Templo asteca secreto é descoberto graças a terremoto de grande proporção

Do coração da tragédia que se sucedeu no México com o terremoto de magnitude 7,1 que atingiu o país no final do ano passado surgiu uma grande descoberta arqueológica. Cerca de 370 pessoas morreram com abalo, que também danificou a pirâmide principal do sítio arqueológico de Teopanzolco, em Morelo, a 85 quilômetros da capital. Foi para avaliar os danos nas construções astecas do sítio, em especial o impacto estrutural sobre a pirâmide, que pesquisadores encontraram um templo até então secreto, no interior da estrutura principal.

Indícios sugerem que o templo tenha sido construído em tributo a Tláloc, o deus asteca da chuva. A importância da descoberta se dá não somente pelo templo propriamente, mas por sua idade: a estrutura remonta ao período entre os anos 1150 e 1200, tornando-se assim a mais antiga construção descoberta naquele sítio, e evidenciando que a presença humana na região se deu pelo menos dois séculos antes do que havia até então sido comprovada. A pirâmide principal data do século XIII.

O local descoberto após o terremoto

O templo descoberto mede, segundo os arqueólogos, cerca de 6 metros por 4 metros, e no local foram também encontrados artefatos de cerâmica e um queimador de incenso. Infelizmente os danos provocados na estrutura principal da construção fez com que o chão do santuário afundasse por conta do terremoto, deformando-o e tornando-o instável.

Arqueólogo trabalhando no local

Por enquanto os danos estão sendo avaliados e os planos para restauração começam a ser traçados – até lá infelizmente a visitação no local tornou-se impossível.

© fotos: reprodução/fonte:via

Anúncios

Templo indiano de 2 mil anos tem imagem de bicicleta

Acredita-se que as bicicletas foram inventadas há cerca de 200 anos.

Embora existam diversas versões sobre o surgimento do veículo, é pouco provável que ele tenha se desenvolvido antes do século 19. Será mesmo?

Uma imagem de uma bicicleta encontrada em um templo indiano construído há 2.000 anos causou furor na internet ao ser mostrada em um vídeo publicado no Youtube pelo canal Phenomenal Travel Videos.

A descoberta foi feita no Templo de Panchavarnaswamy, construído durante o período Chola, na Índia. Nas imagens, capturadas pelo indiano Praveen Mohan, é possível ver nitidamente uma pessoa andando de bicicleta esculpida em uma das colunas do templo.

Apesar de toda a atenção recebida pelo fato, a explicação para o achado parece ser simples. Segundo o Extra, a construção foi reformada nos anos 1920, quando as bicicletas eram bastante populares no país. A hipótese é corroborada quando vemos que a área ao redor da escultura parece ter uma cor diferente do restante da parede em que ela se encontra.

Entretanto, não há nenhuma confirmação sobre quando ou como a imagem de uma bicicleta foi parar no local. Provavelmente, trata-se apenas de uma licença poética de um dos responsáveis pela reforma…

Fotos: Reprodução Youtube; exceto quando especificado /fonte:via