Fotógrafa documenta o resultado da obsessão por cirurgias plásticas

O foco do trabalho da artista coreana Ji Yeo é documentar os ideais de beleza do mundo moderno. Com esse propósito, ela criou uma série chamada “Beauty Recovery Room” (algo como Sala de recuperação da beleza), na qual ela mostra o processo pós-cirurgico de pessoas que se submeteram a riscos para perseguir um padrão de beleza na Coréia do Sul. Segundo a artista, lá predomina “uma cultura onde homens são julgados pelos seus extratos financeiros e as mulheres por sua beleza.”

Essa situação se repete no mundo todo, mas na Coréia os números são alarmantes, já que, desde pequenas, as meninas são incentivadas a fazerem cirurgia para destacar algum aspecto físico, e hoje esse tipo de procedimento é considerado totalmente normal e esperado na sociedade. Além disso, o sistema de ensino do país é um dos mais exigentes do mundo, o que também contribui para inserir essa busca pela perfeição na vida das pessoas. Dados da Society of Aesthetic Plastic Surgery in 2010 mostram que atualmente a Coréia é o país com o maior número de cirurgias estéticas per capita.

Veja algumas fotos da série produzida por Ji Yeo:

coreia1

coreia2

coreia3

coreia4

coreia6

coreia7

coreia8

todas as fotos por Ji YEO.

Anúncios

Como uma cachorra resgatada em estado terminal mudou vida de um garoto autista

A história é comovente e parece tirada de filme: Jonny Hickey era um menino de 8 anos, isolado e solitário, devido ao autismo de que sofre. Há alguns meses, uma pequena cadela foi encontrada em estado incrivelmente frágil na beira da estrada e foi acolhida por uma instituição de proteção de animais. Jonny e Xena, a cadela, acabariam por mudar a vida um do outro.

A luta e a recuperação extraordinária da cadela, uma mistura de Staffordshire Terrier e Pit Bull, lhe valeram o nome de Xena, a filhote guerreira, por ela ter sobrevivido depois de a morte a ter ameaçado. A sua fama chegou ao Facebook, onde tem milhares de seguidores, e a instituição decidiu fazer um encontro onde ela pudesse conviver com os admiradores e ser adotada. A honra coube à família de Jonny.

Hoje, passados apenas alguns meses, a mãe do menino não tem dúvidas de que o filho nunca foi tão feliz. Ele começou conversando, cantando e demonstrando, pela primeira vez, interesse no mundo que o rodeia. A família gastou milhares de dólares em terapia para Jonny, que afinal podia ser substituída por um outro remédio, bem mais simples e barato: a amizade leal que só um cachorro poderia oferecer.

JonnyeXena1

JonnyeXena2

JonnyeXena3

JonnyeXena4

JonnyeXena5

JonnyeXena6

JonnyeXena7

JonnyeXena8

JonnyeXena9

JonnyeXena10

JonnyeXena11

VEJA O VÍDEO NO COMENTÁRIO

Veja fotos impressionantes da aldeia construída sobre um penhasco

Não há motivo pra alarme, mas à primeira vista tememos pela sobrevivência dos habitantes de  Castellfollit de la Roca, na região da Catalunha, Espanha. A aldeia, com menos de mil habitantes, está no topo de duas paredes basálticas a 50 metros de altura, dando a sensação de que as casas podem cair do penhasco a qualquer momento.

É importante realçar a beleza natural do lugar, que permite uma vista imbatível sobre a região. A maioria das residências parece quase suspensa na borda das falésias de basalto que separam os dois rios, Fluvià e Toronell, e foi construída em pedra vulcânica. Este espetáculo da natureza em harmonia com o homem foi alcançado devido ao efeito erosivo das águas dos rios sobre o basalto. Com cerca de 1 quilômetro de extensão, Castellfollit de la Roca é das mais belas aldeias medievais do mundo.

CastellfollitdelaRoca1
Imagem por notrap

CastellfollitdelaRoca2
Imagem por saigon

CastellfollitdelaRoca3
Imagem por Jujube

CastellfollitdelaRoca4
Imagem por carmia

CastellfollitdelaRoca5
Imagem por saigon

CastellfollitdelaRoca6
Imagem por Silmaril

CastellfollitdelaRoca7
Imagem por magenri

CastellfollitdelaRoca8
Imagem por king nikochan

CastellfollitdelaRoca9
Imagem por joe calhoun

CastellfollitdelaRoca10
Imagem por Drakhart

Imagem de topo por carmia

Projeto fotográfico tocante registra a escravidão moderna que fingimos não ver

 

Facilmente caímos na tentação de pensar que a nossa liberdade e direitos são coisa garantida, esquecendo que há pessoas para quem isso não passa de um sonho. Lisa Kristine pôs o dedo na ferida de forma extraordinária: documentando a escravidão moderna, aquela que fingimos não saber que existe.

A ativista está há 28 anos retratando culturas indígenas ao redor do mundo, mas foi em 2009 que ‘acordou’ para o problema da escravidão dos nossos dias. A estimativa de que existem mais de 27 milhões de pessoas escravizadas e a sua falta de conhecimento sobre o tema a envergonhavam.

Assim começou sua jornada, que acabou em Modern Day Slavery, uma série cativante e ao mesmo tempo dolorosa. Seja um mineiro no Congo ou um trabalhador de olaria no Nepal, a escravidão existe e tem rostos. Lisa foi conhecê-los.

ModernDaySlaveryLK1

ModernDaySlaveryLK2

ModernDaySlaveryLK3

ModernDaySlaveryLK4

ModernDaySlaveryLK5

ModernDaySlaveryLK6

ModernDaySlaveryLK7

ModernDaySlaveryLK8

ModernDaySlaveryLK0

ModernDaySlaveryLK9

ModernDaySlaveryLK10

ModernDaySlaveryLK11

ModernDaySlaveryLK12

todas as imagens por Lisa Kristine

Projeto fotográfico criativo registra pessoas em dias de chuva

Fotógrafo “de fim-de-semana”, Danny Santos resolveu registrar as pessoas em dias chuvosos e mostrar que mesmo um dia ruim chuvoso pode ser bonito e interessante, basta mudar o foco do olhar.

Ele teve a ideia do ensaio depois que postou em um fórum que ficava muito chateado de não conseguir praticar seu hobby de fotografar nos fim-de-semana em que chovia – tinha o mau tempo, o medo de molhar a câmera e por aí vai. Até que um otimista comentou abaixo do seu lamento assim: “E por que não fotografar na chuva e ver o que acontece?” Ele então começou a sair pelas ruas de Singapura e a captar as reações dos habitantes: “Afinal, percebi como a chuva provoca comportamentos interessantes e refrescantes nas pessoas”. 

As reações são diversas: tem os aborrecidos pelo temporal, mas também tem os que sorriem e aproveitam o momento da chuva, tem os que usam guarda-chuvas inusitados e tem os que simplesmente se deixam molhar. O resultado culminou no projeto Bad Weather, que você pode conferir abaixo:

260566_648916035122039_526111672_n

941754_650852421595067_488085482_n

969289_647626648584311_1106243019_n

bad-weather-2-2-1024x680

bad-weather-2-3-1024x680

bad-weather-2-5-1024x680

bad-weather-3-2-1024x678

bad-weather-3-1024x680

bad-weather-07-1024x680

bad-weather-22-1024x680

bad-weather-211-1024x680

bad-weather-2840-1024x680

bad-weather-2843-1024x680

bad-weather-3921-1024x680

bad-weather-4071-1024x680

bad-weather-7656-1024x680

bad-weather-8356-1024x680

bad-weather-9653-1024x680

bad-weather-93391-1024x682

todas as imagens @ Danny Santos

Post por Razões para Acreditar.

Ensaio fotográfico criativo mostra pés de cães e seus donos

O  Ensaio fotográfico correu os parques e calçadas de Miami em busca de retratar a relação entre cachorros e seus donos, clicando pés e patas lado a lado.Feet & Paws (‘Pés e Patas’) é o nome da série que lhe vai arrancar um sorriso e que mostra a relação de proximidade que as pessoas sempre criam com seus cachorros. É interessante também tentar enxergar que tipo de cão e de pessoa está por cima destes pés e patas.A ideia é simples, porém criativa, e nos mostra os personagens da foto de um ponto de vista, no mínimo, curioso. Confira:

Feet&Paws1

Feet&Paws2

Feet&Paws3

Feet&Paws4

Feet&Paws5

Feet&Paws6

Feet&Paws7

Feet&Paws8

Feet&Paws9

Feet&Paws10

Feet&Paws11

Fotos de Alex Beker

Observe como um pássaro

aerial_photography_6

Viajar o mundo é o sonho de muitos que caminham esse mundão de meu Deus, mas será que entre essas pessoas há quem o deseje fazê-lo com a visão de uma ave?

A vista panorâmica e privilegiada de um ser de penas é algo com o qual não fomos abençoados, mas as fotos de AirPano talvez sejam a melhor maneira de sanar nossa deficiência. O time de fotógrafos russos se especializou em viajar o mundo e fazer registros aéreos de locações simplesmente maravilhosas.

Geralmente, as imagens são feitas de helicópteros, mas também são executadas de aviões, dirigíveis, balões de ar quente ou helicópteros controlados por controle remoto. O mais interessante da abordagem do grupo, no entanto, é o 360 graus que criam em seu site. Ao usar a visão especial do conjunto, os visitantes podem viajar pela foto e olhar em direções distintas e dar a sensação de estar no lugar,

aerial_photography_1

aerial_photography_2

aerial_photography_3

aerial_photography_4

aerial_photography_5

aerial_photography_7

aerial_photography_8

aerial_photography_9

aerial_photography_10

aerial_photography_11

aerial_photography_12

aerial_photography_13

aerial_photography_14

aerial_photography_15

aerial_photography_16

aerial_photography_17

aerial_photography_18

aerial_photography_19

VIA