Fotos tiradas antes dessas pessoas morrerem mostram a importância de dizer ‘eu te amo’

antes de morrer 3

A vida é sempre tão corrida e nós estamos sempre tão preocupados com o trabalho, em resolver problemas e em pagar boletos que, acabamos esquecendo do que mais importa. As pessoas que amamos não são eternas, por isso é tão importante deixarmos sempre claro o amor que sentimos por elas. O site Bored Panda selecionou fotografias que alguns leitores enviaram, que são os últimos registros das pessoas que elas mais amavam, antes de morrer.

Se algumas mortes já são esperadas, quando um ente querido está doente ou tem idade avançada, às vezes a vida pode nos pegar de surpresa. Na dúvida, sempre que possível, deixe claro como estas pessoas são importantes em sua vida e nunca se esqueça de dizer “eu te amo”!

“Minha avó de 96 anos, com meu avô de 100 anos, horas antes de sua morte”

antes de morrer 1

“Uma semana antes de meu avô morrer, eu levei sua cerveja favorita para o lar de idosos onde ele vivia”

antes de morrer 2

“Meu primo Gary, no dia 11 de setembro de 2001″

antes de morrer 3

“ Meu melhor amigo se despedindo de seus filhos. Ele morreu na noite seguinte de câncer de pâncreas”

antes de morrer 4

“O pai morrendo cumpre o último desejo de levar sua filha para o altar no dia do casamento”

antes de morrer 6

“Última foto tirada do meu irmão mais velho quando ele estava saindo para a faculdade”

antes de morrer 8

“A despedida depois de 69 anos de casamento”

antes de morrer 9

“Esta foi a última foto que eu tirei com meu irmão mais novo. Ele tinha 17 anos”

antes de morrer 10

“Última imagem do mergulhador tailandês Saman Kunan“

antes de morrer 11

“Um pai conforta seu filho, David Kirby, em seu leito de morte em Ohio, 1989“

antes de morrer 12

“Minha linda mãe antes que ela morresse rapidamente após um glioblastoma”

antes de morrer 13

“Uma mulher lutando contra o câncer de mama casou com o amor de sua vida“

antes de morrer 14

“Meu pai morreu ontem. Na semana passada ele estava na China viajando e encontrou um panda”

antes de morrer 15

“Meu melhor amigo em meu casamento. Quando a recepção terminou, ele teve morte cerebral”

antes de morrer 16

“Meu avô acabou de morrer. Esta foto foi tirada ontem”

antes de morrer 18

“Última foto do meu marido abraçando nossa filha mais velha“

antes de morrer 20

“Esta foto da minha avó foi tirada exatamente 9 minutos antes de chamarmos uma ambulância”

antes de morrer 21

fonte:via Fotos: reprodução Bored Panda

Anúncios

Artista transforma bexigas em pássaros e o resultado é uma lindeza só

Terry James Cook é um pintor cujo trabalho é feito, em geral, com aquarela, mas ele também gosta de trabalhar com tinta e acrílico, pintando muitos personagens pertencentes à cultura pop. Provando que sua criatividade vai além, sua nova série é outro tipo de coisa: o artista embarcou em uma série de esculturas feitas com balões, representando pássaros de todos os tipos.

Terry, que já havia criado esculturas de balões para sua sobrinha, pretende continuar a série de animais. A variedade de espécies fornecidas pelos pássaros é estabelecida graças a muitos detalhes e cores usadas pelo artista. Colocando-o em seu habitat natural, o resultado é de tirar o fôlego – e muito divertido.

Arte: Terry James Cook / fonte:via

A lista de afazeres de Leonardo Da Vinci prova que ele era realmente um cara renascentista

Muitos de nós somos criadores de listas. As listas podem nos ajudar a manter nossas vidas organizadas, rastrear nossos objetivos e fornecer um roteiro de ideias e desejos. Na era digital, colocar caneta no papel, criar listas e manter os cadernos de notas em ordem estão ressurgindo surpreendentemente. Basta ver a tendência dos bullet journals – nada mais é que um caderno para anotar as tarefas, mas está em alta. Mas houve um homem que levou a criação de listas para outro nível – Leonardo Da Vinci.

Como o símbolo do Homem Renascentista, Da Vinci era conhecido por levar um caderno a todos os lugares onde ele ia para colocar suas ideias em prática. Os cadernos de Da Vinci são uma incrível janela para a mente de um gênio. Como pintor, inventor, engenheiro e cientista, ele criou 13 mil páginas de anotações para capturar sua criatividade.

O artista era muito organizado e tinha interesse em aprender com mestres em diferentes áreas

Então, o que seria uma lista de tarefas para Da Vinci? Robert Krulwich, da NPR, traduziu uma das listas de Leonardo Da Vinci do início da década de 1490, e havia muito mais em sua mente do que passear com o cachorro ou cuidar do jardim. Aqui está a tradução, com as alterações de Krulwich entre parênteses:

[Calcular] a medição de Milão e subúrbios
[Encontrar] um livro que trata de Milão e suas igrejas, que deve ser encontrado na papelaria no caminho para Cordusio
[Descubrir] a medida de Corte Vecchio (o pátio do palácio do duque)
[Descubrir] a medida do castello (o próprio palácio do duque)
Pedir ao mestre de aritmética para mostrar como enquadrar um triângulo
Pedir ao Messer Fazio (professor de medicina e direito em Pavia) para ensinar sobre a proporção
Pedir ao Brera Frade (no Mosteiro Beneditino para Milão) para mostrar De Ponderibus (um texto medieval sobre mecânica)
[Fale com] Giannino, o Bombardier, re. os meios pelos quais a torre de Ferrara é murada sem lacunas (ninguém realmente sabe o que Da Vinci quis dizer com isso)
Pergunte a Benedetto Potinari (um Mercador Florentino) de que maneira eles vão para as geleiras na Flandres
Desenhar Milão
Perguntar ao Maestro Antonio como os morteiros estão posicionados nos baluartes de dia ou de noite
[Examinar] a besta de Mastro Giannetto
Encontrar um mestre da hidráulica e pedir-lhe que ensine como consertar uma eclusa, um canal e um moinho da maneira Lombardia
[Perguntar sobre] a medida do sol que me foi prometida pelo Maestro Giovanni Francese
Tentar obter um Vitolone (o autor medieval de um texto sobre óptica), que está na Biblioteca de Pavia, que lida com a matemática

Lista de Leonardo Da Vinci

A lista de Da Vinci mostra o quão curioso ele era, seja aprendendo sobre astronomia ou sobre como patinar no gelo. Também é revigorante ver que Da Vinci estava aberto a outros e muitas vezes se entregou a especialistas para se educar. Para um homem que descartou casualmente metas abstratas como “Desenhar Milão”, a lista também mostra seu eu mais científico. Grande parte da lista é dedicada à matemática e às medições, que certamente se traduzem em sua obra de arte. Conhecido por seu domínio da composição triangular em suas pinturas, não é de surpreender que ele queira saber “como enquadrar um triângulo” ou aprender mais sobre a proporção.

O mais inspirador é que Da Vinci não se limitou. Dada à filosofia renascentista que a arte e a ciência eram campos complementares – não separados – Da Vinci se permitiu ser uma esponja. E absorvendo todo o conhecimento ao seu redor, ele foi capaz de se expressar através de seu trabalho visionário. Esta é certamente uma lição que todos devemos lembrar.

fonte:via