PRÊMIO DARDOS 2

 

Prêmio Dardos é uma espécie de selo virtual criado em 2008 pelo escritor Alberto Zambade, autor do blog Leyendas de “El Pequeño Dardo” El Sentido de las Palabras. Ele selecionou e indicou o selo a quinze blogs que ele considerou merecedores do prêmio, os quais também indicaram outros 15 e assim sucessivamente, criando uma imensa corrente na internet.

O objetivo do Prêmio Dardos é reconhecer os esforços de blogueiros, a cada dia, para transmitir princípios culturais, éticos, literários, pessoais etc., manifestando a criatividade através de seus pensamentos presentes em suas palavras e textos.

Regras do Prêmio Dardos
Indicar os blogs que preencham os requisitos acima para receber o prêmio.Exibir a imagem do selo.Mencionar o blog de que recebeu a indicação e pôr o link dele.Avisar aos blogs escolhidos.

Esse ano que passou foi um ano dificil,principalmente  para meu amigo Fabio Kenay que enfrenta uma passagem muito dificil,que é o cancer maligno , e não desejei nada para me esse ano só para ele,que se recupere e que realize todos os teus sonhos.

Agradeço a:  Maíra Azevedo  ,Entrelivrosetransitos   ,  Pela indicação fico muito agradecida 😀 bom eu não indiquei ninguem por que já fiz ,mais fiquem a vontade todos os blogueiros para fazerem. 😀

 

Anúncios

5 atividades físicas inusitadas que prometem tornar seu verão mais divertido

 

O verão está chegando e aquela barriguinha não está deixando você dormir sossegado? Se, apesar disso, você não quer ver uma academia repleta de aparelhos de musculação tão cedo, pode ser que a ideia de uma atividade física diferente seja uma boa opção para começar o verãoem forma e com muita saúde.

Então aproveita e dá uma olhada em alguns dos exercícios nada convencionais que já são sucesso nas academias pelo Brasil:

1. Pole Dance

Das pistas de dança para as academias de ginástica, a prática do Pole Dance está em alta no momento e promete ser uma maneira divertida (e sensual) de manter você em forma. Em uma hora de aula, você pode gastar até 700 calorias. As aulas geralmente incluem giros ao redor da barra, mas também abdominais apoiados no poste. Braços firmes, barriga chapada e melhora na flexibilidade estão entre os benefícios da prática. Vai encarar?

verao1

Foto via

2. Circo

Pode esquecer os palhaços e domadores de leões. As aulas de circo prometem ser uma atividade física divertida para quem busca mais do que as sequências comuns de exercícios planejados nas academias. Tecidos e cama elástica fazem parte dos utensílios usados nas aulas para garantir um gasto calórico de cerca de 500 calorias por hora. O importante aqui é se divertir como se estivesse em um verdadeiro picadeiro e ainda ganhar muito equilíbrio e flexibilidade com a prática.

verao4

Foto © SMU/Meredith Carey

3. Remo

Apesar de não estar no currículo das escolas nem figurar na lista de atividades oferecidas pela maioria das academias, o remo pode ser um exercício físico muito bom para quem quer ficar em forma. Melhoria na resistência física, baixo risco de lesões e um aumento na massa muscular são apenas alguns dos benefícios da atividade que ajuda você a queimar até 600 calorias por hora e ainda permite um maior contato com a natureza.

verao3

Foto via

 

4. Skate

Enquanto a maioria das pessoas anda de skate mais por diversão, você pode optar por essa atividade também para se manter em forma. As pernas e o equilíbrio são trabalhados ao máximo sobre o skate. Enquanto os iniciantes trabalham mais a panturrilha, à medida que você evolui na prática e passa a tentar algumas manobras, as coxas também são muito requisitadas. E o melhor:uma hora andando de skate gasta em média 250 calorias!

verao2Foto © Hugh Holland

5. Esgrima

Parece coisa de filme da Idade Média, mas já existem academias oferecendo aulas de esgrima aqui no Brasil. Com muita destreza e atenção, você pode perder até 500 calorias por hora, mas talvez uma das peculiaridades da esgrima seja que a atividade também ajuda a melhorar a visão. O legal é que, diferentemente da sua origem, a esgrima moderna é uma prática bastante segura, desde que seja realizada com o equipamento adequado. Touché!

verao5Foto via

Se você também ficou com vontade de conhecer melhor uma ou mais dessas atividades, nós temos uma ótima notícia: quem vive em São Paulo, Rio de Janeiro, Belo Horizonte ou Curitiba já pode curtir todas elas em uma única assinatura. É o EstudioPass que, por um valor de R$ 99,90 ao mês, oferece acesso ilimitado para você treinar quando e onde quiser.

Ao todo, é possível escolher entre mais de 190 modalidades (incluindo as que selecionamos acima) em qualquer uma das 540 academias parceiras. Cada assinante pode visitar até 3 vezes o mesmo estúdio durante o ciclo de um mês – assim você pode explorar mais das diversas modalidades oferecidas.

Bom, mas a gente disse que a notícia era ótima, né? É que os leitores do Hypeness têm direito a um mega desconto, que dá direito a utilizar o EstudioPass por apenas R$ 1,00 no primeiro mês, com renovação automática da assinatura, que custa R$ 99,90. Para isso, basta utilizar o código hype01 e realizar sua inscrição até o dia 16 de setembro, às 23h59.

BQ0A9731

BQ0A9741

Além disso, o serviço não cobra taxa de matrícula e ainda permite que você faça o cancelamento da sua assinatura sem multa e sem burocracia (basta avisar com 5 dias de antecedência pra não ser cobrada nova mensalidade).

E aí, pronto pra ficar em forma pro verão? Clique aqui e veja como pode ser simples!

PILATES

Screenshot_1

Screenshot_3

Screenshot_5

Fotos: Divulgação

Pessoas que você precisa conhecer: Michael Brosowski

 michael-brosowski5
No Vietnã, centenas de crianças são sequestradas todos os meses para trabalhar como escravas em fábricas, estabelecimentos comerciais ou são exploradas sexualmente. Isso tem acontecido há anos, mas foi somente em 2010 que o governo vietnamita admitiu que a situação estava tomando proporções absurdas. Quando medidas contra o rapto de crianças pobres começaram a ser pensadas, o australiano Michael Brosowski já havia auxiliado no resgate de dezenas de crianças e fornecia alimentação, educação e teto para outras tantas.
Brosowski se mudou para o Vietnã em 2002 a fim de lecionar Inglês como língua estrangeira em uma universidade. Em um país onde a pobreza extrema bate à sua porta, é difícil ignorar o fato de que milhares de crianças precisam de ajuda. Por isso, não demorou muito até que o australiano se envolvesse com projetos sociais para ensinar a língua a crianças carentes. Foi durante essa experiência que descobriu a questão dos sequestros e não pensou duas vezes ao propor soluções para resgatar essas crianças. “A primeira vez que eu resgatei uma criança do tráfico foi em 2005. Ele tinha 13 anos e havia sido traficado para o sul do país para vender flores nas ruas de Saigon“, conta o australiano em um artigo publicado no The Guardian.
O foco dos sequestradores costuma ser crianças pobres que saem de suas casas no interior para tentar a vida nas grandes cidades. Sem saber ler e escrever ou ter qualquer qualificação profissional, elas geralmente fazem pequenos bicos na rua e, iludidos com grandes promessas de educação e oportunidades de trabalho, acabam sendo levadas por traficantes.
Para ajudar essas crianças, Brosowski criou a organização Blue Dragon Children’s Foundation, que desde 2005 já resgatou mais de 300 crianças. O processo envolve identificar esses pequenos e buscar pistas de onde encontrá-los. O professor conta que ele e sua equipe já fizeram planos de fuga em fábricas, entraram como clientes em bordéis para salvar meninas e já passaram por diversas situações de perigo – nem sempre a polícia se dispõe a ajudá-los. “Claro que existe um elemento de perigo nisso tudo, mas o maior perigo é deixar as crianças serem escravas“, afirma.
Após o resgate, as crianças são acolhidas na organização, onde recebem cuidados médicos, educação, alimentação e abrigo. Mais de 2.500 crianças já passaram pela Blue Dragon e tiveram a chance de ter uma vida melhor e, talvez o mais importante, livre.
michael-brosowski
Foto © Talk One Vietnam
michael-brosowski2
Foto © CNN
michael-brosowski3
Foto © Australia Plus
Foto © ABC
michael-brosowski13
Foto © Blue Dragon

Fotógrafa russa retrata de perto a beleza das sardas

Há quem queira removê-las, há quem prefira – e que bom – glorificá-las. As sardas, sardinhas, essas pintinhas que percorrem o corpo de alguns, são protagonistas das fotografias de Alexandra Bochkareva.

A artista russa baseada em São Petesburgo, que por sinal também tem sardas, costuma fazer ensaios bucólicos retratando garotas que encontra nos arredores de sua cidade com tais marcas na pele. Alexandra contou que acha que as sardas são “muito impressionantes” e fazem parte da história de sua família: sua avó, mãe e irmãs também são herdeiras dessa beleza.

Após o nascimento de seu filho, em 2012, nasceu também o desejo pela fotografia. Veja abaixo uma prévia de seu trabalho e não deixe de conhecer o Facebook, Instagram e Flickr de Alexandra.

sardas1

sardas2

sardas3

sardas4

sardas5

sardas6

sardas7

sardas8

sardas9

sardas10

Todas as fotos © Alexandra Bochkareva

A emocionante cirurgia de uma menina de 9 anos

Cirurgia plástica pode salvar uma vida? Depois de ler isso você terá certeza que sim! Parece cena de filme de terror: uma menina de 2 anos brincando quando um garoto pequeno se aproxima com um lampião na mão. Ele despeja o óleo na menina e com calma pega uma caixa de fósforos. Após riscar o fósforo, ele taca fogo na indefesa menina.

Isso aconteceu com a menina que você conhecerá agora. Ragini é uma pobre menina indiana e mora em uma longínqua vila. Por lá, não existem bons hospitais e nem acesso a cirurgiões plásticos. Ela sofreu mais de 7 anos até que um dia uma chance bateu em sua porta.

cirurgia

Médicos ricos resolveram se unir para operar desastres como os de Ragini, que são muito comuns em qualquer lugar do mundo. Na Índia, por uma questão cultural, pessoas com esse tipo de deformidade viram párias sociais, inúteis pois não podem casar e constituir famílias.

Veja a história de Ragini e como seu rosto ficou absurdamente melhor depois de uma cirurgia plástica:

Impressionante né? A menina poderá agora levar uma vida normal graças a um cirurgião rico que resolveu devolver um pouquinho para os miseráveis.

Aliás, que sociedade é essa a indiana hein? Pessoas queimadas, deformados ou com qualquer tipo de “diferença” são isolados e humilhados. Tá na hora de mudar isso!

veja o vídeo no comentário