Ah os anos 1980! Cores loucas, moda inusitada novas (pra época claro!) tecnologias e muita novidade na música. Só mesmo boas imagens para lembrarmos, ou conhecermos (no caso dos mais novos) isso tudo. E foi isso que fez o fotógrafo alemão e repórter Thomas Hoepker nesta incrível serie fotográfica.

Durante anos, Hoepker se dedicou a documentar a cidade de Nova York, um dos grandes epicentros mundiais de tendências e novidades. O resultado foi publicado no livro New York por Thomas Hoepker, que cria um retrato da vida da cidade e de seus habitantes durante as últimas décadas.

Eventos trágicos como o 11 de setembro e o furacão Sandy fazem parte desses registros icônicos, assim como a alegria, as cores, a esperança e também alguns problemas típicos da década de 1980 e 1990, muito bem representados nestes cliques. Confira:

Thomas-Hoepker-Magnum-Photos-2https://i0.wp.com/www.hypeness.com.br/wp-content/uploads/2015/12/Thomas-Hoepker-Magnum-Photos-3.jpg

Thomas-Hoepker-Magnum-Photos-4

Thomas-Hoepker-Magnum-Photos-5https://i0.wp.com/www.hypeness.com.br/wp-content/uploads/2015/12/Thomas-Hoepker-Magnum-Photos-6.jpg

https://i0.wp.com/www.hypeness.com.br/wp-content/uploads/2015/12/Thomas-Hoepker-Magnum-Photos-8.jpg

Thomas-Hoepker-Magnum-Photos-12

Thomas-Hoepker-Magnum-Photos-13

Thomas-Hoepker-Magnum-Photos-14

Thomas-Hoepker-Magnum-Photos-16

Thomas-Hoepker-Magnum-Photos-17https://i1.wp.com/www.hypeness.com.br/wp-content/uploads/2015/12/Thomas-Hoepker-Magnum-Photos-20.jpg

Thomas-Hoepker-Magnum-Photos-21

Todas as imagens: © Thomas Hoepker / Magnum Photos

GALERIA DE FOTOS

Garota de 9 anos cultiva horta em casa para alimentar moradores de rua

Desde pequenina a norte-americana de Bremerton, Washington (EUA), Hailey Fort tem questionado sua existência num mundo onde existem pessoas com fome, frio e a falta de um lar. “Nós existimos para ajudar aqueles que precisam” é o seu mantra. E é com essa frase que o site da garota de 9 anos se apresenta.

Nós já falamos sobre o ativismo de Hailey por aqui, já que, desde o seis anos, ela faz questão de ajudar os necessitados que vivem pelos arredores do seu bairro. Rapidamente ela chamou a atenção pelos abrigos que construiu, mas sua ação parece não ter fim.

A nova empreitada começou quando Hailey comprou um sanduíche para Edward, um morador de rua que se tornou seu amigo até hoje. Apesar do agradecimento de Edward, a menina viu que essa medida não era suficiente e passou a plantar alimentos em sua horta para que nenhum precisasse pedir um sanduíche diariamente.

hailey1

Foi assim que a garota lançou o projeto Hailey’s Harvest (“A Colheita de Hailey”), uma campanha de financiamento coletivo onde as pessoas podem ajudá-la a ampliar a causa, além de uma lista que vai de produtos de higiene pessoal até casacos para o inverno.

Inicialmente, Hailey plantava pequenas porções de blueberry, tomate e pepino. Hoje, a produção da sua horta triplicou graças ao espírito solidário das pessoas que a ajudam com doações. A garota colhe agora cerca de 100 kg de alimento por ano e sua campanha arrecadou quase 50 mil dólares, superando as expectativas.

hailey2

hailey3

hailey4

hailey5

hailey6

hailey7

hailey8

hailey9

hailey10

Para saber mais sobre os feitos de Hailey e ajudá-la a divulgar seus projetos, acompanhe sua página no Facebook e conheça sua campanha inspiradora.

Todas as imagens: Reprodução Facebook

Inspiração: a mulher que voltou a ser modelo após câncer que a obrigou a remover o maxilar

A canadense Elizaveta Bulokhova já mostrou sua beleza nas passarelas do Japão, Grécia, África do Sul, Nova York e Londres. Em uma carreira de sete anos, a modelo teve tempo de desfrutar o melhor de sua profissão, mas foi interrompida por um imprevisto que viria a deixar sua vida de cabeça para baixo. Em 2014, ela foi diagnosticada com câncer nos ossos e precisou ter seu maxilar removido. Mas a beleza não era só o que estava em jogo: grávida de cinco meses, seu filho poderia nascer com deficiências e até mesmo morto devido ao tratamento.

Após um inchaço no maxilar durante uma viagem a Amsterdã com o namorado, Elizaveta começou a sentir dores na região e uma visita ao médico se transformou em uma jornada de biópsias e tomografias. O tumor no osso do maxilar estava aumentando e ele precisaria ser removido. Após uma perigosa cirurgia de 16 horas, a modelo teve 95% da parte inferior do rosto removida e enxertos e nervos das pernas e do ombro foram utilizados. Na sequência, outros procedimentos de reconstrução foram feitos e o temor pelo bebê era grande.

elizaveta-bulokhova

Dez semanas antes da data prevista para o nascimento do garoto, os médicos decidiram fazer uma cesárea e, indo contra todos os receios, o bebê nasceu completamente saudável. Ainda fraca devido aos tratamentos e à cirurgia, Elizaveta luta contra a desnutrição – com as papilas gustativas danificadas e com dificuldades para mastigar, comer se tornou uma tortura. Mesmo assim, Elizaveta mantém-se firme e tem seu filho como seu grande salvador. “Ele salvou a minha vida. Ele me deu um cronograma para seguir, que ajudou a trabalhar comigo mesma. Nada me impediu, isso me fez continuar“, disse ela.

Recentemente, ela foi clicada pelo fotógrafo Manolo Ceron, que conta essa inspiradora história de superação por meio de imagens. “Isso mostra o quão frágeis e bonitos nós somos“, afirma.

Veja as fotos:

elizaveta-bulokhova2

elizaveta-bulokhova5

elizaveta-bulokhova6

elizaveta-bulokhova7

elizaveta-bulokhova11

elizaveta-bulokhova12

elizaveta-bulokhova18

elizaveta-bulokhova19

Todas as fotos © Manolo CeronVia Vice