Por 3 anos eles viajaram o mundo comendo insetos por uma boa causa e registraram tudo em vídeo

Até o ano 2050, a população humana deverá chegar a 9,7 bilhões. Isso significa que a demanda por alimentos aumentará substancialmente nas próximas décadas. Numa altura em que as questões climáticas são urgentes, a população agrícola está diminuindo e estamos investindo cada vez menos em pesquisas agrícolas, a questão da insegurança alimentar torna-se uma ameaça muito real e urgente.

Para sustentar a população projetada, o mundo precisaria aumentar a sua produção de alimentos por um enorme 70 por cento nas próximas três décadas. Como isso é improvável, pesquisadores, cientistas, governos, agricultores e laboratórios de alimentos começaram a pensar fora da caixa em termos de remediar o problema de escassez de alimentos. Em especial, a Nordic Food Lab, uma organização sem fins lucrativos que investiga a diversidade de alimentos, apresentou uma solução em potencial: insetos.

Insetos já fazem parte das dietas tradicionais de 2 bilhões de pessoas em todo o mundo e mais de 1900 espécies de insetos são consideradas comestíveis para os seres humanos.

O diretor dinamarquês Andreas Johnsen se uniu a Ben Reade e Josh Evans do Nordic Food Lab em um projeto de três anos para descobrir o que as bilhões de pessoas que já comem insetos têm a nos ensinar. Juntos, eles experimentaram de tudo, desde formigas e zangões gigantes e venenosos, até gafanhotos de chifres longos e queijo de larva.

Johnsen não acha que comer insetos seja muito diferente do que comer sushi. “Nos anos 80 e início dos anos 90, as pessoas ficaram aterrorizadas de comer peixe cru e agora é considerado delicioso. Você pode comer em qualquer lugar”, afirmou ao Plaid Zebra.

Selling dried insects Siem Reap Cambodia

O resultado da ‘comilança’ foi o documentário BUGS, que foi dirigido por Johnsen e estará disponível no iTunes em março. Além do filme, uma série de televisão de oito partes será lançada na Netflix. A série incluirá imagens de todos os países que não foram incluídos no filme por causa de limitações de tempo.

Assista ao trailer do documentário:

https://player.vimeo.com/video/162505800

* Todas as fotos: Reprodução

Anúncios

1 comentário

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s