FOTÓGRAFA VIAJA PELA ÁFRICA PARA RETRATAR AS ÁRVORES MAIS VELHAS DO MUNDO À LUZ DO CÉU ESTRELADO

Como sempre a fotografa  Beth Moon sempre nos surpreendendo  com essas belas fotografias.Donas de uma beleza única, imponentes e notáveis, as árvores africanas são o fascínio da fotógrafa talentosa Beth Moon, que há 14 anos dedica seu trabalho e seu tempo para registrá-las. Na série Diamond Nights (“Noites de Diamante”, em tradução livre), a agradável surpresa de um céu estrelado surge para fazer cenário a estas árvores antigas, formando paisagens espetaculares.

Beth viajou para o continente africano e contou com a ajuda de um guia para encontrar os novos pontos de fotos, marcando-os com pedras, assim poderia retornar à noite para clicar as imagens. Através da técnica de exposição de 30 segundos, capturou as estrelas e as árvores de forma mágica, quase surreal. “Nosso relacionamento com a vida selvagem sempre teve um papel importante no meu trabalho. Essa série foi inspirada por dois estudos científicos fascinantes que conectam o crescimento das árvores com o movimento celeste e os ciclos austrais”, escreveu em seu site.

O primeiro destes estudos, vindo da Universidade de Edimburgo, aponta que a radiação cósmica afeta tanto o crescimento das árvores, que chega a ser mais importante do que as chuvas anuais e a temperatura. Já o pesquisador Lawrence Edwards concluiu que os brotos das árvores mudam ritmicamente de tamanho e forma em ciclos regulares durante todo o inverno, correlacionando o fato diretamente com os planetas e a lua.

Não é incrível? Confira abaixo as fotografias de Beth:

bethmoon

bethmoon2

bethmoon3

bethmoon4

bethmoon5

bethmoon6

bethmoon8

bethmoon9

bethmoon10

bethmoon11

bethmoon12

bethmoon13

bethmoon14

Todas as fotos © Beth Moon

FOTO DO DIA:Aconteceu uma manifestação de amor em Curitiba ONTEM. Foto: Cintia Scoriza

#Maldade Orangotangos são usados em redes de prostituição

#Maldade Orangotangos são usados em redes de prostituição

A orangotango chamada de Pony foi encontrada acorrentada em uma cama, perfumada e com batom, ela foi adicionada à lista de vítimas da escravidão sexual do Sudeste Asiático. A fêmea foi descoberta em 2003 em uma casa de prostituição no centro de Bornéu, na Indonésia, pela veterinária espanhola Karmele Llano, da Borneo Orangutan Survival (BOS), uma ONG que defende a vida dos orangotangos. Durante um período de um ano a fundação precisou arrecadar fundos para contratar 35 policiais armados para efetivar o regate da orangotango. Segundo a veterinária, esta não é a primeira vez que isto acontece na região. “O caso de Pony não é isolado. Sabemos que na Tailândia é frequente ver bordéis usarem fêmeas de orangotango como diversão sexual para os clientes”, disse Llano à revista Taringa. Isso está virando uma tendência que só cresce na Ásia: o mercado de orangotangos. Só existem 20 mil espcimes em todo o planeta, e infelizmente a caça está intensa. Com habilidades de sobrevivência muito limitadas, devido aos anos passados em cativeiro como escrava sexual, Pony precisou de cuidados médicos e acompanhamento constante para dar início ao processo de reabilitação. Diário de Pernambuco

Norueguês da Floresta

norueguês[1]

O Norwegian Forest, ou Norueguês da Floresta é um gato nativo da região norte da Europa. Atualmente, a raça de gato Norueguês da Floresta, é muito popular na Noruega, na Suécia e também na França. A maior população da raça encontra-se hoje em dia na Suíça.

História da raça Norueguês da Floresta

Os ancestrais do gato Norueguês da Floresta podem ter sido gatos de pelagem curta e longa que foram levados da Grã-Bretanha a Noruega por volta do ano 1000 d.C. O mais provável é que esses gatos tenham se reproduzido na Noruega com gatos domésticos e selvagens locais, e evoluído com o passar do tempo até se tornarem o gato Norueguês da Floresta tal qual conhecemos hoje. Outros possíveis ancestrais da raça são os angorás e gatos russos de pelo longo.

Acredita-se que os ancestrais do gato Norueguês da Floresta serviram como caçadores de ratos nas embarcações vikings. Depois de viverem por muitos séculos nas florestas norueguesas, passaram a ser apreciados por suas habilidades de caça e acabaram sendo amplamente utilizados nas fazendas. Esses gatos ainda eram utilizados com esse fim nas fazendas norueguesas até que foram descobertos por entusiastas durante o século 20. O primeiro clube da raça Norueguês da Floresta ou Norwegian Forest foi fundado em 1938.

Descrição e aparência da raça Norueguês da Floresta

É um gato forte, de porte grande e conformação similar ao Maine Coon. É um gato que se adapta bem em regiões muito frias. Sua pelagem externa à prova d’água mantém o corpo protegido da chuva e do vento, enquanto o grosso e lanoso sub pelo ajuda a manter a temperatura. A necessidade de se abrigar durante os invernos frios da Escandinávia transformou seu manto num cobertor macio, protegendo-o do vento e da neve. Além disso, o manto mantém o calor, secando após cerca de quinze minutos. Para proteger-se do frio este gato também se serve do abundante “colarinho”. O Norueguês da Floresta requer escovação ocasional, pois, apesar de compridos, os pelos dificilmente se embaraçam. Como todos os outros gatos, ele passa por uma mudança de pelos uma vez ao ano.

Gato Norueguês da Floresta

Temperamento da raça Norueguês da Floresta

O Norueguês da Floresta é um gato desconfiado e independente, que adora ficar em espaços externos. Ao mesmo tempo, é uma raça afetuosa, que aprecia a companhia do dono. As necessidades de sobrevivência também tornaram oNorueguês da Floresta um gato cauteloso, inteligente e grande caçador. A personalidade desta raça apresenta traços de afetuosidade e independência. Esta raça adora grandes espaços. Uma característica curiosa deste felino é descer das árvores em espiral, de cabeça para baixo.

Todas as imagens:Google

Faça um tour interativo através da maior caverna do planeta

Faça um tour interativo através da maior caverna do planeta

Fazer um mergulho dentro de uma caverna não é recomendado para os fracos de coração. É um esporte radical que contém muitos perigos, tais como a visibilidade e as fortes correntes de água subaquáticas. Ma calma, agora você pode mergulhar dentro nas profundezas da maior caverna do mundo com a maior segurança de dentro da sua própria casa com uma boa conexão à Internet, graças ao mapa interativo feito por Martin Edström.

Em uma viagem  com sua equipe no mês de janeiro de 2015, Edström caminhou ao longo de quatro quilômetros de extensão dentro da maior caverna do planeta para criar a experiência interativa de 360 graus para o National Geographic . Filmando em alta definição e usando 25 câmeras diferentes, além de fortes luzes LED, Martin Edström se aventurou ao longo da caverna Son Doong, localizado na província de Quang Binh , Vietnã com sua equipe para capturar e montar as imagens em uma experiência imersiva.

A caverna Son Đoòng foi oficialmente nomeada como a maior caverna conhecida do mundo em 2009. Sua maior câmara tem mais de cinco quilômetros de comprimento, 200 metros de altura e 150 metros de largura. E em quase 70 metros de altura, as estalagmites na caverna são as mais altas encontradas no planeta.

bIsjiuy

“Eu trabalho com o jornalismo interativo porque o usuário final recebe um resultado muito mais imersivo na experiência, como se fosse possível levar as pessoas para caminhar através da caverna como se estivessem lá”, disse Edström, falando para o site da National Geographic. “Você pode explorar a historia e “levá-los para conhecer lugares com a maior riqueza de detalhes através das fotografias panorâmicas.

Você pode acessar o mapa interativo feito por Martin Edström e aprender um pouco mais sobre as belas paisagens da caverna Son  Đoòng a partir de um smartphone, tablet ou computador desktop, clicando aqui.  National Geographic 


Scottish Fold

Características físicas

É um gato robusto, de porte médio, pelo curto ou comprido. Possui orelhas pequenas e dobradas para frente. É a única raça de gatos domésticos com a característica da orelha dobrada para frente, que surgiu de uma mutação genética espontânea. Um cuidado que se deve ter é nunca cruzar um Scottish Fold com outro Scottish Fold, pois em duplicidade, o gene que causa a dobra da orelha para frente pode ser gravíssimo e até mesmo letal para o animal. Por esse motivo usa-se cruzar gatos da raça Scottish Fold com gatos da raça British shorthair ou American shorthair. Animais provenientes de tais cruzamentos são puros e têm direito ao certificado de pedigree.

Temperamento

O Scottish Fold é meigo e brincalhão. São ótimos companheiros, toleram outros animais e também são agradáveis ao extremo. Não são muito pacatos, mas também não são muito agitados, por isso possuem uma agenda em média. O Scottish Fold praticamente não mia, somente quando está no cio.

Origem

O gato da raça Scottish Fold é uma raça que sofreu grandes mutações genéticas naturais, que fizeram com que a sua cartilagem das suas orelhas dobrassem em direção aos seus olhos. Alguns até mesmo o chamam carinhosamente de raça dos Gatos Coruja, por terem olhos grandes e expressivos, além de contar com orelhas dobradas para frente lembrando muito uma coruja.

cat portrait

A sua origem aconteceu na Escócia no ano de 1961. Isto em uma fazenda perto da cidade de Coupar Angus, região onde havia uma única gata com orelhas dobradas. Esta gata então passou a ter filhotes e dois destes filhotes tinham as orelhas dobradas como as da mãe. O fazendeiro William Ross, que era um grande apaixonado por gatos, pode adquirir os dois gatinhos, e com a ajuda do geneticista Pat Turner pode produzir 76 filhotes nos três primeiros anos. Os nascimentos aconteceram da seguinte forma, houve 42 gatos com orelhas dobradas e 34 gatos com as orelhas retas. A conclusão que se teria é que a mutação das orelhas teria acontecido devido a um gene dominante que lhe dá a característica das orelhas dobradas.

E desde então o Scottish Fold vem se tornando cada vez mais populares principalmente nos países do norte como os Estados Unidos e também o Canadá.

Características

Todos os gatos da raça Folds nascem com a orelha reta e aos poucos vai se dobrando geralmente quando eles possuem 21 dias de idade. Os gatinhos que não desenvolvem as orelhas dobradas são conhecidos como Estreito. Os gatos originais da raça tinham apenas uma dobra em seus ouvidos, apesar disto devido a sua reprodução seletiva os criadores vêm aumentando a dobra para um vinco duplo ou mesmo triplo que faz com que o ouvido possa ser quase que totalmente plano com relação a sua cabeça.

As orelhas dobradas são um gene dominante incompleto que afeta a cartilagem das orelhas e faz com que elas dobrem para frente e para baixo dando uma semelhança de tampa para a cabeça. A dobra é firme e os gatos preferidos são os que possuem uma dobra solta e uma orelha um pouco maior.

Além de suas orelhas bastante peculiares, o Schottish Fold é um gato que possui um porte médio, conta com peso de 3 a 4 kg para fêmeas e entre 4 a 5 kg para gatos machos, com a cabeça e o corpo bem arredondados. Este gato também possui pernas que são mais curtas do que o normal, aparentando inclusive serem baixinhos. Seus olhos são bastante particulares, grandes e expressivos além de amplamente espaçados que poderão dar uma expressão doce para este felino. A cor dos olhos do Scottish Fold varia de acordo com o manto de sua pelagem, que poderá variar do mel, dourado, castanho ao verde, dando uma expressão extremamente doce ao felino.

Seu nariz possui um aspecto curto, contando com uma curva suave e corpo de gato bem arredondado com uma aparência que seja acolchoada de tamanho médio e redondo. Suas pernas são curtas, porém fortes. Sua cabeça é abaulada na parte superior e o seu pescoço costuma ser muito curto.

Pelagem

O gato da raça Scottish Fold pode contar com um pelo longo ou curto. Todos os exemplares e combinações de cores são aceitos com exceção das cores apontadas a seguir como o creme, bicolor e três cores.

Temperamento

Os felinos desta raça sejam eles os exemplares com orelhas dobradas ou mesmo com orelhas normais são normalmente bem-humorados e tranquilos, que podem tranquilamente se adaptar a outros animais diferentes como cães e gatos de outras raças se adaptando a qualquer ambiente, até mesmo ambientes que podem ser considerados como muito pequenos para ele.

Eles tendem se tornar animais de estimação muito ligados aos seus donos e por natureza são muito afetuosos e retribuem todo o carinho que recebem deles. Gostam muito de realizar brincadeiras, são muito inteligentes, leais, e principalmente adaptáveis a qualquer pessoa que estiver em seu lar.

Costumam dormir de costas e normalmente oferecem uma sonoridade em sua voz bastante suave, exibindo um complexo repertório de miados além de ronronar frequentemente, possui sons bastante diferenciados o que é uma característica encontrada em poucas raças. Também são conhecidos porsentarem com as pernas esticadas e as patas em sua barriga, na chamada posição de Buda.

Saúde

Como cuidado primordial para a saúde do seu gatoScottish Fold ou também de outras raças é sempre interessante manter o seu comedouro e bebedouros limpos e também abastecidos, é importante que eles tenham sempre comida nas horas certas e água sempre fresca e à vontade. Sua ração também deverá ser sempre de boa qualidade e balanceada de acordo com as necessidades de crescimento do animal.

Procure disponibilizar uma caixa de areia que deverá ser limpa diariamente e trocada semanalmente ou até mesmo duas vezes por semana, uma boa dica é utilizar areias que existem no mercado que não possuem cheiro, pois facilitam o trabalho ou que possuam um perfume.

Como já citado anteriormente o gato Scottish tem suas orelhas bastante sensíveis, e possui um acúmulo maior de cera do que em outras raças de gatos. A limpeza com um lenço umedecido ou mesmo embebido em uma solução específica para limpezas de orelhas do seu gatinho. No banho que poderá ser dado mensalmente ou mesmo quinzenalmente, procure não molhar o rosto e a orelha do seu Scottish Fold. Procure limpar estas áreas com um pano úmido para evitar que entre água em seu nariz, olhos e ouvidos também.

A sua pelagem exige uma escovação semanal, ou se ele estiver em época de perda de pelo, procure realizar escovações duas vezes por semana, com uma escova especial que pode ser encontrada em qualquer clínica veterinária ou mesmo pet shop.

Para manter seu felino sempre muito saudável procure também lhe disponibilizar arranhadores e brinquedos. Lembre ainda que muito amor e carinho bem com a atenção deverão ajudar bastante seu felino a viver muito melhor.

Uma observação muito importante é que não se deve cruzar um gato da raça Scottish Fold com outro gato da mesma raça. A mutação genética nas orelhas neste tipo de cruzamento poderá ser letal ou mesmo causar a chamada doença de osteocondrodisplasia, esta condição nada mais é do que um problema genético que acontece tanto nos ossos como nas cartilagens dos animais gerando problemas graves de crescimento e desenvolvimento saudável da raça. Os cruzamentos devem ser sempre realizados com gatos da raça Shorthair Americano ou Britânico e não gatos de uma mesma nacionalidade para que não passem por este problema.

Esta anomalia genética precisa de um diagnóstico preciso já que cada tipo de osteocondrodisplasia é causado por uma anomalia genética diferenciada, evoluindo de formas diferentes e contam com um prognóstico também diferenciado. É possível se estabelecer antes do nascimento este tipo de problema. Quando estes problemas articulares afetam gravemente a função, a articulação algumas vezes pode ser substituída em casos raros por próteses. Ou ainda em alguns casos uma segunda vértebra deverá ser estabilizada cirurgicamente para impedir esta lesão.

Outra doença que costuma ser relatada é a doença do rim policístico, onde crescem pólipos nos rins do felino, causando fadiga, emagrecimento rápido, problemas de hidratação no corpo do felino e ainda sede intensa. Quando a doença atinge um estado avançada o felino certamente irá falecer devido ao problema. Para que se possa realizar um diagnóstico preciso desta condição é importante que os animais desta raça sejam avaliados previamente em seus progenitores para que seus filhotes não tenham o gene retransmitido aos descendentes.

Para que seu felino viva bem e saudável, é importante que ele sempre seja alimentado com uma ração de qualidade, ofereça sempre rações premium caso queira contar com animais para criação ou venda. A ração premium oferece todos os nutrientes e vitaminas necessárias para que seu gato possa viver com longevidade de forma saudável. A expectativa de vida do Scottish Fold pode chegar a até 17 anos desde que ele seja bem cuidado.

Todas as imagens:Google

Gorila faz sucesso na internet depois de andar ereto igual humanos

Climatologia GeográficaEste Gorila ficou famoso no mundo todo por imitar os humanos andando ereto. O Gorila chamado Ambam mostrou e impressionou a todos dando uma boa caminhada, assim surgiram fotos e vídeo da cena inusitada. Ele completou 24 anos no incio do ano, e se tornou a sensação da internet.

Climatologia Geográfica

_50988130_gorilla

Esses Gorilas habitam algumas das florestas tropicais mais densas e remotas da África.Mail Online