A organização que quer preservar as suas tatuagens em quadros depois que você morrer

 

Se você tivesse a sorte de ter um quadro de Picasso na sua sala de estar, você gostaria que a obra fosse queimada após a sua morte? Então, porque você vai deixar que suas tatuagens apodreçam no túmulo depois que você partir desta para melhor? É com isso em mente que uma organização norte-americana passou a oferecer um serviço para remover e preservar em quadros suas tattoos favoritas quando você morrer.

Chamada de Associação Nacional pela Preservação da Arte na Pele (NAPSA), a organização oferece o serviço a norte-americanos com mais de 18 anos que forem membros efetivos e estiverem com a anuidade paga – como uma espécie de seguro funerário.

Quando você morrer, basta que um parente ou amigo entre em contato com a associação para que um kit de remoção da tatuagem seja prontamente enviado até o necrotério ou funerária, a fim de que a área de pele contendo a tatuagem seja removida do corpo – as únicas exceções são tatuagens no rosto ou na área da genitália. Uma vez recortado, o pedaço de pele com a arte passa por um composto de preservação temporário e, quando em posse da organização, recebe um tratamento especial para que a sua tatuagem dure por séculos.

preservacao-tattoo

Apesar de parecer esquisito para muitos, o serviço prova que, cada vez mais, a tatuagem tem sido vista como arte e requer cuidados de preservação, catalogação e estudo.

E aí, o que você acharia de ter a tatuagem de um falecido ente querido na parede da sala?

preservacao-tattoo2

preservacao-tattoo3

preservacao-tattoo4

preservacao-tattoo5

preservacao-tattoo7

preservacao-tattoo8

preservacao-tattoo9

preservacao-tattoo6

Todas as fotos © NAPSA

Anúncios

Fotos revelam quem foi Vikki Dougan, a Jessica Rabbit da vida real

Você sabe quem é Jessica Rabbit, né? A “coelha” sensual que iniciou indiretamente as confusões do filme Uma Cilada Para Roger Rabbit tem como marca registrada o enorme decote nas costas de seu vestido. Você sabia que ela foi inspirada em uma personagem de carne e osso?

Nos anos 50, o publicitário hollywoodiano Milton Weiss conheceu Vikki Dougan e percebeu seu potencial para chamar a atenção. Foi dele a ideia de criar vestidos com as costas de fora para provocar e dar destaque. O sucesso foi tanto que Vikki chegou a ser conhecida como “The Back”, ou “As Costas”.

douganderriere5 

A pin-up girl arriscou uma carreira no cinema, chegando a atuar em alguns filmes, mas foi nas festas de Los Angeles que ela mais se deu bem. Suas curvas e seus trajes chegaram a lhe causar problemas, quando ela foi expulsa da festa de estreia de um filme porque estava chamando atenção demais.

Não é de hoje que celebridades cujo maior apelo é o corpo têm brilho passageiro, e logo Vikki caiu no esquecimento. Mas ficou viva na memória dos desenhistas da Disney que trabalharam no filme de Roger Rabbit, e serviu de inspiração para Jessica, que também tinha o decote nas costas como estratégia para chamar atenção.

theback 

douganderriere6 

douganderriere3 

vikkidouganbus 

douganderriere1 

vikkidouganhd3 

vikkidouganhd 

Fotos: Ralph Crane/LIFE Magazine

Polícia do Pará prende caçador que matou mais de uma dezena de onças

No fim de agosto, agentes da Polícia Militar chegaram até a casa de Júlio César da Silva, em Curionópolis, sudoeste do Pará, para apurar uma denúncia de porte ilegal de armas. O que eles encontraram foi muito pior, e levou à maior apreensão de grandes felinos já registrada pelo Ibama.

Na casa do acusado foram encontrados 20 animais abatidos: 15 onças-pintadas, 2 onças pardas, conhecidas como suçuaranas, uma jaguatirica, uma onça preta e um crânio de jacaré. Também foram apreendidos sete pássaros silvestres em gaiolas, além de patas e peles de onças.

Onça-pintada (Foto: Reprodução)

Frederico Dumont Martins, chefe da FLONACA, a Floresta Nacional de Carajás, disse que, desde a criação da área de proteção ambiental, em 1998, jamais havia sido descoberto um caso dessa magnitude. Encontrar peles e cabeças de onças prontas para serem exibidas como troféus indicam relação com o tráfico de animais.

Jaguatirica (Foto: Reprodução)

Também foram encontradas várias armas e muita munição no local. Júlio César foi multado em R$460 mil por matar, mutilar e manter os animais silvestres em depósito, e mais R$34 mil por manter as sete aves em cativeiro. Felipe Sá, perito criminal e médico veterinário, relatou que os próximos passos são investigar quem está por trás do esquema de tráfico, encomendando os animais para os caçadores.

Suçuarana (Foto: Reprodução)

A polícia paraense divulgou fotografias dos cadáveres dos animais, que preferimos não publicar. São imagens fortes, que você pode conferir aqui.

Site elege os 50 melhores lugares do mundo para fotos de casamento incríveis

Quem é que não sonha em eternizar o dia do casamento com fotos tão maravilhosas que fazem suspirar? Pois o site Junebug Weddings, especializado em casamentos, fez um concurso para eleger os 50 melhores destinos de 2016 para registrar este que é um dos principais momentos da vida de um casal.

Fotos deslumbrantes de mais de 30 países foram enviadas e um total de 4 mil imagens ao redor do mundo participaram do concurso.Pela qualidade das imagens enviadas, ficou difícil escolher apenas 50 registros. A baixo você confere algumas das belíssimas imagens da lista:

Hamar, Noruega/ Foto de Jakob Granqvist
01

Lombok, Indonésia / Foto de Tin Martin
02

San Francisco, Califórnia, EUA / Foto de Jessica Van
03

Pilton, Queensland, Austrália / Foto de Van Middleton
04

Ilha Skye, Escócia – Foto de Fer Juaristi
05

Trolltunga, Noruega – Foto de Pawel Sarota
06

Higuey, República Dominicana – Foto de Sergio Cueto
07

Wild Horse Canyon, Green Reever, Utah, EUA – Foto de Ethan Watts
08

Varanasi, India – Foto de Cristiano Ostinelli
09

Grand Central Station, New York City, EUA – Foto de Sigit Prasetio
010

Santorini, Grécia – Foto de Shari Vallely
011

Egito – Foto de Eric Ronald
012

* Imagens: Divulgação

Cão percorre quilômetros todos os dias para cumprimentar todos os habitantes de sua cidade

Alguns cachorros parecem mais interessados nos humanos do que nós mesmos. E Bruno certamente é um exemplo disso. O vira-latas de Longville, nos Estados Unidos, caminha quilômetros diariamente apenas para ter a oportunidade de cumprimentar cada um dos habitantes da cidade.

Tudo começou quando Bruno apareceu na porta de Debbie e Larry Lavalee há 12 anos. A primeira atitude destes foi tomar conta do animal e mantê-lo preso para que ele não fugisse. Mas desde o começo o cachorro mostrou que não queria abrir mão de sua independência. Debbie e Larry aceitaram o desafio e se mantiveram ao lado do animal, respeitando sua liberdade.

bruno6

Foi assim que, pouco a pouco, Bruno acabou ganhando a simpatia da cidade. Hoje, ele caminha diariamente cerca de 6 quilômetros para cumprimentar a todos os vizinhos pessoalmente. No supermercado local, ele sempre se certifica de fazer uma boquinha – sua comida preferida é o sorvete!

bruno9

E, como o animal está ficando velhinho, os habitantes da cidade encontraram um jeito de mantê-lo na memória das futuras gerações e retribuir todo o amor recebido: erguendo uma estátua para Bruno. ♥

bruno5

Fotos: Kare

bruno1

bruno2

Fotos: Metro

bruno3

bruno4

bruno7

bruno8

Fotos: Kare