De tirar o fôlego! Você pode ajudar a escolher a melhor fotografia de 2018

Estas imagens de tirar o fôlego mostram animais de diversas partes do mundo usufruindo da plenitude da vida livre na natureza. Ao todo são 25 fotografias escolhidas pelo Museu de História Natural para o concurso People’s Choice Award.

São registros de 95 países, com pinguins, focas, leões e raposas dentro d’água, realizando rituais e encontros. A beleza das fotografias mora na espontaneidade e o público vai poder ajudar na escolha do melhor clique.

One Toy, Three Dogs, de Bence Mate

As belas fotos foram tiradas nos últimos 12 meses em lugares paradisíacos como a República Dominicana e a Península Antártica.  O ensaio da natureza em sua expressão dá, mais uma vez, o tom para a urgência da preservação e proteção do meio ambiente. Que o progresso a todo o custo não seja o instrumento único de desenvolvimento. Desfrute!

1. ‘A Polar Bear’s Struggle’, de Justin Hofman, EUA

2. ‘Bond of Brothers’, de David Lloyd, Nova Zelândia/Reino Unido

3. ‘Resting Mountain Gorilla’, de David Lloyd, Nova Zelândia/Reino Unido

4. ‘Red, Silver and Black’, de Tin Man Lee, EUA

5. ‘Ice and Water’, de Audun Lie Dahl, Noruega

6. ‘Isolated’, de Anna Henly, Reino Unido 

7. ‘Family Portrait’, de Connor Stefanison, Canadá

8. ‘Under the Snow’, de Audren Morel, França

9. ‘Fox Meets Fox’, de Matthew Maran, Reino Unido 

10. ‘Teenager’, de Franco Banfi, Suíça

11. ‘Gliding’, de Christian Vizl, México

12. ‘Curious Encounter’, de Cristobal Serrano, Espanha 

13. ‘Three Kings’, de Wim Van Den Heever, África do Sul 

14. ‘Ambush’, de Federico Veronesi, Quênia

Fotos: Reprodução/fonte:via

Anúncios

Quando os filhos e netos de Bob Marley se reuniram para um retrato pela primeira vez em uma década

Bob Marley, a lenda do reggae, deixou um legado vivo: foram 11 filhos com sete mulheres diferentes, e essa é só a conta oficial. Ele também assumiu a criação de dois filhos de uma relação anterior de sua esposa, Rita Marley.

Alguns deles seguiram os passos musicais do pai e até alcançaram algum sucesso – casos de Ziggy, Stephen, Julian e Damian -, enquanto outros atingiram sucesso de outras maneiras, ligadas ou não à música – Cedella é uma empresária bem-sucedida e Karen se deu bem na indústria fashion.

Nem todos os descendentes de Bob são próximos, mas alguns deles, incluindo os netos Skip, que também é músico, e Joseph, se reuniram há algum tempo para participar de uma sessão fotográfica registrada pela GQ. O resultado é um ensaio de família pra lá de estiloso.

Cedella Marley

Ziggy Marley

Stephen Marley

Rohan Marley

Robert “Robbie” Marley

Karen Marley

Julian Marley

Ky-Mani Marley

Damian “Jr. Gong” Marley

Joseph “Jo Mersa” Marley (filho de Stephen)

Skip Marley (filho de Cedella)

Fotos por Eric Ray Davidson via GQ fonte: via

Usuário do Twitter encontra detalhe em post da Samsung que (quase) ninguém percebeu

A Samsung está passando por uma saia justa depois da postagem de um a fotografia atribuída ao novo lançamento da marca. Em sua conta no Twitter, empresa publicou a imagem de um casal, supostamente tirada pela câmera frontal do Galaxy A8.

Um usuário mais atento das redes sociais questionou a companhia sobre a veracidade da fotografia. Segundo Felipe, ela não teria sido tirada pelo novo aparelho telefônico.

A Samsung, por sua vez, manteve a postagem, garantindo que sim, ela foi feita com a câmera frontal do Galaxy A8.

Eis que o usuário joga por terra o argumento da empresa, mostrando que a foto do casal estava, na verdade, hospedada em um banco de imagens. Tem mais, ele selecionou outra imagens utilizadas pela Samsung, que também foram tiradas do GettyImages. Para piorar, os retratos foram feitos em 2015, muito antes do lançamento do Galaxy A8.

Diante da grande repercussão negativa, a Samsung retirou a postagem do ar. Em pronunciamento emitido pelo porta-voz, a empresa admitiu recorrer aos bancos de imagem, pontuando que ela “estão alinhadas com a identidade visual da campanha de marketing dos produtos”.

“A Samsung informa que nas redes sociais trabalha com fotos clicadas pelos smartphones e também, em alguns casos, com fotos de bancos de imagens que estão alinhadas com a identidade visual da campanha de marketing dos produtos. Sobre o post em questão, a empresa esclarece que, ao contrário do que foi informado em sua página oficial no Twitter, a peça publicitária é uma das que são provenientes de um banco de imagens como parte da comunicação do smartphone. A Samsung reforça que segue os mais altos padrões éticos na conduta de seus negócios e no relacionamento com o consumidor”.

Então, Felipe apresentou outras fotos que não foram tiradas pelos celulares da marca:

Fotos: Reprodução/fonte:via

Série fotográfica traz novos contrastes entre os dois mundos em que vivemos

Uğur Gallen nasceu e vive na Turquia, e há anos viu a Síria, seu país vizinho, ser mergulhada em uma guerra civil que afetou a vida de milhões de pessoas. Ele se incomoda com a desigualdade e os contrastes no modo de vida de cidadãos que moram a pouca distância uns dos outros, mas praticamente vivem em mundos diferentes.

Uğur fez montagens para criar uma série fotográfica impactante para evidenciar esse contraste. A primeira parte fez sucesso – até pintou  e estimulou o turco a continuar com o trabalho, capaz de nos alertar novamente para as brutas desigualdades que afetam o planeta.

Fonte:via Todas as imagens via Uğur Gallen

Sonhar em sair viajando sem destino em uma van? Então se inspire nesse Instagram

Largar tudo, encher uma van com somente o fundamental, pegar a estrada e viajar sem destino é o sonho de muitos e a realização, no entanto, de poucos. As dificuldades financeiras, os compromissos, os perrengues possíveis e todas as adversidades que tal aventura pode trazer costumam embarreirar esse sonho, e o perfil Project Van Life, ou Projeto Vida na Van (em tradução livre) posta fotos no Instagram para justamente manter acesa a chama de quem deseja viver na estrada.

A ideia é inspirar os nômades a viver essa vida na van, e mostrar as maravilhas e durezas de topar fazer da vida essa aventura. Trata-se de uma verdadeira comunidade de nômades, representada pelas belas fotos que ilustram a conta, e que nos provocam a botar o pé na estrada sem hora pra voltar nem lugar pra chegar.

 

© fotos: Instagram/fonte:via

Casal de influenciadores despenca de penhasco ao tentar tirar selfie

Um casal de influenciadores digitais acabou morrendo ao cair de um penhasco. Vishnu Viswanath, de 29 anos, e Meenakshi Moorthy, buscavam o melhor ângulo para tirar uma selfie quando perderam o equilíbrio.

A tragédia aconteceu no Yosemite National Park, no estado norte-americano da Califórnia. Os dois mantinham em conjunto o perfil no Instagram holidaysandhappilyeverafters, com mais de 25 mil segudiores.

Há alguns dias, Viswanath and Moorthy, que recentemente se mudaram da Índia para a Califórnia, alertaram os milhares de seguidores para os perigos de se arriscar pelo clique prefeito.

“Muitos de nós somos gostamos da adrenalina de correr riscos em busca do clique perfeito. Contudo, tais práticas podem ser letais, correto? Sua vida vale mais do que uma foto?”, encerraram.

Os blogueiros despencaram de uma altura superior aos 200 metros. Os corpos foram resgatados por um helicóptero da California Highway Patrol – órgão responsável pela segurança nas rodovias do estado do Oeste dos Estados Unidos./fonte:via

Fotos raras mostram o dia a dia dos Panteras Negras nos anos 1960 e 1970

Era 1967 e Stephen Shames ainda era um jovem fotojornalista dedicado a usar seu talento com a câmera para chamar atenção para questões sociais que precisavam ser debatidas. E um encontro com Bobby Seale foi fundamental para impulsionar a carreira de Stephen.

Bobby foi um dos fundadores do Partido dos Panteras Negras, uma organização para defesa dos direitos de pessoas negras nascido durante o Movimento dos Direitos Civis.

Foi Bobby quem pediu que Stephen se tornasse fotógrafo oficial dos Panteras, documentando as atividades diárias do grupo com um grau de intimidade que nenhum outro fotojornalista conseguiu atingir – o jovem era a única pessoa de fora do Partido com acesso direto aos ativistas.

À Vice França, Stephen declarou que seu objetivo era “mostrar os Black Panthers a partir de dentro, não simplesmente a documentar as suas lutas, ou a intenção de pegar em armas”, para “revelar o que acontecia nos bastidores e fornecer um retrato mais completo dos ‘Panteras’”.

Algumas das icônicas fotografias clicadas por Stephen estão em exibição em Lille, na França, dentro de ume vento chamado Power to The People. Confira algumas imagens que a Galeria Steven Kasher liberou para divulgar a obra de Stephen Shames.

Fotos por Stephen Shames (Cortesia da Steven Kasher Gallery)/fonte:via