy, que agora se chama ‘Bercy les Bleus’, ou seja, ‘Obrigado Azuis’. Bleus é como os atletas do time francês são comumente chamados.

Outra brincadeira impagável foi o trocadilho envolvendo a estação Charles de Gaulle – Étoile, que por alguns dias vai se chamar ‘On a 2 Étoiles’, ‘Temos 2 Estrelas’, claro destacando a segunda Copa do Mundo vencida pela França. Aliás, o título na Rússia veio 20 anos após a vitória sobre o Brasil em 1998.

Percebe-se que a fama dos franceses de serem mau humorados foi deixada de lado. Pelo menos por enquanto.

Fotos: Reprodução/fonte:via

Estas fotos de casamentos russos são mais um indício de que a Copa esse ano promete

Ano de Copa do Mundo é realmente especial. Mesmo que você não goste de futebol não pode negar que de quatro em quatro anos dá pra conhecer tanta coisa bacana sobre culturas de nações diferentes. Agora, imaginem quando país-sede é a Rússia?

Mais de 14 mil quilômetros distante do Brasil, a gélida Rússia é pouco conhecida deste lado do planeta. Aliás, muitos brasileiros estão cientes apenas de que se trata de um dos países mais frios do mundo.

Fato também é que os russos são um dos povos com hábitos mais excêntricos que existem. Agora, um ensaio fotográfico feito por noivos vai deixar a família tradicional brasileira em pânico. Enquanto no Ocidente a união é tratada com pompa, emoção e gira ao redor do romance e amor eterno, na Rússia o lance é ser criativo e por que não bizarro? Com um pouco de photoshop todo mundo pode criar.

 

Fotos: Reprodução/fonte:[via]