A dupla canina mais famosa do Instagram agora ganhou uma nova amiga

Era uma vez, Harlow e Sage, uma weimaraner enorme que era a melhor amiga de umadaschund, essa mais velhinha, com 13 anos de idade, que já apareceu por aqui. Depois que Sage faleceu, a gigante teve de enfrentar a dor da perda. Até  que um dia apareceu Indiana, uma nova daschund para alegrar seus dias.

A dupla ganhou fama no Instagram por conta de seus vídeos  e fotos engraçadas, além de outras que esbanjam amor. Inseparáveis, a amizade cresceu tanto que agora é  dividida com uma recém  chegada à  família,  Reese, outra “salsichinha”, mas desta vez menor ainda.

A panelinha de amigas agora está mais animada do que nunca, com muitas brincadeiras, sonecas e poses para os cliques, claro. O Instagram do trio inseparável tem mais de 500 mil seguidores. O motivo? É só acompanhar algumas fotos abaixo pra entender que a fofura vem em três tamanhos diferentes:

harlowreese

harlowreese15

harlowreese14

harlowreese13

harlowreese12

harlowreese11

harlowreese10

harlowreese9

harlowreese8

harlowreese7

harlowreese6

harlowreese5

harlowreese4

harlowreese3

harlowreese2

Todas as fotos © Harlow and Sage

Brasileiro passa por cirurgia para tirar peixe vivo do ânus

destaqaue

História do brasileiro, do Paraná, que introduziu um peixe piramboia vivo no ânus e as imagens de sua cirurgia para a retirada do bicho ganharam a internet de novo, depois de dois anos. Confira:

A história de verdade – e o pior é que foi verdade mesmo – aconteceu há um pouco mais de dois anos, por volta de abril de 2012. Nesse período, um brasileiro muito sem noção estava passando por uma cirurgia de emergência para tirar do abdômen um peixe piramboia – de mais ou menos 70 centímetros – que ele havia introduzido na “retaguarda”.

Bom, dois longos anos se passaram desde que essa história ganhou a rede e ninguém sabe porquê só agora os jornais que cobrem bizarrices mundo a fora, como Daily Mail e Huffington Post, descobriram o caso. E, juntamente com a notícia, claro, eles publicaram também o vídeo da operação, que você poderá ver aqui comentários se quiser, lógico, porque as cenas são fortes e um tanto perturbadoras.

1

De acordo com a equipe médica do Hospital Universitário de Londrina, no Paraná, que fez o atendimento na época, o problema do indivíduo começou mesmo na hora de tirar o peixe do ânus, uma vez que o bicho não queria sair de forma alguma de sua nova morada. Os médicos, claro, prestaram todo o atendimento necessário ao coitado, mas não deixaram de se divertir com o caso e acabaram gravando a cirurgia inteira com seus celulares. 

O vídeo, feito sem qualquer autorização do paciente, acabou caindo na internet, como era de se esperar. Mas, no final das contas, isso virou coisa de justiça, uma vez que o homem se sentiu constrangido com a divulgação, o que brigou a Universidade Estadual de Londrina e o Conselho Regional de Medicina a abrirem sindicância para apurar o vazamento das imagens. O resultado do processo jamais foi divulgado, mas sabe-se que o homem está totalmente recuperado e que o peixe – muito parecido com uma enguia – não conseguiu sobreviver.

Em 2012

Em 2012, Singapura, um país de 5 milhões de habitantes, passou 80 dias em que nem um único roubo ou furto foi registrado.

Guerra Civil

Pessoas se juntaram para salvarem as obras do museu em Madrid durante a Guerra Civil.

Milionário esconde 6 milhões de reais em montanhas e publica livro com dicas sobre onde está o tesouro

O sapo golias

O sapo golias, maior anfíbio anuro do planeta! Pode ter até três quilogramas, medir mais de 30 centímetros e saltar quase três metros. Encontrado em uma área restrita entre Camarões e Guiné Equatorial, estes animais sofrem com a perda de habitat e a captura para serem vendidos no exterior como animais de estimação.

8 fotos trágicas e perturbadoras que chocaram o mundo

destaque

Confira, abaixo, algumas fotografias que chocaram o mundo ao mostrar a realidade de algumas situações trágicas ao longo da história e renderam inúmeros prêmios aos seus autores:

A história do mundo é repleta que passagens sombrias, em que foram testemunhados muitos momentos de tristeza e de dor entre as pessoas. A maioria dessas tragédias, como você vai ver nas fotos abaixo, foram resultado de conflitos por terra ou poder, que aconteceram e continuam acontecendo por aí, em inúmeros lugares em que a população não consegue chegar a um acordo territorial. Mas há ainda as catástrofes causadas pela fúria da natureza, que são também tão mortais quanto a guerra.

Esses períodos trágicos, como você deve imaginar, sempre foram acompanhados de perto pela imprensa. E, por mais que o desespero seja predominante nessas situações, a verdade é que o sofrimento humano já rendeu inúmeras fotografias incríveis e, ao mesmo tempo, perturbadoras, que renderam inúmeros prêmios aos seus autores.

Abaixo você vai conhecer alguns desses registros fotográficos que chocaram o mundo ao mostrar a realidade de algumas situações trágicas ao longo da história. Confira:

8. Refugiados de Kosovo

1

Fotógrafo: Carol Guzy

Agim Shala, 2 anos de idade, é passado por baixo da cerca de arame farpado, sendo entregue a sua família. A fotógrafa ganhou o prêmio Pulitzer, a maior premiação da categoria fotografia em concursos. A imagem foi registrada no ano 2000.

7. Guerra Civil da Libéria

2

Fotógrafo: Carolyn Cole

A foto, chamada de “Guerra abaixo dos pés” retrata os efeitos devastadores da Guerra Civil da Libéria. A foto foi tirada nas ruas de Monróvia, capital do país; e rendeu à fotógrafa o prêmio Pulitzer de 2004.

6. World Trade Center

3

Fotógrafo: Steve Ludlum

Como a maioria das pessoas devem saber, essa foto retrata o grande atentado às Torres Gêmeas, em Nova York, no dia 11 de setembro de 2001.  Ela foi feita imediatamente após o choque do avião nos prédios e rendeu ao fotógrafo o prêmio Pulitzer de 2002.

5. Massacre da Tailândia

4

Fotógrafo: Neal Ulevich

Premiada em 1977, a foto captura a desordem e a brutalidade nas ruas de Bangkok. Na época, o país estava vivendo um período conturbado, que resultavam em confrontos violentos, especialmente com universitários. Vários estudantes, como mostra a foto, foram baleados, espancados, enforcados, mutilados e até mesmo queimados vivos.

4. Tempestade tropical Hanna

5

Fotógrafo: Patrick Farrell

Em 2008, Farrell capturou os horrores vividos pelas vítimas da tempestade tropical Hanna, que havia se  abatido sobre o Haiti. Com essa foto, chamada Após a Tempestade, ele foi premiado com Pulitzer em 2009. A imagem, aliás, retrata um jovem rapaz que tenta resgatar um carrinho de bebê dos destroços de sua casa.

3. O poder de um só

6

Fotógrafo: Oded Balilty

A fotografia, feita em 2006, retrata uma jovem judia de 16 anos, chamada Ynet Nili, que apesar da pouca idade, se mostra bastante corajosa. Sozinha, ela tenta forçar a barreira transparente contra uma tropa inteira. Na época, o governo israelense decidiu arrancar, à força, os colonos ilegais do lugar. “The Power Of One” ganhou o prêmio “Pulitzer Breaking News Photography” em 2007.

2. Depois do Tsunami

7

Fotógrafo: Arko Datta

Este é considerado um dos registros mais marcante da devastação que se seguiu a passagem do tsunami do Oceano Índico. Chamada ‘Depois do Tsunami’, a imagem retrata uma mulher de luto pela morte de um parente.

1. Tragédia de Omayra Sanchez

8

Fotógrafo: Frank Fourier

Em 1985, na Colômbia, a erupção do vulcão Nevado del Ruiz causou um delizamento de terras que matou mais de 25 mil pessoas. Durante esse evento, o fotógrafo registrou a história trágica de Omayra Sanchez, uma menina de 13 anos, que ficou  sob os escombros de sua casa durante 60 horas. Ela passou tanto tempo nessa situação que acabou morrendo devido a hipotermia e gangrena que acabou desenvolvendo. “A tragédia de Omayra Sanchez” acabou rendendo ao fotógrafo o prêmio World Press Photo de 1985.