Este quarto sobre trenós é projetado para ver a aurora boreal de forma única

Muitos hotéis oferecem a vista ou a paisagem natural ao seu redor como atrativos fundamentais para seus hóspedes. Ao norte da Finlândia, no entanto, a maior atração natural acontece sem hora marcada precisa ou local exato, em um cenário imenso e incalculável: o céu. A demanda dos turistas locais para ver o espetáculo da aurora boreal nos céus do norte do país, fez com que a empresa de turismo Off the Map Travel criasse o Aurora Wilderness Camp, uma espécie de acampamento móvel de luxo, um quarto sobre um grande trenó que permite que os hóspedes “movam” a hospedagem até a melhor posição para verem as luzes da aurora boreal no céu.

O quarto, portanto, pode ser acoplado a um veículo especial para andar sobre o gelo, e assim ser transportado até um melhor ponto sobre o selvagem gelo do Ártico Finlandês. Trata-se de uma cabine para duas pessoas, com 4,5 metros de comprimento, 2 metros de altura e 2,5 metros de lagura. Dentro, todas as instalações necessárias para uma estadia confortável, como uma bela cama, uma mesa, aquecedor a gás e um banheiro externo – além, é claro, de um teto de vidro, que permite que os hóspedes assistam à aurora boreal do conforto de sua cama.

A hospedagem inclui trenós e calçados especiais, para que os turistas possam explorar o local onde decidirem permanecer, além de drinks, comidas e um belo café da manhã. Atualmente as três cabines disponibilizadas pela empresa estão no remoto vilarejo de Kilpisjärvi, ao norte da Finlândia, local com o céu noturno mais limpo de todo o país, e com mais atividades das luzes do norte registradas – segundo consta, os visitantes possuem mais de 70% de chances de verem a aurora boreal por lá.

O pacote completo, incluindo transporte do aeroporto, duas noites em chalé de luxo e uma noite na cabine móvel, com tudo incluído, no entanto, não é nada barato, saindo por mais de 7 mil reais por pessoa. É fato que se trata de um dos mais incríveis espetáculos da natureza, mas o preço não precisava ser de tal forma astronômico – especialmente considerando que olhar o céu ainda é de graça.

 

© fotos: Divulgação/fonte:via