Desenho inédito de da Vinci deve ser vendido por mais de US$ 15 milhões

Leonardo da Vinci foi um gênio muito à frente de seu tempo. Alguns de seus projetos só conseguiram sair do papel graças a mais de 500 anos de desenvolvimento tecnológico, e os frutos de seu talento continuam sendo descobertos até hoje.

O caso mais recente é de um desenho datado de 1492, quando o artista tinha 40 anos, que só foi descoberto em 2016, enquanto um especialista em da Vinci vasculhava uma coleção particular francesa.

Obra recém-descoberta de da Vinci será leiloada em breve

A obra é bem representativa da versatilidade do genial italiano: de um lado há a ilustração, feita de caneta e tinta, de São Sebastião amarrado a uma árvore. No verso, da Vinci anotou resultados de experimentos científicos sobre a luz de velas.

Em 2016, a casa de leilões Tajan avaliou a obra em cerca de US$15,8 milhões, mas o valor estimado cresceu bastante nos últimos tempos, especialmente depois que a pintura Salvator Mundi, que passou séculos sendo considerada perdida, foi leiloada por incríveis US$450 milhões, aumentando a expectativa pelo valor do desenho de São Sebastião.

‘Salvator Mundi’ fez multiplicar o interesse pelas obras inéditas de da Vinci

O nome de da Vinci será ainda mais lembrado no mundo da arte que o normal a partir de 2019: entre 24 de outubro do ano que vem e 24 de fevereiro de 2020, o Louvre vai realizar uma “exposição sem precedentes” das obras do renascentista, em homenagem aos 500 anos de seu falecimento.

Fotos: Reprodução/Wikimedia Commons/fonte:via