Pai reúne em página do Facebook os divertidos diálogos dos filhos pequenos

Crianças estão descobrindo o mundo e a língua. Com isso, as famosas “pérolas” não são nada raras, arrancando risadas dos mais velhos. O publicitário curitibano Jorge Uesu Juniorcostumava anotar sempre que seus filhos Bianca, de 5 anos, e Daniel, de 8, falavam algo engraçado e decidiu criar uma página no Facebook para compartilhar essas histórias.

Foi assim que surgiu a página Daniel e Bianca, que já conta com 16 mil fãs e reúne divertidos momentos do dia a dia em que os pequenos trocam palavras, inventam conceitos e  demonstram a típica curiosidade e ingenuidade da infância. A página deu tão certo que, em parceria com o ilustrador Guilherme Match, foi lançado um livro com os 80 melhores diálogos da duplinha.

Confira alguns deles:

bianca-daniel

bianca-daniel2

bianca-daniel3

bianca-daniel4

bianca-daniel5

bianca-daniel6

bianca-daniel7

bianca-daniel8

bianca-daniel9

bianca-daniel10

bianca-daniel11

bianca-daniel12

bianca-daniel13

bianca-daniel14

bianca-daniel15

bianca-daniel16

Todas as fotos © Daniel e Bianca/Facebook

Série de ilustrações mostra como se sentem pessoas que sofrem de ansiedade

Quem sofre com a ansiedade sabe que esse sentimento é capaz de colocar qualquer capacidade de pensamento racional a quilômetros de distância. É como se o sentimento tomasse conta de todo o seu corpo e não deixasse você fazer nada. A boa notícia é que já existe tratamento para este transtorno, mas o começo de tudo é encarar o problema e assumi-lo.

Foi assim que uma série de depoimentos de pessoas que sofrem com ansiedade trouxe à tona a maneira como elas se sentem quando estão em meio a uma crise. Com base nas descrições de várias pessoas, a ilustradora Jenny Chang, do BuzzFeed Life, capturou a essência da questão, transformando as palavras em uma série de ilustrações incríveis que farão você perceber que não está sozinho.

Confere só:

1. 

1

“É uma sensação de estar correndo com sapatos de concreto!”

2. 

2

“Sinto como se estivesse tentando ficar calmo enquanto um ‘mar de mãos’ pede a minha atenção!”

3.

3

“Minha ansiedade é como uma vizinha chata que todas as manhãs bate à minha porta. Eu consigo me esconder por um tempo até que ela ‘coloca o pé na porta’. Ela me faz perder o foco, não me sinto como eu mesmo com ela por perto.”

4.

4

“Para mim, ansiedade é como estar em quarto escuro e frio: eu vejo um pouco de luz através da porta, mas não a alcanço. Ouço as pessoas se divertindo e rindo do outro lado, mas estou preso, não tenho como sair.”

5.

5

“Ansiedade é como estar caindo por um número infindável de anéis de fogo!”

6.

6

“Imagine que você está em pé, em uma sala escura, respirando um ar denso. Você sente que será atacado a qualquer momento, mas este momento nunca chega!”

7.

7

“Parece que há eletricidade correndo pelo corpo, como se fossem vários pequenos arrepios”

8.

8

“Imagine a cena: há um homem em uma cadeira de rodas. Disseram a ele que, apesar de não conseguir andar hoje, existe uma terapia que pode dar forças para ele voltar a caminhar. Ele recebe um papel com o endereço e horário. Quando chega ao prédio, fica sabendo que a sala 212 é no segundo andar.”

9.

9

“Ansiedade é quase como sentir um elefante sentado em cima de seu peito.”

10.

10

“É um sistema de alarme que temos no cérebro. Se algo dispara este alarme, o corpo responde na hora: sobe a adrenalina, aumentam os batimentos cardíacos…”

Todas as imagens © Jenny Chang/BuzzFeed

Site permite transformar suas fotos do Instagram em imãs de geladeira

Quem cansou de buscar os melhores ângulos para tirar novas fotografias para o Instagram e acabou vendo suas imagens esquecidas depois de uma dezena de curtidas já tem um motivo para se alegrar: agora elas podem ser parte da decoração de sua casa, virando imãs de geladeira cheios de estilo.

A proposta é do site Pixtagram, onde você pode escolher fotos que publicou no Instagram ou em seu perfil no Facebook e transformá-las em imãs. Cada conjunto de nove fotos diferentes forma uma cartela, que pode ser impressa em dois formatos diferentes. Quem quiser, pode ainda aplicar novos filtros nas imagens para deixar cada foto com um visual único.

Para compor sua própria cartela de imãs, você só precisa acessar o site da empresa e conectar suas redes sociais – o modelo mais barato sai por apenas R$ 19,90.

insta1

insta2

insta3

praia.indd

praia.indd

insta6

insta7

Todas as imagens: Divulgação

MENSAGENS DE REFLEXÃO

Não consulte seus medos, mas suas esperanças e sonhos. Não pense sobre suas frustrações, mas sobre seu potencial não desenvolvido. Não se preocupe com os fracassos, acredite naquilo que você ainda realizará.

Conheça a nova moda dos cabelos pixelados

Esqueça o ombré hair, a moda agora é levar o conceito dos pixels e da arte digital para a coloração dos fios. Chamada de Xpresion Pixel, ou cabelo pixelado, a técnica consiste em aplicar tonalidades naturais ou neon, criando formas geométricas em parte do cabelo, como se um pixel fosse arrastado pelas madeixas.

A técnica foi desenvolvida pelo X-Presion Creativos, um salão localizado em Madri, na Espanha, e desde então tem chamado a atenção em outras cidades da Europa e do mundo. O buzz tem sido tão grande que até mesmo a Revlon Professional, empresa que fabrica produtos para cabelos, apostou no look pixelado em sua última campanha. “Para mim, o look foi realmente inspirado na arte digital e em padrões caleidoscópicos […] A estrutura da organização do pixelado também remete aos vídeo games dos anos 70“, afirmou, em entrevista ao Daily Mail, Rebecca Counsel, diretora de arte do HARE&BONE, salão de Londres que já tem recebido vários pedidos de clientes para replicar o estilo pixelado em seus cabelos.

Em entrevista à Estetica Magazine, o salão X-Presion, responsável por desenvolver a técnica, afirma que a pesquisa para a coloração pixelada demorou meses, mas resultou em um “processo de coloração que alcança uma nova dimensão cromática e um efeito de cor pixelada no cabelo, enquanto brinca com movimento e transforma texturas em um efeito que se parece com pixels.”

Com um quê  ciborgue, o cabelo pixelado chama a atenção em uma época em que as madeixas naturais têm feito sucesso. Será uma moda passageira ou um remember dos tempos em que os clubbers dominavam a cena? Você faria?

pixel-hair

Foto © Laialae

pixel-hair2

pixel-hair5

Fotos © Revlon

pixel-hair3

pixel-hair4

pixel-hair6

pixel-hair12

pixel-hair13

pixel-hair14

pixel-hair15

pixel-hair16

pixel-hair17

pixel-hair18

pixel-hair19

Fotos © Xpresion Creativos

pixel-hair7

Fotos © Mocadoti

pixel-hair8

Fotos © Jassoullie

pixel-hair10

Fotos © Judith3205

Apresentadora se une a marca de roupa e lança linha para encorajar garotas a ser o que elas quiserem

A apresentadora norte-americana Ellen DeGeneres e a companhia de moda Gap lançaram juntas a linha de roupas infantis GAPKids x ED Collection. O objetivo? Estimular garotas a ser o que elas são, independente das convenções sociais.

A divulgação do lançamento da coleção foi feita através de um vídeo com a música Deceptacon, do Le Tigre, ícone do movimento feminista riot girl, e conta com a presença de meninas reais e talentosas, como uma empresária, uma engenheira de mãos protéticas, uma skatista e uma baterista, vestindo as roupas assinadas por Ellen.

A apresentadora contou a Vogue Britânica: “Eu sei por experiência própria que nada faz você se sentir melhor do que ser quem você é e celebrar o que te torna único. Eu acho que se nós acendermos uma luz em meninas reais fazendo coisas incríveis, poderemos incentivar outras meninas e meninos a fazer coisas incríveis, o que irá encorajar ainda mais pessoas a fazer coisas incríveis e, eventualmente, o mundo será um lugar mais incrível”.

Em sua página oficial, a Gap declara: “A colaboração se dedica a apoiar garotas pelo que elas são, seja no skateboard ou na dança, usando vestidos ou jeans, construindo fortalezas ou pintando arcos-íris, ou tudo entre as duas coisas. Nós encorajamos garotas de todo lugar a terem orgulho do que as faz únicas”.

Abaixo o incrível vídeo de apresentação do projeto, junto com algumas fotos:

gap8

gap1

gap2

gap3

gap6

gap7

gap9

Todas as imagens © Gap

Série de esculturas coloridas mostra o que está acontecendo com o plástico que jogamos fora

O artista multimídia Alejandro Durán nasceu na Cidade do México e vive no Brooklyn, em Nova York (EUA). Uma temática bastante retratada em seus trabalhos é a intervenção humana na natureza, como essa série de esculturas que ele criou e fotografou, num projeto intitulado Washed Up.
Em meio as verdejantes margens da reserva Sian Ka’an, no México, Durán se deparou com incontáveis montes de lixo plástico – vindo dos seis continentes que habitamos. Declarada patrimônio mundial pela UNESCO em 1987, a reserva chamada de “Origin f the Sky” (Origem do Céu) é dona de uma incrível variedade de plantas, aves, animais terrestres e marinhos. Embora sua região costeira seja protegida pela UNESCO, ela está sendo devastada por quantidades gigantescas de lixo do mundo todo que chegam através das ondas do mar.
Esse plástico não pode ser reciclado devido à exposição prolongada à água do mar. Os resíduos tóxicos deste se diluem na água, consumida por animais marinhos, e chegando para nós também. Durán, então, recolheu o lixo plástico e passou a compor esculturas, imagens coloridas em meio à natureza.
Dependendo do local de construção e apuração do material, o artista levou cerca de 10 dias para criar uma escultura. Ele considera este processo de trabalho semelhante a pintura: o pigmento é substituído por lixo e a tela pela paisagem.
Eu acho que estamos apenas começando a ver os danos que estamos causando aos nossos ecossistemas marinhos e a nós mesmos“, adverte o artista.
escultura10
escultura9
escultura1
escultura2
escultura3
escultura4
escultura5
escultura6
escultura7
escultura8
Todas as imagens © Alejandro Durán
Acesse a página do projeto e acompanhe os trabalhos de Durán em seu site oficial eInstagram.