Antes da Anestesia.

O paciente era segurado pelos assistentes enquanto mordia algo para não gritar. As vezes para aliviar a dor, eram combinadas várias substâncias, a maior parte delas extraída de plantas “medicinais”. Às vezes, a mistura ficava muito forte e o paciente morria por overdose.

Anúncios

Leopon

Um Leopon é um híbrido resultante do cruzamento de um Leopardo macho com uma Leoa.

Leopon é um híbrido entre uma leoa e um leopardo do sexo masculino. A cabeça do animal tem características de um leão, enquanto o resto do corpo carrega semelhanças dos leopardos. Seu corpo é moreno, quase cor de ouro, e tem uma infinidade de pequenas manchas marrons e rosetas. Estes híbridos são produzidos em cativeiro, mas pode ocorrer na natureza.O leopon é um animal bem grande no tamanho: na verdade, ele é um dos maiores felinos que vivem hoje. É desconhecido e muito pouco habitual, a maior parte das pessoas não conhece o leopon, mesmo em cativeiro.

Características físicas e de vida

O leopon pode medir entre 1,30m e 2,50m. Sua altura de 75 centímetros a quase um metro. Ele pesa entre 60 kg e 150 kg. O leopon é um animal que vive só, ou em pequenos grupos familiares.

Historia de vida

O primeiro leopon documentado foi criado em Kolhapur , Índia em 1910. Sua pele foi enviado para Reginald Innes Pocock por Walter Samuel Millard , o secretário do Bombay Natural History Society. Foi um cruzamento entre um grande leopardo e uma leoa. Dois filhotes nasceram, um dos quais morreu aos 2,5 meses e o outro ainda estava vivo quando Pocock descreveu em 1912. Pocock escreveu esse leopon tinha um corpo bem entroncado , mas que as manchas em seus lados eram menores e mais definido do que os de um leopardo indiano e eram castanhos e indistinto como as manchas de desvanecimento de um leão juvenil. As manchas na cabeça, coluna vertebral, barriga e pernas eram negros e distintas. A cauda era semelhante a de um leopardo e listrada e tinha uma ponta escura com cabelos mais longos. A parte inferior é branca, as orelhas eram de cor marrom e tinham e a ponta da orelha era preta, mas não tinha a mancha branca encontrada em leopardos. Pocock escreveu que o mais próximo que ele já tinha visto este tipo de híbrido era o lijagulep ( congolês Spotted Lion) criados em Chicago.

Eles foram criados em zoológicos no Japão , Alemanha e Itália (este último era um “lipard”, ou seja a partir de um leão e um leopardo). Karl Hagenbeck, que produziu muitos híbridos diferentes, registrou o nascimento de leopons no Tierpark Hamburgo, na Alemanha, mas nenhum sobreviveu.. A pele do leopon e o seu crânio estão no Museu Britânico. Esse animal foi criado em Kolhapur Zoo na Índia e foi doado pelo tenente-coronel FW Wodehouse dos Estados júnior Serviços em algum momento entre 1920 e 1940.

O programa leopon foi bem sucedida. A mais bem sucedida foi em Koshien Hanshin Park, em Nishinomiya City, Japan. um leopardo chamado Kaneo cruzou com uma leoa chamada Sonoko . A leoa voluntariamente assumiu uma posição de lado para permitir que o leopardo muito menor pudesse cruzar. A ninhada de dois híbridos nasceu em 1959 e mais 3 nasceram em 1962. Em cativeiro, o normalmente solitário leopardo macho permaneceu com a família (o comportamento social é muitas vezes visto em espécimes em cativeiro de grandes felinos normalmente solitárias). Os híbridos provou ser estéril e o último morreu em 1985.

Com base nos dados dos gatos japoneses, leopons são maiores do que os leopardos e combinam características do leopardo e leão. Eles têm marrom, ao invés de pretos, manchas e caudas peludas. Eles sobem em arvores como leopardos e parecem gostar de água,e são sociaveis como leões. Leopons machos podem ter jubas rasas cerca de 20 cm de comprimento.

PL Florio publicou um relatório “Birth of a Lion x Leopard híbrido in Italy” em 1983 (refere-se ao “leopon inversa”, também conhecido como lipard ou liard ).

Homem encontra surpresa debaixo da cama

Dessa surpresa ninguém vai gostar! Você acredita em monstros debaixo da cama? Guy Whittall acredita, depois do que aconteceu com ele em 2013. O rapaz de 40 anos tinha acabado de chegar em casa, e foi dormir. De manhã, acordou tranquilamente, botou os pés para fora da cama sem perceber nada de errado, levantou, foi tomar o seu café da manhã… E torrada vai, torrada vem, uma empregada começa a gritar desesperadamente em seu quarto.

Guy correu para ver o que tinha acontecido, e se deparou com uma surpresinha não muito agradável – um crocodilo de 2,5m relaxando embaixo de sua cama. Da cama na qual ele havia acabado de passar 8 horas dormindo inocentemente. A besta, um Crocodilo do Nilo, conseguiu ficar escondida por mais de 8 horas, provavelmente ainda mais.

3a

Guy Whittall é um ex-jogador de Cricket, e começou a entrar em pânico pensando no que poderia ter acontecido. “Eu coloquei os pés pra fora da cama,” conta ele. “Meus pés descalços estavam há centímetros da boca do crocodilo!” Realmente não é muito fácil de se manter calmo depois de uma dessas. Mas tudo deu certo.

3b

“Crocodilos são experts em se esconder. Eles sabem como passar despercebidos, está na natureza deles,” explicou Guy. “Esse aqui veio do Rio Turgwe, que fica a aproximadamente 2km daqui. Eles saem andando por aí quando está frio ou chovendo. Ele provavelmente gostou de ficar debaixo da cama porque lá é quentinho.”

3c

3d

3e

Ele teve que chamar alguns amigos para ajudar a remover o animal, e soltá-lo de volta no rio. O crocodilo resistiu, mas o pessoal de lá sabe o que está fazendo. E de acordo com Guy, conter um crocodilo em terra firme é uma tarefa desafiadora. “O único perigo real é a mordida, já que ele não pode te afogar. Então, a coisa mais importante é imobilizar o focinho.”

E não pense que é só prender o bichinho não – os crocodilos vão brigar pelo controle. E eles são bem fortes. Mas os caras são profissionais. Só que de agora em diante, com certeza vão conferir se tem algo debaixo da cama antes de dormir… E você, como reagiria se se deparasse com uma fera dessas no seu quarto?

As 7 frutas com o preço mais exorbitante do mundo

morangomoney

Algumas frutas consideradas de alto padrão espalhadas pelo mundo têm o preços altos. Descubra que frutas são essas e por que elas custam tão caro:

 

Se você acha que as frutas da feira do seu bairro estão muito caras, pode ficar aliviado. Em alguns lugares elas possuem um preço ainda mais exorbitante, como no Japão, por exemplo.

O preço alto geralmente está associado à raridade dessas frutas ou simplesmente a qualidade acima da média que elas apresentam. Além do Japão, o mercado de luxo das frutas tem ganhado força também em países como Inglaterra e Estados Unidos. Será que a moda pega no Brasil?

1. Melancia Densuke

f1

As melancias Densuke típicas do Japão e custam em torno de US$ 121,00. Elas são vendidas nas lojas da Sembikiya, que podem ser encontradas em Tóquio e no país inteiro.

Essa melancia com tons mais escuros é caracterizada por possuir um sabor especial, mais adocicado e suculento. Além disso, elas crescem exclusivamente na ilha de Hokkaido, no norte do Japão, e apenas 100 unidades de Densuke são cultivadas o ano todo.

Por isso, o preço alto. Em 2008, uma melancia Densuke entrou em leilão e foi vendida por US$ 6,100, tornando-se a melancia mais cara do planeta.

2 . Maçãs Sekai-Ichi

f2

Essas maçãs também são típicas do Japão e custam US$ 21,00.Você leu certo, cada unidade dessa maçã custa US$ 21, ou seja, aproximadamente R$ 47,00.

A tradução literal da maçã seria “a melhor do mundo” e elas são lavadas com mel para conferir um sabor especial à fruta. Os pomares onde as Sekai-Ichi são cultivadas são polinizados à mão com um artefato especial, sendo que cada fruta recebe um cuidado especial algo que não é muito incomum na cultura japonesa, que é obcecada pela qualidade das frutas.

3. Melões Yubari

f3

Outra fruta japonesa, duas unidades desse melão custam US$ 225. Comprar um melão Yubari pode até ser um bom investimento para alguns japoneses, já que em determinada época um par de melões Yubari foi vendido por US$ 23,500, fazendo deles as frutas mais caras no mundo.

Eles também são cultivados na ilha de Hokkaido, no norte do Japão, e são classificados como frutas-híbridas, com tonalidade de um laranja vivo por dentro e de um amarelo mais opaco por fora.

Apenas para ter uma ideia, eles são cultivados com “chapéus”, para que não sejam queimados pelo sol. A fruta possui um gosto adocicado, e tem uma ótima aparência.

4. O abacaxi inglês

f4

Como o próprio nome diz, o abacaxi inglês é típico da Inglaterra e custa US$ 1,600. O que mais chama a atenção nos abacaxis é  o modo que eles são cultivados.

Eles são criados por dois anos embaixo de uma combinação bastante exótica: palha, esterco e urina de cavalo. Segundo os criadores, essas “técnicas vitorianas” permitem que a fruta se desenvolva mesmo com o clima pouco propício da Inglaterra.

Apesar de todo o trabalho, esses abacaxis nunca são vendidos para o público, sendo consumidos pelos próprios funcionários dos Jardins de Heligan, o valor apresentado acima é estimado.

5.Uvas Romanas Rubi

f5

Custando em média cerca de US$ 6,400. As uvas mais caras do mundo foram vendidas em um leilão em 2011, na cidade de Kanazawa no Japão.

Todas as uvas tinham aproximadamente o tamanho de uma bola de ping-pong, e para alcançarem o status especial de “Romanas Rubi”, elas precisavam ter um percentual de açúcar de 18% e pesar mais de 20 gramas.

6. Dekopon

f6

Preço: US$ 79,00 por 6 unidades

País: Japão e Estados Unidos

Comum no Japão e Estados Unidos, e vendido por cerca de US$ 79,00, cada 6 unidades, o Dekopon é uma fruta-híbrida. Ele é resultado da junção da laranja com a tangerina.

De acordo com as pessoas que já comeram esse raro alimento, o Dekopon é a fruta cítrica mais deliciosa do mundo. Até 2011, o Dekopon era cultivado exclusivamente no Japão, sendo que depois chegou aos Estados Unidos  e foi rebatizado com o nome de “Sumo”.

7. As mangas do Território do Norte

f7

As mangas australianas foram comercializadas no valor de US$ 50,000. No entanto, não existe nada de excepcional nessas mangas. Esse alto valor ocorreu em um leilão beneficente, em que o intuito do valor era  a caridade.

A fruta não apresenta exclusividade ou qualquer diferencial. O valor foi doado para Conselho de Próstata da Austrália e para o Conselho de Câncer da Austrália em evento em Sydney.

Artista de 7 anos surpreende o mundo com suas obras

Aelita Andre (nascido em 9 de janeiro de 2007) é um artista abstrato australiana conhecida por seu estilo de pintura surrealista e sua tenra idade. Ela começou a pintar quando envelhecida nove meses, e seu trabalho foi apresentado publicamente em uma exposição coletiva logo após ela completar dois anos. Sua primeira exposição individual foi inaugurado em Nova York, em junho de 2011, quando ela tinha quatro anos de idade.

Andre nasceu de pai australiano Michael Andre e mãe russa Nikka Kalashnikova. Como um bebê, muitas vezes ela viu seus pais, ambos os próprios artistas, trabalhar em telas no chão. Ela aprendeu a pintar antes que ela pudesse andar, vários meses antes de seu primeiro aniversário. Ela e sua família moram atualmente em Melbourne.

Carreira
Começo

Detalhe de Coral Nébula, uma das pinturas que apareceram no The Prodigy of Color.
A mãe de André, acreditando que sua filha ser uma criança prodígio, mostrou algumas das pinturas de André para um curador de arte baseada em Melbourne, quando a menina tinha 22 meses de idade. Impressionado com o trabalho, o curador concordou em incluí-lo em uma exposição coletiva na Galeria Brunswick Street, e ele começou a anunciar o show com pinturas de André, antes que ele soube de sua age.Although ele ficou surpreso, ele manteve sua promessa de apresentar o trabalho . O show abriu pouco depois de seu segundo aniversário e também contou com a fotografia do Kalashnikova. Vários meses depois, André e seus pais visitaram Hong Kong, onde ela vendeu sua pintura mais cara até hoje por US $ 24.000.

The Prodigy of Color
Primeira exposição individual de André, The Prodigy of Color, correu 4-25 de Junho de 2011. Agora Gallery, uma galeria no Chelsea. Continha 24 de suas pinturas, cada um à venda por entre $ 4.400 e US $ 10.000. A imprensa apelidou de “o Pee-wee Picasso”, depois de nove das obras vendidas por um total de mais de US $ 30.000. De acordo com a BBC, essas vendas poderão fazer a four-year-old “o mais jovem artista nunca profissional”.

Universo Secreto
Segunda exposição individual de André, Segredo Universo, decorreu de 12 junho – 3 julho 2012 at Agora Gallery.

Estilo e recepção crítica [editar]
Os críticos de arte têm notado o trabalho de Andre, classificado como o expressionismo abstrato, por seu emprego do surrealista técnicas de automatismo e acidentalismo. Ela pinta com acrílicos e muitas vezes adiciona objetos tridimensionais, incluindo cascas, galhos, e as penas, para as telas. Os compradores de sua arte em seu show de Nova York comentou favoravelmente sobre a simplicidade e riqueza das pinturas na textura. Uma série de grandes fontes de notícias, incluindo o tempo, a BBC, The Washington Post, o The Sydney Morning Herald, ABC News, e o New York Post, têm geralmente responderam favoravelmente ao trabalho de Andre e para o seu sucesso precoce. Vários deles comparou a Jackson Pollock, Salvador Dalí e Pablo Picasso. Pelo menos um outro, The New York Times, reconheceu sua notoriedade, mas comentou que suas pinturas “são quase romance a partir de uma observação formal, nem fornecem acrescentou que significa abaixo da superfície.” Ele também observou que, apesar de sua exposição de 2009 em Melbourne não estava em uma galeria de vaidade, a operação da Galeria Agora pay-for-show gerou controvérsia sobre a legitimidade de sua fama internacional. No entanto, o interesse que os coletores e os meios de comunicação mostrou, em sua exposição na Ágora resultou em cada pintura no show estão sendo vendidos dentro de duas semanas, o que indica que o show contribuiu para o crescimento de sua reputação internacional.