Conheça o casal que entrou para o Guinness por ser o mais tatuado do mundo

https://scontent.fgig1-2.fna.fbcdn.net/v/t1.0-9/15940691_1841970786079341_4813604232830993184_n.jpg?oh=73c8aac7110c80ff64612057d45b935b&oe=58DEC09D

Quando Charlotte Guttenberg fez sua primeira tatuagem, há 10 anos, ela nunca imaginou que se tornaria a idosa mais tatuada do mundo. Na época, ela tinha 58 anos e fez apenas uma pequena arte no corpo. Hoje, 91,5% de sua pele está coberta em um incrível trabalho artístico.

Mas Charlotte não é a única tatuada em casa. Seu companheiro Charles Helmke, de 75 anos, também detém o recorde de idoso mais tatuado do mundo, com 93,75% do corpo coberto. A arte rendeu ao casal o recorde de casal sênior mais tatuado do mundo pelo Guinness World Records.

tattoo2

Como não poderia deixar de ser, os dois se conheceram em um estúdio de tatuagem, em 2006, quando Charlotte se preparava para fazer um trabalho enorme no corpo e Charles aproveitou para acalmá-la. Desde então, se tornaram amigos e posteriormente viraram um casal.

Ambos são viúvos. Charlotte antes era casada com um homem que não aprovava tatuagens – o que fez com que ela adiasse o sonho de colorir o corpo por tanto tempo. Charles, no entanto, esteve casado apenas cinco anos antes de sua mulher falecer e tem até mesmo uma tatuagem dedicada à ex-esposa.

tattoo4

Diferentemente da atual companheira, ele começou a tatuar o corpo ainda na juventude, fazendo seu primeiro desenho no corpo em 1959, quando servia o exército americano. Nos anos 60, ele fez mais algumas tatuagens. Depois, no entanto, ficou 40 anos sem novos desenhos – até voltar a fazer tatuagens em 2.000.

Hoje, apenas seu rosto e os dedos dos pés não estão tatuados e ele decidiu que é hora de parar. Charlotte, no entanto, ainda conta com espaços na nuca e no peito, bem como o rosto e dedos, e espera continuar fazendo novas tatuagens por algum tempo. As fotos do casal são a melhor inspiração para quem ainda acha que tatuagem é coisa de adolescente.

Espia só:

tattoo3

tattoo5

Fotos via

Charlotte Guttenberg & Chuck Helmke - Most Tattooed Senior Citizens Guinness World Records 2016 Photo Credit: Al Diaz/Guinness World Records

Chuck Helmke - Most tattooed senior citizen (male) Guinness World Records 2016 Photo Credit:Al Diaz/Guinness World Records

Charlotte Guttenberg - Most tattooed senior citizen (female) Guinness World Records 2016 Photo Credit: Al Diaz/Guinness World Records

Chuck Helmke - Most tattooed senior citizen (male) Guinness World Records 2016 Photo Credit:Al Diaz/Guinness World Records

Fotos © Al Diaz/Guinness World Records

Anúncios

Mãe solo de quatro jovens constrói casa para a família usando apenas tutoriais do Youtube

A imagem pode conter: 1 pessoa, em pé, árvore, atividades ao ar livre e natureza

Construir uma casa não é nenhuma tarefa fácil. Exige tempo, dedicação e muito conhecimento. Mas, quando se tem os dois primeiros itens desta lista, o conhecimento pode ser facilmente encontrado através de tutoriais disponibilizados gratuitamente no Youtube. Foi assim que esta família construiu sua própria casa.

Tudo começou quando Cara Brookins e seus quatro filhos precisaram se mudar para fugir de uma situação de violência doméstica que colocava suas vidas em risco. O que era para ser uma história dramática como muitas outras se transformou em uma verdadeira aula de superação.

casa1

A princípio, a filha adolescente de Cara, Hope, de 17 anos, não imaginava que as coisas pudessem dar certo. Mesmo assim, ela encarou o desafio ao lado da mãe e se inspirou na iniciativa. Ao todo, a casa construída pela família contém um quarto para cada filho e foi construída sem que nenhum deles tivesse alguma experiência ou conhecimento em construção, confiando apenas nas indicações de tutoriais do Youtube.

casa2

Após o término, Cara aproveitou a experiência vivida para lançar um livro contando sua história, intitulado Rise -How a House Build a Family (“Ascensão – Como uma Casa Construiu uma Família“, em tradução livre). A obra tem publicação prevista para este mês e já está disponível para pré-venda (em inglês) através da Amazon.

casa3

casa9

casa8

casa6

casa4

casa5

Todas as fotos © Cara Brookins

Modelo de 61 anos arrasa em campanha de moda praia e compartilha dicas para envelhecer com saúde

A imagem pode conter: 2 pessoas, close-up

A maioria das campanhas de moda praia investe em modelos jovens para fazer sua publicidade. Porém, essa campanha lacradora criada em parceria entre a loja online The Dreslyn e a fabricante de lingerie Land of Women apresenta uma mulher poderosa no auge dos seus 61 anos.

A modelo escolhida para a campanha foi Yazemeenah Rossi, que exala beleza e sensualidade. Além de linda, ela também é uma talentosa artista visual, fotógrafa e modelo, é claro. A campanha pretende superar a ideia de que a moda praia foi feita apenas para mulheres magras e jovens e mostrar que as roupas também são perfeitas para mulheres inspiradoras e confiantes de qualquer idade.

praia10

Nascida na França, Yazemeenah já compartilhou alguns de seus segredos para viver bem com o jornal The Sun. Segundo ela, um dos principais cuidados que sempre teve com a saúde foi o de comer apenas alimentos orgânicos, inclusive carnes e peixes, mesmo antes de que virasse tendência. Além disso, ela segue uma rotina de beleza natural, usando azeite de oliva na pele e nos cabelos e realizando esfoliação apenas com ingredientes caseiros, como azeite de oliva e açúcar.

praia9

Fotos: Reprodução Instagram 

praia6

praia5

praia4

praia3

praia2

praia1

Fotos © The Dreslyn/Land of Women.

Conheça a primeira escola do mundo a oferecer alimentação 100% vegana

Os veganos que têm filhos geralmente se veem em um dilema: como transmitir aos pequenos o conceito de uma alimentação livre de crueldade animal? Nos Estados Unidos, um país onde o fast food tem enorme poder, eles ganharam um ótimo aliado nesse ensinamento: é a primeira escola 100% vegana do mundo.
A MUSE School, em Calabasas, na Califórnia, é um projeto de ninguém menos que Suzy Amis Cameron, esposa do famoso diretor de cinema James Cameron. Incomodados com as poucas opções de ensino para seus filhos, o casal decidiu criar seu próprio centro de aprendizagem, que tem um foco específico na preservação ambiental.
Nós estamos gradualmente mudando para um menu baseado em vegetais porque nós nos consideramos uma escola ambiental. Você não pode dizer que é ambientalista se você continua a consumir animais“, explicou Cameron ao NPR. A instituição, que oferece ensino público e não tem fins lucrativos, conta com uma grande área onde frutas e vegetais são plantados e colhidos pelos próprios estudantes. Os alimentos que não são consumidos para a merenda são vendidos, também pelos pequenos, em um mercado local. Dessa forma, além de aprenderem sobre a importância da alimentação saudável e do cuidado com o meio ambiente, os alunos têm uma prática sobre negócios, vendas e finanças.
Para completar, a escola conta com painéis solares que abastecem mais de 90% da energia necessária para seu funcionamento.
escola-vegana
Cameron e a esposa decidiram mudar seus hábitos alimentares e se tornar veganos após assistir a um documentário chamado Forks Over Knives em 2012. No início, o foco principal da mudança era a saúde. Contudo, eles perceberam o quão relevante é a alimentação vegana para a preservação ambiental e agora querem levar o aprendizado até os 140 alunos da escola. “Uma pessoa qualquer diria vegan, mas nós dizemos alimentos integrais, orgânicos. A ideia é desenvolver crianças que não pensem como estranho ou exótico ou digno de um tapinha nas costas fazer o certo pela biosfera“, afirmou.
Vem ver as fotos do espaço:
vegano1
escola-vegana12
vegano3
escola-vegana5
escola-vegana2
escola-vegana7
escola-vegana9
escola-vegana6
vegano5
vegano6
vegano8
vegano9
Todas as fotos © Muse School CA