A casa feita de containers mais estilosa que você já viu

A arquitetura tem mudado e se adaptado aos novos tempos, e um dos itens mais reaproveitados ultimamente são os containers, ótimos não só pra trazer aquela encomenda especial da China, mas também para se tornar um lar. O escritório do arquiteto Patrick Bradley foi responsável por uma casa de fazenda feita com containers, que é moderna, diferente e, ao mesmo tempo, simples, próxima à cidade de Maghera, no Reino Unido.

Para construir a chamada Grillagh Water House, Bradley teve de reduzir custos e encontrar novos métodos de construção. Mesmo diante do conflito entre os materiais de design que gostaria de colocar na estrutura, os containers, vindos da cidade de Bangor, parecem perfeitos na concepção do projeto.

As duas caixas de metal foram então colocadas de maneira perpendicular, formando uma propriedade rural nada tradicional, tanto por dentro quanto por fora. “Gostaria que parecesse com uma escultura no meio da paisagem, mas ainda assim dialogasse com o que a cerca“, contou o arquiteto ao site Dezeen. Para se tornarem habitáveis, os contaners foram isolados para se tornarem à prova d’água, evitando a ferrugem.

Dá uma olhada:

 3-AM

4-AM

5-AM

6-AM

7-AM

9-AM

14-AM

15-AM

17-AM

18-AM 

Todas as fotos © Aidan Monaghan

Vídeo mostra a diferença que um corte de cabelo pode fazer para um morador de rua

A diferença entre eu ou você e um morador de rua não está no corpo, no cérebro ou na alma, mas na simples falta de recursos financeiros para levar uma vida digna. Duvida? Um projeto criado pelo norte-americano Tyler Bridges oferece cortes de cabelo e barba gratuitos para pessoas carentes. No fim das contas, basta uma tesoura e um pouco de água e xampu para que eles se pareçam com qualquer um de nós.

O vídeo, intitulado What’s the Difference (“Qual é a Diferença”, em português), afirma que há mais de 600 mil pessoas sem moradia nos Estados Unidos. As imagens em preto e branco mostram voluntários da Union Rescue Mission em Los Angeles, na Califórnia, durante um mutirão de corte de cabelo. “Algumas coisas me inspiraram a fazer isso – eu acho que a primeira e mais importante é como as pessoas, em geral, percebem indivíduos sem teto. Eu acho que elas vêem [o fato de morar na rua] como algo que está dentro da pessoa – então eu quis fazer algo para mostrar que eles não são tão diferentes, são como você ou eu“, afirmou Bridges em entrevista ao Huffington Post.

Os barbeiros voluntários atendem os moradores de rua como qualquer outro cliente, permitindo a escolha do corte e tudo mais, o que garante ainda mais auto-estima a essas pessoas, que nem sempre têm o direito da escolha. ”O propósito do vídeo foi chamar atenção aos moradores de rua. É desolador ver como alguns desses indivíduos vivem nas ruas e saber que muitos precisam de ajuda“, finalizou Bridges.

Assista ao vídeo e comece a semana da melhor maneira:

morador-rua-cabelo1

morador-rua-cabelo2

morador-rua-cabelo3

morador-rua-cabelo4

morador-rua-cabelo5

morador-rua-cabelo7

morador-rua-cabelo8

morador-rua-cabelo9

morador-rua-cabelo33

Todas as imagens: Reprodução YouTube

Pessoas que você precisa conhecer #5: Scott Neeson

Você acredita que há momentos capazes de mudar uma vida por completo? Quando o executivo de Hollywood Scott Neeson, 53 anos, deixou seu Porsche, iate e mansão em Los Angeles, na Califórnia (EUA), para passar um ano sabático pela Ásia, ele não sabia, mas sua vida regada a celebridades, salário milionário e luxo estava prestes a ganhar um significado maior.

Em uma visita ao Steung Meanchey, um lixão a céu aberto em Phnom Penh, no Camboja, ele observou o momento em que uma garota maltrapilha, com não mais que 9 anos de idade, pisava entre seringas usadas e cacos de vidro para recolher materiais que pudessem ser vendidos. Assim como ela, centenas de outras famílias encontravam no lixo a sobrevivência.

Chocado com a cena, Scott Neeson, que trabalhou no ramo do cinema de Hollywood por 26 anos, conquistando a cadeira da presidência da 2oth Century Fox International, decidiu retornar ao lixão meses depois. Enquanto ajudava três crianças carentes a serem tratadas, com dinheiro do próprio bolso, Neeson recebeu uma ligação. Era um de seus assessores falando sobre como uma estrela acabara de ter um chilique porque no jatinho privado em que ela iria viajar, não havia as comodidades solicitadas. O executivo encarou isso como um sinal e entendeu, de uma vez por todas, o quão absurdas são as diferenças entre essas duas realidades.

scott-neeson12

Em 2004, Neeson deixou um cargo na Sony Pictures e se mudou para o Camboja, onde fundou a Cambodian Children’s Fund. Em uma pequena casa de dois andares, ele instalou sua casa e o escritório da fundação, que começou ajudando 45 crianças. Hoje, Neeson criou uma escola onde atende mais de 1.500 crianças e jovens, tendo 100 deles conseguido empregos em hotéis e em restaurantes após receberem aulas de gastronomia e hotelaria. Além disso, o ex-executivo mantém três médicos e sete enfermeiras em tempo integral disponíveis para a população.

Se ele sente falta do glamour de Hollywood e de seu Porsche? “Eu não mudaria nada. Eu realmente acredito ter encontrado o lugar em que deveria estar. Mude qualquer parte do caminho que me levou até aqui e eu talvez jamais teria chegado a esse ponto“, afirma ele no site da fundação.

scott-neeson

scott-neeson2

scott-neeson3

scott-neeson4

scott-neeson5

scott-neeson6

scott-neeson7

scott-neeson8

scott-neeson9

scott-neeson10

scott-neeson11

scott-neeson13

scott-neeson14

scott-neeson15

scott-neeson17

scott-neeson133

scott-neeson156

Todas as fotos via Cambodian Children’s Fund

Google

Google está se preparando para virar uma operadora de telefonia celular.

TULIPAS

Esses são os belos campos de tulipas, na Holanda.

Beethoven

Os CDs foram feitos para comportar 74 minutos de música, pois essa é a duração da Nona Sinfonia de Beethoven.

Uma imagem comovente