Homem que andava 34 km todos os dias para chegar ao trabalho é surpreendido por campanha de crowdfunding

Todos os dias, há uma década, o norte-americano James Robertson, de 56 anos, sai de casa às 8 da manhã e caminha cerca de 17 km para chegar até a fábrica em que trabalha. Desde que seu carro quebrou, ele nunca mais conseguiu comprar outro e o sistema público de transporte não acompanha todo o trajeto até o local, exigindo as longas caminhadas entre os pontos de ônibus – faça chuva ou sol.

Robertson, que mora em Detroit, cumpre o caminho de ida e volta com calma, não reclama do percurso, apesar de precisar atravessar áreas perigosas da cidade, e nunca chegou atrasado. “Eu digo, esse homem chega aqui andando todos esses quilômetros debaixo de neve e chuva. E vou dizer, tem gente a 10 minutos de distância que diz não poder chegar aqui na hora – besteira!Ele nunca faltou. Eu já vi ele chegar aqui pingando“, disse Todd Wilson, chefe de Robertson ao Detroit Free Press.

As maratonas diárias – 34 km contando ida e volta –, entretanto, não são motivadas apenas pelosUS$ 10,55 que ele ganha por hora, mas pelos amigos que fez por lá, afirma Robertson. Os colegas, contudo, moram longe, tornando caronas impossíveis e é na boa vontade do bancárioBlake Pollock que Robertson às vezes consegue encurtar o percurso. Após ver Robertson diversas vezes caminhando sob tempo ruim, Pollock decidiu oferecer caronas sempre que o vê nas ruas.

Depois que a história saiu no jornal, centenas de pessoas se comoveram com Robertson e várias lojas chegaram a oferecer carros a ele. Percebendo a situação, o estudante Evan Leedy, de 19 anos, criou uma campanha de crowdfunding para que Robertson pudesse comprar um novo carro. Até agora, mais de US$ 284 mil foram doados – mais que dez vezes o pedido inicial!

Parece que Robertson vai poder, finalmente, tornar sua vida mais prática:

james-robertson

james-robertson2

james-robertson3

james-robertson4

james-robertson5

james-robertson6

james-robertson7

james-robertson8

james-robertson9

james-robertson10

james-robertson11

james-robertson13

Todas as fotos © Detroit Free Press

Esta pedra equipada com wi-fi precisa de fogo para funcionar

Esta pedra equipada com wi-fi precisa de fogo para funcionar

Pode ser meio estranho ler este título. Na verdade, bem estranho. Mas no meio do caminho do museu Springhornhof, em Neuenkirchen – Alemanha, havia uma pedra equipada com wi-fi, por mais bizarro que isso possa parecer. E o melhor: para ter acesso à tal conexão sem fio, é preciso, antes de mais nada, pôr fogo perto dela. 

A engenhoca na verdade é um “site specific” (arte ambiente), elaborado por Aram Bartholl. Batizada de “Keepalive” (algo como ‘Mantenha Vivo’, em tradução livre), a instalação artística está equipada com um roteador, posicionado dentro da rocha, funcionando a partir de um gerador termoelétrico que converte calor em eletricidade imediatamente.

Os visitantes são então convidados a acender as chamas e ver a magia acontecer. Assim que estão conectados, podem também fazer download de guias de sobrevivência dos mais úteis aos mais malucos. Os arquivos em PDF foram enviados não só pelo artista de mídia, mas também pelos visitantes. A obra de arte mostra como o ato primitivo de fazer fogo ainda pode ser retomado se for para dar acesso a algo tão importante nos dias atuais, como o acesso à internet.

https://i1.wp.com/nomadesdigitais.com/wp-content/uploads/2016/02/keepalive-aram-bartholl-26.jpg

https://i0.wp.com/nomadesdigitais.com/wp-content/uploads/2016/02/keepalive-aram-bartholl-66.jpg

https://i2.wp.com/nomadesdigitais.com/wp-content/uploads/2016/02/keepalive-aram-bartholl-76.jpg

https://i2.wp.com/nomadesdigitais.com/wp-content/uploads/2016/02/keepalive-aram-bartholl-46.jpg

https://i2.wp.com/nomadesdigitais.com/wp-content/uploads/2016/02/keepalive-aram-bartholl-36.jpg

https://i0.wp.com/nomadesdigitais.com/wp-content/uploads/2016/02/keepalive-aram-bartholl-52.jpg

A lista de guias estranhos para download:

https://i1.wp.com/nomadesdigitais.com/wp-content/uploads/2016/02/keepalive-aram-bartholl-16.jpg

https://i0.wp.com/nomadesdigitais.com/wp-content/uploads/2016/02/keepalive-survival-guides6.jpg

Todas as fotos: divulgação/Aram Bartholl

Fotógrafo cria série poderosa com retratos de animais em tamanho real nos seus habitats, agora destruídos

Com habitats devastados, muitos animais selvagens acabam migrando ou tendo suas populações reduzidas drasticamente, quando não chegam a ser extintos. Porém, um fotógrafo decidiu levar algumas dessas espécies de volta ao seu ambiente natural – e o resultado é incrível.

No impactante projeto Inherit the Dust (“Herde a Poeira”, em tradução livre), o fotógrafo Nick Brandt cria painéis de animais em tamanho real e os leva a interagir com seus habitats destruídos no leste da África. Elefantes, leões, girafas e rinocerontes aparecem em contraste com fábricas ou depósitos de lixo, como um lembrete da destruição que causamos na vida destas espécies.

Para compor o projeto, todas as imagens foram capturadas e impressas em painéis em tamanho real, que foram então levados às áreas em que a fotografia seria feita. Durante o processo, o fotógrafo tomou o cuidado de fazer com que a linha do horizonte e outros marcos fossem alinhados para que a imagem parecesse ainda mais real. Com cenas em preto e branco, o tom melancólico da proposta fica ainda mais evidente e nos convida a refletir sobre nossa relação com o meio ambiente.

Confere só:

https://i2.wp.com/www.hypeness.com.br/wp-content/uploads/2016/02/leao1.jpg

https://i1.wp.com/www.hypeness.com.br/wp-content/uploads/2016/02/leao10.jpg

https://i1.wp.com/www.hypeness.com.br/wp-content/uploads/2016/02/leao9.jpg

https://i0.wp.com/www.hypeness.com.br/wp-content/uploads/2016/02/leao7.jpg

https://i2.wp.com/www.hypeness.com.br/wp-content/uploads/2016/02/leao6.jpg

https://i2.wp.com/www.hypeness.com.br/wp-content/uploads/2016/02/leao5.jpg

https://i0.wp.com/www.hypeness.com.br/wp-content/uploads/2016/02/leao4.jpg

https://i2.wp.com/www.hypeness.com.br/wp-content/uploads/2016/02/leao3.jpg

https://i1.wp.com/www.hypeness.com.br/wp-content/uploads/2016/02/leao2.jpg

https://i0.wp.com/www.hypeness.com.br/wp-content/uploads/2016/02/leao8.jpg

https://i2.wp.com/www.hypeness.com.br/wp-content/uploads/2016/02/leao11.jpg

https://i0.wp.com/www.hypeness.com.br/wp-content/uploads/2016/02/leao12.jpg

https://i1.wp.com/www.hypeness.com.br/wp-content/uploads/2016/02/leao13.jpg

Todas as fotos © Nick Brandt