Cobra e centopéia travam uma luta improvável no deserto; veja o vídeo

Duas criaturas improváveis lutam no deserto do Vietnã em batalha final e surreal. Em um vídeo de três minutos postado no Live Leak, podemos ver uma luta mortal entre uma cobra píton e a uma centopéia gigante. Elas se mordem, imobilizam e tentam derrotar a oponente.

Nas filmagens raras, elas giram e se torcem em forma de um pretzel, girando e se retorcendo. À medida que a centopéia leva vantagem na batalha, aperta mais o corpo da serpente. A barriga branca do réptil aparece quando a centopeia rasteja por cima e parece estar roendo o pescoço da cobra.

Quando a serpente se contorce nos momentos finais, a centopéia pode relaxar, tendo vencido a improvável batalha da natureza.

Assista:

Foto: Tobias Nordhausen /fonte:via

16 fotografias assustadoras da Guerra do Vietnã pelas lentes geniais de Larry Burrows

As guerras podem dizer muito sobre a humanidade, e não é à toa que grandes diretores já fizeram filmes com os conflitos como pano de fundo para histórias sobre os humanos que fazem parte delas. Mas dificilmente a melhor das ficções poderá superar a realidade.

Daí vem a importância dos fotojornalistas que arriscam a vida para captar imagens dos conflitos. É o caso do britânico Larry Burrows, que clicou a Guerra do Vietnã entre 1962 e 1971. Suas coleções foram constantemente publicadas pela Revista LIFE, e seu trabalho costuma ser usado como referência pela dureza das imagens que documentaram os horrores da guerra.

Se a Guerra do Vietnã trouxe reconhecimento profissional a Burrows, também foi responsável por sua morte: em 1971, ele e outros três fotojornalistas morreram depois que o helicóptero que os transportava até o Laos para registrar uma operação militar foi abatido.

Atenção: contém imagens fortes

 

Fotos © Larry Burrows/fonte:via

Este retiro ecológico nas montanhas do Vietnã é o paraíso na Terra

Longe das tumultuadas cidades vietnamitas, esse retiro nas montanhas do parque nacional Hoang Lien é pura paz. O Topas Ecolodge conta com 33 bangalôs e fica a 45 minutos (ou apenas 18 km) do povoado de Sapa, no norte do Vietnã.

Embora o gerente do hotel seja francês, 95% dos funcionários pertencem a minorias étnicas da região. Aberta em 2005, a construção também busca gerar o mínimo de impacto ambiental. Para isso, as compras são realizadas localmente sempre que possível e o uso de energia é restrito apenas ao necessário. Sistemas de separação de lixo foram implementados no local e as sobras de alimentos são destinadas a fazendeiros locais, para que sejam utilizadas na alimentação de animais.

Apesar disso, a acomodação pode não ser para qualquer um. Para evitar os danos ao entorno e oferecer uma verdadeira imersão na vida das montanhas do Vietnã, muitas comodidades foram cortadas da lista. Portanto, os bangalôs não dispõem de televisão ou conexão à internet – embora o wi-fi esteja disponível no lounge do hotel. Além disso, faltas de água e de luz são comuns na região, como explica o site do Topas Ecolodge.

O vídeo abaixo dá uma ideia do que você irá encontrar por lá (em inglês, mas vale assistir pelas imagens incríveis da região):

 

Fotos: Topas Ecolodge /fonte:via

Essas lindas fotos do cotidiano vietnamita vão te fazer querer conhecer o país

Maritina Laskaridou e Konstantinos Pappas são artistas visuais gregos sediados em Atenas. Maritina trabalha em uma variedade de projetos, incluindo direção artística, tipografia personalizada e moda e Konstantinos trabalha como ilustrador. Juntos, eles viajaram de norte a sul do Vietnã e imortalizaram sua passagem documentando a vida cotidiana local.

Durante a jornada, as duas mentes criativas registraram impressionantes fotografias enquanto cruzavam estradas. Em uma coleção de fotos magníficas, os dois nos oferecem um belo testemunho de momentos comuns, porém únicos do que observaram por lá.

Confira:

vietna (1)

vietna (2)

vietna (3)

vietna (4)

vietna (5)

vietna (6)

vietna (7)

vietna (8)

vietna (9)

vietna (10)

vietna (11)

vietna (12)

vietna (13)

* Imagens: Maritina Laskaridou e Konstantinos Pappas Fonte:via

Aí estão mais imagens para você se apaixonar pelo Vietnã – como se precisássemos

Viajar é muito mais do que fazer as malas e partir, viajar é partir e voltar trazendo um pedacinho do mundo com você para sempre. A estudante francesa Manon Esnouf passou alguns meses na Ásia e foi lá que acabou se apaixonando por fotografia.

No Vietnã ela ficou encantada pelas pessoas e cenas com as quais se deparou durante o tempo em que ficou por lá e decidiu fotografá-los para nunca esquecer o que viu. Nas fotos, ela consegue mostrar a beleza da paisagem, a cultura e a atmosfera desta parte do mundo.

Veja algumas de suas imagens, um convite maravilhoso para viajar ao Vietnã:

Esnouf

Esnouf2

Esnouf3

Esnouf4

Esnouf5

Esnouf6

Esnouf7

Todas as fotos: © Manon Esnouf /fonte:via