A paixão de fotógrafo é registrar as mais incríveis portas espalhadas pelo mundo

As portas são não somente a entrada física e objetiva para um lugar, mas também a própria abertura e revelação do espírito do local – assim pensa o fotógrafo belga Paschal Mannaerts. Viajando há mais de dez anos pelo mundo e registrando com sua câmera as mais diversas culturas, são fascínio pela arquitetura e seus símbolos o atraiu aos poucos a começar a fotografar as portas dos países e lugares que visitava.

Para Paschal, as portas são símbolos do desconhecido, da descoberta, da hospitalidade e da passagem. Assim, inspirado, intrigado, e impactado ele fotografou portas em lugares tão variados quanto Cuba, Vietnã, Etiópia e Índia – e aqui ele divide um pouco sua coleção de portas e emoções conosco, a partir de um post original no site Bored Panda.

© fotos: Paschal Mannaerts/fonte:via

Anúncios

Quem é Matthew Henson, o explorador negro do Polo Norte que história tentou apagar

Matthew Henson nasceu em 1866 em Baltimore – EUA e, pode ter sido o primeiro homem a alcançar o Polo Norte, um feito muito mais complexo de ser realizado no início do século 20, porém ignorado pelo fato de ser negro.

O explorador ficou órfão de pai e mãe ainda criança e, aos 13 anos passou a trabalhar em um navio, onde o capitão o ensinou a ler e a escrever. Anos depois, quando trabalhava como balconista, o destino bateu à sua porta e ele conheceu o engenheiro da marinha norte-americana Robert E. Peary, que o acompanhou em suas aventuras durante 2 décadas e, inclusive, era quem fazia as fotografias.

Em 1900 a dupla já havia viajado para o norte mais do que qualquer pessoa na terra, chegando a quebrar o próprio recorde. Acredita-se que finalmente alcançaram o Polo Norte em 1909, acompanhados de quatro esquimós.

Por quase um século, as grandes contribuições de Henson às explorações polares foram praticamente esquecidas, em favor de Peary, que inclusive chegou a afirmar que jamais teria conseguido sem ele. Foi apenas em 2000 (ele morreu em 1955), que ele recebeu uma homenagem póstuma, a Medalha Hubbard, a mais importante da revista National Geographic.

Quantas pessoas que marcaram a história da humanidade foram e continuam sendo deixadas de lado pelo fato de serem negras? Hoje, o mundo conhece a importância de Matthew Henson, que em 1996 foi homenageado através de uma embarcação, que recebeu o nome de Henson em sua homenagem. Esperamos que, homenagens como esta continuem fazendo parte de nosso dia a dia, cada vez em maior frequência.

Fotos: Robert E. Peary – National Geographic/fonte:via

Fotos que comprovam que você deveria fazer uma road trip pelo Tibet até o Everest

Se a jornada até o ponto mais alto do planeta é para poucos, viajar até a base do Monte Everest não só é uma viagem possível, como também oferece uma das mais belas paisagens do planeta – perfeita para uma inesquecível road trip. São 456 km entre montanhas incríveis em estradas praticamente imaculadas por uma terra santa para o budismo, rumo a uma altitude de mais de 5 mil metros.

Partindo de Lhasa por cinco horas até Shigatse, e por mais 240 km até até New Tingri, por estradas cheias de curvas, campos e o impressionante horizonte de montanhas cobertas de neve e monastérios eventuais. Se as curvas podem ser nauseantes, a altitude pode lhe tirar o ar – da mesma forma que as incríveis paisagens naturais. Parar para descansar e dormir durante a viagem nas cidades ao caminho ajuda, no entanto, a se aclimatar.

Após alguns dias de viagem, a maior recompensa (literalmente) do planeta: ver o Monte Everest de perto, sagrado, impotente, perigoso. inesquecível e incrível.

© fotos: divulgação/fonte:via

Partiu? Cruzeiro mais longo do mundo dura 8 meses e passa por 59 países

Tirar um ano sabático, largar tudo e viajar ao redor de todo mundo é algo que todo mundo deveria fazer ao menos uma vez na vida, mas que praticamente ninguém consegue ou pode. Considerado o mais longo cruzeiro realizado no mundo, o Viking Sun é um navio norueguês de luxo, que justamente produz e realiza para você essa viagem: encorando em 113 portos diferentes em 59 países ao longo de 245 dias, basta subir a bordo do cruzeiro para justamente realizar esse sonho.

O cruzeiro sai de Greenwich, na Inglaterra, em agosto, e só volta ao porto original em maio do ano que vem. Os destinos são diversos, começando pela Irlanda e Noruega, e indo até a Groelândia e a Antártica. Estão incluídas também passagem pelo canal de Suez até o Mediterrâneo, Espanha, Portugal, e muito mais.

É claro que um pequeno detalhe separa esse sonho da realidade: a passagem para o Viking Sun custa nada menos que 67 mil libras, ou 322 mil reais. O preço, ao menos, inclui passagem área executiva para Londres e todas as refeições, que podem ser selecionadas de 8 diferentes restaurantes dentro do navio, além de experiências exclusivas em cada local aportado.

O navio também oferece tudo que se espera de um cruzeiro de luxo, como piscinas, cassinos e spas – e, naturalmente, com um publico seleto: somente 930 passageiros.

A próxima viagem será a terceira volta ao mundo do navio, que se diz perfeito para pensadores, músicos, pesquisadores e para quem precisa de tempo e relaxamento.

© fotos: divulgação/fonte:via

Melhores destinos para conhecer em 2018, de acordo com especialistas em viagens

https://www.bwtoperadora.com.br/wp-content/uploads/2016/07/Barbados-Caribe-3.jpg

Se você gosta de viajar, as dicas abaixo são valiosas. Os dez destinos listados são tendências exploradas pelas revistas especializadas em viagens nos últimos tempos, e com certeza tornarão suas próximas férias inesquecíveis.

De lugares econômicos a destinos exóticos, confira as melhores opções para 2018:

Eslovênia

https://i1.wp.com/www.thetravelwarehouse.co.nz/balkans.jpg
Todo mundo parece estar descobrindo essa joia financeiramente acessível na Europa Oriental ao mesmo tempo: recentemente, a Lonely Planet nomeou os Alpes Julianos (foto) uma das 10 principais regiões para se visitar. O New York Times apresentou a encantadora capital medieval de Ljubljana em seus destinos de 36 horas.

A National Geographic deu seu prêmio Legado do Mundo à capital, e a chefa local Ana Ros foi nomeada a Melhor Chefe Mulher do Mundo no prêmio “Os 50 Melhores Restaurantes do Mundo”, por S. Pellegrino. A pequena nação também é um dos destinos mais ecológicos do mundo, oferecendo rafting, caminhadas, passeios de barco e ciclismo no verão, além de esqui no inverno, e fabulosa comida e cultura o ano todo.

Portugal

https://i1.wp.com/www.telegraph.co.uk/content/dam/Travel/Tours/portugal-xlarge.jpg
Portugal é um país que recebe turistas com os braços abertos, oferecendo uma excelente mistura de história e modernidade. Tem de tudo: cidades animadas, praias belíssimas de areia branca, vinhedos exuberantes, peixes frescos, sobremesas maravilhosas, e o melhor de tudo: a um preço amigável para as carteiras, principalmente em comparação com outros países europeus mais visados. Também é bom para viagens em família e para quem ama cultura: você vai se deliciar em suas ruas de paralelepípedos recheadas de lojas, restaurantes, fontes e estátuas de líderes e poetas.

Detroit

https://i0.wp.com/gangsterreport.com/wp-content/uploads/2015/08/atb.jpg
A cidade americana de Detroit vem se reinventando como destino turístico, de acordo com Suzanne Rowan Kelleher, especialista em férias familiares do Tripsavvy.com. Uma geração emergente de jovens chefs tem lançado novos restaurantes, cervejarias e bares de coquetel incríveis, e se deslocar por lá tem se tornado mais fácil graças ao novo bonde QLINE.

A cidade também vem ampliando constantemente a sua vida à beira-rio, com um sistema interconectado de parques, pavilhões, caminhos e espaços verdes abertos ligados pelo popular RiverWalk. Uma opção interessante é o DNR Outdoor Adventure Center, onde as crianças têm a chance de pegar peixes, remar um caiaque, andar de snowmobile etc. Outra atração divertida é o Zoológico de Detroit, com a maior exposição de pinguins do mundo, que permite que os visitantes tenham vistas acima e abaixo da água.

Namíbia


Segundo os especialistas em viagem da Jacada Travel, a Namíbia é uma das verdadeiras áreas selvagens do mundo: uma das nações menos densamente povoadas da Terra, com horizontes ilimitados, dunas de areia infinitas, um oásis de vida selvagem e cultura antiga. Este pacífico país africano deve estar no topo dos principais destinos turísticos de 2018, com três novos campos de safári abrindo no próximo ano.

Além das clássicas opções de avistamento de animais, como leões, elefantes e rinocerontes, esses passeios incluem experiências culturais com o povo de Himba e Herero e interações únicas com pesquisadores de girafas. Por fim, a Namíbia é uma escolha financeira inteligente, já que seus safáris têm preços em dólares da Namíbia, uma moeda amarrada ao rand sul-africano, em vez do dólar norte-americano, como muitos dos outros destinos de safári do sul da África, o que significa que você pode fazer uma viagem bastante confortável por um preço mais em conta.

 

Tailândia

https://123turismo.files.wordpress.com/2013/10/fotolia_12791054_subscription_xl.jpg
Cada vez mais visitada, a Tailândia está se tornando um destino incrível com boas opções turísticas o ano todo, em diferentes partes desse país muito diversificado. Ele possui a mistura perfeita de atividades que os viajantes procuram: comida incrível, experiências culturais, praias fascinantes, ruínas antigas, templos e ótimas opções esportivas, de golfe a mergulho a aulas de kick-boxing.

E ainda é um destino muito barato. “Sobretudo, as pessoas são incrivelmente amigáveis – [a Tailândia] não é chamada de Terra dos Sorrisos à toa”, conclui Larry Olmsted, autor da “The Great Life Column” da revista Forbes.

Maremma

https://i2.wp.com/irpiniaoggi.it/wp-content/uploads/2017/02/3-viaggi-Maremma-toscana.jpg
“Maremma é o lugar certo para se ter a verdadeira experiência do verão italiano”, argumenta Erica Firpo, jornalista de viagens e especialista na Itália do UnlockedRome. Ela prevê que a área ainda pouco explorada do sudoeste da Toscana será um excelente destino em 2018 por seus quilômetros de litoral intocada, belos vinhedos, fazendas e cidades nas colinas.

As suas vastas praias têm restaurantes encantadores e resorts, enquanto suas cidades medievais são recheadas de fortalezas, castelos e torres. Afunde realmente no campo para ter um gosto autêntico de Maremma: dirija pelas três estradas Strade del Vino e dei Sapori, saboreie os vinhos SuperTuscan, Morellino e Vermentino, e prove a culinária regada a azeite, carne, queijo e macarrão.

Barbados

https://i0.wp.com/www.desicatur.com/wp-content/files_mf/1barbados_sand_beach_wallpapernormal.jpg
Este incrível destino caribenho de águas turquesas está seguro quando se trata de furacões, o que é uma coisa importante depois dos desastres do ano passado. Além disso, possui resorts fantásticos, belas praias e atividades de aventura a excelentes preços. Para 2018, três destaques culturais da ilha, incluindo Bridgetown, a capital com designação de Patrimônio Mundial da UNESCO, serão atualizados e melhorados graças a uma grande doação cultural.

Em Bridgetown, é possível explorar sítios históricos, visitar uma taberna de piratas, comprar produtos com isenção de impostos e provar deliciosas iguarias locais, só para depois curtir um mar incrível de ilha tropical.

Edmonton

https://i2.wp.com/tarcisiomedeiros.net/wp-content/uploads/2016/09/Edmonton-1.jpg
Na região de Alberta, você pode não estar tão familiarizado com Edmonton quanto com Toronto ou Montreal, mas três dos dez melhores restaurantes do Canadá eleitos em 2017 estão localizados nesta encantadora cidade. Para 2018, este destino canadense em ascensão também inaugurará o Funicular do Vale do Rio, proporcionando acesso do centro da cidade ao vale do rio, e o RAM (Royal Alberta Museum), o maior museu do oeste do Canadá com galerias mostrando história natural e humana.

Para os fãs de dinossauro (e quem não é), o Nodosaur – um dinossauro de 110 milhões de anos descoberto em Alberta e o melhor fóssil preservado já encontrado – será exibido em maio no Museu Royal Tyrrell. Por fim, Edmonton ainda é o lar da maior extensão de parques urbanos do Canadá, com 20 parques abrangendo ambos os lados do rio North Saskatchewan, que corre diretamente pelo meio da bela cidade. Durante os meses de inverno, você ainda tem a chance de apreciar belas auroras à noite.

Londres

https://upload.wikimedia.org/wikipedia/commons/thumb/1/14/London_-_panoramio_%28190%29.jpg/1024px-London_-_panoramio_%28190%29.jpg
Os especialistas em viagens da Audely Travel esperam que 2018 seja um ano incrível para visitar a capital britânica. O príncipe William e sua esposa, a Duquesa de Cambridge Kate, esperam seu terceiro bebê real para abril do ano que vem, o que certamente criará uma atmosfera festiva em Londres.

Se você é fascinado pela monarquia da Grã-Bretanha, pode visitar a Torre de Londres e admirar as Joias da Coroa, comemorar o senso de estilo da princesa Diana na exposição “Diana: Her Fashion Story” no elegante Kensington Palace, e assistir a cerimônia da Mudança da Guarda antes de visitar o Palácio de Buckingham. Além disso, um novo museu nas Galerias do Jubileu de Diamante da Rainha deverá abrir em 2018 na Abadia de Westminster.

Alasca

https://i0.wp.com/376ybx3qes149re2y3qtrfmk.wpengine.netdna-cdn.com/wp-content/uploads/2016/08/AT01-01075-updated.jpg
2017 trouxe o maior número de passageiros de cruzeiros ao Alasca, e 2018 expandirá a tendência com um navio para cada estilo e interesse, de viagens familiares a barcos luxuosos. Com certeza, navegar nas águas cristalinas do Alasca, conhecendo seus incríveis fiordes e paisagem gelada, é um sonho para muita gente.

A região é um destino natural fabuloso, com cadeias de montanhas, vulcões e animais como ursos pardos, linces e alces, bem como a chance de ver um dos fenômenos mais incríveis do mundo: a aurora boreal. Além de história e cultura, é possível fazer diversos passeios esportivos, incluindo trilhas, alpinismo e ciclismo montanhoso. fonte:via [Reader’sDigest]

COMO UM PILOTO DE UMA AERONAVE VÊ O MUNDO

A Lake in Pomerania, Poland

Amsterdam

Athens

Bac Son Valley, Vietnam

Barcelona

Bern

Cape Town

Central Park, New York City

Chicago

Dubai

Dubrovnik

Giza Pyramids, Egypt

Mali, Maldives

Mangroves in New Caledonia

Marina Bay, Dubai

Maze at Longleat, England

Meskendir Valley, Turkey

Mexico City

Moscow

Namib Desert, Namibia

Niagara Falls, U.S.A.

Paris

Rio de Janeiro

Seattle

Shanghai

Terraced Rice Fields, China

Tulip Fields, The Netherlands

Vancouver

Vatican City

Venice

 

Cadela resgatada das ruas da Índia agora viaja o mundo com seus tutores

Quando Rochelle Lucas conheceu Kala, a cadela estava morando na rua em frente a seu escritório em Bangalore, Índia. Todos os dias, na hora de seu intervalo do jantar, ela e seu colega de trabalho, Sonal, saiam para dar uma volta e, entre todos os outros cachorros que viam no caminho, Kala era especial para eles.

Havia alguns cachorros de rua perto do escritório, mas ela se destacou“, disse ela ao Dodo. “Ela era magrinha e tinha enormes olhos castanhos cativantes. Depois de algumas semanas, Sonal e eu começamos a alimentá-la. Nós guardávamos um pouco do nosso jantar, colocávamos em um recipiente de plástico e começamos a levar para ela quando a víamos”, contou.

01kala

Dia após dia, mês após mês, Rochelle continuou a alimentar Kala nos passeios depois do jantar e, lentamente, começou a se apaixonar por ela. Ela até começou a vê-la pela manhã antes de trabalhar para passar algum tempo brincando com ela e conhecê-la. Rochelle começou a perguntar às pessoas sobre Kala, tentando saber um pouco mais sobre ela e encontrou quem se lembrasse dela ainda filhote. Lhe contaram que ela nasceu na rua perto do escritório, e tinha aproximadamente 2 anos.

Finalmente, cinco meses depois de encontrá-la, Lucas e seu marido decidiram adotar Kala. Estavam muito empolgados em fazer de Kala o mais novo membro da família, mas, infelizmente, precisaram aguardar alguns meses, pois tinham várias viagens planejadas e não queriam adotar Kala e depois colocá-la num canil imediatamente. Eles queriam adotá-la quando estivessem em casa e pudessem lhe dar atenção, mas de repente tudo mudou quando perceberam que Kala estava grávida.

02kala

Ela teve uma ninhada de cinco cachorros na rua“, disse Rochelle. “As autoridades locais a iriam sacrificar tanto ela quanto seus cachorros. Nesse ponto, todos os nossos planos mudaram e decidimos adotá-la antes. Os levamos a um abrigo que pôde cuidar dela e dos filhotes até terem idade suficiente para se separar. Nós lhes demos dinheiro para cuidar de todos eles“.

Uma vez que seus cachorros tinham idade suficiente para ser adotados e Kala finalmente estava pronta para se juntar à sua nova família, o casal foi ao abrigo buscá-la e percebeu que Kala tinha ficado muito, muito magra. O pobre cão parecia ter contraído algum tipo de doença enquanto estava no abrigo e perdeu 40% do peso corporal. Eles imediatamente a levaram a um veterinário, onde ficou internada por cinco dias.

03kala

“Quando finalmente a trouxemos para casa, demorou cerca de dois meses antes de recuperar o peso do corpo e voltou a ser saudável”, contou. “No total, para finalmente trazê-la para casa, levou cerca de oito meses”.

A partir do momento em que Rochelle conheceu Kala, ela sabia que ela era especial e, através de todos os obstáculos que surgiram, nunca desistiu da esperança de que, eventualmente, Kala fosse dela. Mesmo que o casal tivesse que adotar Kala um pouco mais cedo, eles resolveram o problema de ter que deixá-la em um canil apenas levando-a com eles em todos os lugares em que estiveram desde então.

04kala

Agora, sete anos depois, Kala está amando sua nova vida e vai absolutamente a todas as viagens com seus pais. Ela já morou em quatro países e viajou para outros 21. Ela passou de um cão de rua para uma viajante: ama caminhar, visitar pontos turísticos e cumprimentar todas as pessoas que atravessam seu caminho.

Ela ama as pessoas“, conta Rochelle. “Eu acho que é assim que ela sobreviveu na rua. Quando vamos aos lugares, ela sabe quais pessoas gostam de cães e se aproxima deles e pede um carinho. Nós a levamos a todos os lugares com a gente e ela pede um afago onde quer que vá. Ela faz isso no metro, nos cafés, nos pubs e se conhecemos pessoas quando estamos caminhando“.

05kala

06kala

07kala

08kala

09kala

010kala

Acompanhe Kala em sua página no Facebook.

* Imagens: Reprodução/fonte:via