Conheça a Lagoa Azul, um verdadeiro spa na natureza

https://i2.wp.com/nomadesdigitais.com/wp-content/uploads/2014/03/blue2.jpg

Sim, esse lugar existe. A Lagoa Azul, a apenas 45 minutos da encantadora cidade de Reykjavik, é simplesmente uma formação acidental da natureza que ocorreu em 1976, após o escoamento da usina Svartsengi. Com isso, tornou-se um verdadeiro spa geotérmico na Islândia, atraindo turistas de todo o mundo para banhos termais.

Os tratamentos desse fenômeno incluem a aplicação de lama sílica na pele, o que, segundo alguns relatos, melhorou as condições de pessoas com psoríase, doença inflamatória na pele que causa coceira e irritação.

Com o passar do tempo, o local ganhou uma supervisão e começou a ser mais desenvolvido. Atualmente, além da lagoa – com temperatura entre 36°C e 38°C – existe uma sauna, banho de vapor dentro de uma caverna de lava e uma cascata de massagem. As instalações foram projetadas pelos arquitetos de basalto Sigridur Sigþórsdóttir, com o intuito de proteger o meio ambiente e respeitar a história geológica local, que é um grande feito da natureza por si só.

Já podemos fazer as malas e ir relaxar do outro lado do mundo, por favor?

https://i0.wp.com/nomadesdigitais.com/wp-content/uploads/2014/03/blue10.jpg

https://i2.wp.com/nomadesdigitais.com/wp-content/uploads/2014/03/blue9.jpg

https://i0.wp.com/nomadesdigitais.com/wp-content/uploads/2014/03/blue7.jpg

https://i1.wp.com/nomadesdigitais.com/wp-content/uploads/2014/03/blue6.jpg

blue5

blue4

blue3

https://i2.wp.com/nomadesdigitais.com/wp-content/uploads/2014/03/blue2.jpg

https://i2.wp.com/nomadesdigitais.com/wp-content/uploads/2014/03/blue.jpg

Fotos: Reprodução/Buzzfeed; Imagem de topo: The Amazing Buzz

Anúncios

Você acha que essa é uma estante normal? Então te desafiamos a olhar mais de perto

Viver em apartamentos e casas pequenos é saber aproveitar cantinhos e entender a importância de se investir em móveis funcionais. Se antes a cama virava sofá, hoje a sala se transforma em dois ambientes e até estantes funcionam como escadas. O objetivo é simples: fazer mais ocupando menos espaço.

Como você faz para armazenar seus livros? Estantes e armários costumam ocupar bastante espaço horizontal. Por isso, verticalizar é a palavra-chave quando falamos de ambientes pequenos. Mas como fazer para alcançar um livro na última prateleira? A não ser que você seja naturalmente alto, será preciso pedir ajuda de uma cadeira, banquinho ou escada. A não ser que você tenha uma Higher Ground, estante criada pela designer Karen King, que traz uma escada acoplada ao móvel.

Basta puxar as extremidades das prateleiras para que os degraus se destaquem, facilitando a vida de quem precisa pegar um objeto na prateleira mais alta, por exemplo. Com um design bonito e uso simples, a Higher Ground é uma boa opção para quem precisa guardar livros, porém não quer ocupar muito espaço na sala ou no quarto.

Genial, não? Confira as imagens:

Estante tem escada acoplada

Estante tem escada acoplada

Estante tem escada acoplada

Estante tem escada acoplada

Fotos: Ideacious

Mulher de 100 kg faz poses de yoga impressionantes e relata como isso melhorou sua autoestima

Uma aula de yoga é sinal de muita gente magérrima reunida fazendo poses que você nem em sonho conseguiria, verdade? Embora em muitos lugares seja assim, essa nem sempre é a realidade de quem a pratica e já existem até mesmo escolas de yoga voltadas para gordinhos.

Aos 22 anos, a estadunidense Dana Falsetti é uma das pessoas que está engajada em mostrar ao mundo que a yoga pode ser praticada por qualquer pessoa. Ela chegou a pesar 136 quilos e, mesmo após perder 31 quilos, conta que ainda não se sentia completa. “Eu estava triste, me sentindo inútil, ainda mais confusa e simplesmente perdida. Eu fui fazer yoga pois era algo novo que eu poderia em uma época em que estava desistindo de tudo“, disse ao Daily Mail.

dana1

A prática deu tão certo que Dana começou a mudar sua maneira de encarar a vida e acabou se tornando professora de yoga. “Se estivesse feliz, frustrada, estressada, animada, qualquer coisa, minha resposta era comer. À medida que continuei a praticar (yoga), me descobri querendo meu tapetinho ao invés de buscar comida“, conta.

Hoje ela possui 83 mil seguidores no Instagram, onde compartilha mensagens de auto-aceitação e fotos de diversas posições da yoga e mostra que qualquer um pode se sair muito bem na prática. Além da rede social, ela também criou uma série online em vídeo chamada de Making Shapes, onde ensina iniciantes a fazer as mais mirabolantes posições.

dana2

DanaYoga1

dana3

dana4

dana5

dana7

dana8

dana9

dana10

dana11

Todas as fotos © Dana Falsetti/Facebook

Fotógrafo capta as estradas de cortar a respiração na Nova Zelândia

A Nova Zelândia é um dos países mais incríveis do mundo

O fotógrafo Albert Oriol foi mais um dos que se deixou encantar pelas belezas do país e pela exuberante paisagem natural. Mas quis retratá-la a partir de uma perspectiva menos utilizada: a de um motorista na estrada. O cenário que se estende na frente parece sempre digno de filme e faz nos pensar que chegou a hora de colocar aquela ideia da road trip dos seus sonhos fora do papel.

Vem ver:

https://i1.wp.com/nomadesdigitais.com/wp-content/uploads/2016/02/NZRoad4.jpg

https://i0.wp.com/nomadesdigitais.com/wp-content/uploads/2016/02/NZRoad3.jpg

https://i1.wp.com/nomadesdigitais.com/wp-content/uploads/2016/02/NZRoad2.jpg

https://i2.wp.com/nomadesdigitais.com/wp-content/uploads/2016/02/NZRoad6.jpg

https://i2.wp.com/nomadesdigitais.com/wp-content/uploads/2016/02/NZRoad5.jpg

https://i2.wp.com/nomadesdigitais.com/wp-content/uploads/2016/02/NZRoad1.jpg

https://i1.wp.com/nomadesdigitais.com/wp-content/uploads/2016/02/NZRoad8.jpg

https://i0.wp.com/nomadesdigitais.com/wp-content/uploads/2016/02/NZRoad9.jpg

https://i1.wp.com/nomadesdigitais.com/wp-content/uploads/2016/02/NZRoad7.jpg

Todas as fotos © Albert Oriol

A incrível viagem de um trem miniatura pelas melhores paisagens do Canadá

Criando um mundo lúdico, o fotógrafo e ilustrador Jeff Friesen fez uma série de fotos que mostra um trem miniatura passando por várias paisagens incríveis do Canadá. A jornada de mentirinha traz uma nova perspectiva sobre as viagens nos trilhos e seus encantos. E, à primeira vista, parece mesmo um trem de verdade.

A miniatura é uma réplica do modelo vintage de 1955, chamado de “The Canadian”. Mas a diferença é que este, ao invés de carregar o passageiro, é carregado por Friesen entre as paisagens pitorescas de Nova Escócia, Five Islands Provincial Park e pela Baía de Fundy, conhecida por ter as marés mais altas do planeta e um visual deslumbrante.

As fotografias da série “Ghost Train Crossing Canada” (“Trem Fantasma Cruzando o Canadá”) mostram a vontade do aventureiro de cruzar o país, mas exploram o território de maneira diferente a partir de um trem de 5 centímetros onde não cabem pessoas e sim formigas. O resultado nos faz querer construir trilhos nestes lugares para poder percorrê-los a bordo de uma locomotiva.

https://i0.wp.com/nomadesdigitais.com/wp-content/uploads/2016/02/trem-canada-1.jpg

https://i1.wp.com/nomadesdigitais.com/wp-content/uploads/2016/02/trem-canada-2.jpg

https://i2.wp.com/nomadesdigitais.com/wp-content/uploads/2016/02/trem-canada-3.jpg

https://i0.wp.com/nomadesdigitais.com/wp-content/uploads/2016/02/trem-canada-4.jpg

https://i0.wp.com/nomadesdigitais.com/wp-content/uploads/2016/02/trem-canada-5.jpg

https://i0.wp.com/nomadesdigitais.com/wp-content/uploads/2016/02/trem-canada-6.jpg

https://i1.wp.com/nomadesdigitais.com/wp-content/uploads/2016/02/trem-canada-7.jpg

https://i1.wp.com/nomadesdigitais.com/wp-content/uploads/2016/02/trem-canada-8.jpg

https://i2.wp.com/nomadesdigitais.com/wp-content/uploads/2016/02/trem-canada-9.jpg

https://i2.wp.com/nomadesdigitais.com/wp-content/uploads/2016/02/trem-canada-10.jpg

https://i2.wp.com/nomadesdigitais.com/wp-content/uploads/2016/02/trem-canada-11.jpg

https://i1.wp.com/nomadesdigitais.com/wp-content/uploads/2016/02/trem-canada-12.jpg

https://i1.wp.com/nomadesdigitais.com/wp-content/uploads/2016/02/trem-canada-13.jpg

https://i2.wp.com/nomadesdigitais.com/wp-content/uploads/2016/02/trem-canada-14.jpg

https://i1.wp.com/nomadesdigitais.com/wp-content/uploads/2016/02/trem-canada-15.jpg

https://i2.wp.com/nomadesdigitais.com/wp-content/uploads/2016/02/trem-canada-16.jpg

https://i0.wp.com/nomadesdigitais.com/wp-content/uploads/2016/02/trem-canada-17.jpg

https://i0.wp.com/nomadesdigitais.com/wp-content/uploads/2016/02/trem-canada-18.jpg

https://i2.wp.com/nomadesdigitais.com/wp-content/uploads/2016/02/trem-canada-19.jpg

https://i1.wp.com/nomadesdigitais.com/wp-content/uploads/2016/02/trem-canada-20.jpg

Todas as fotos © Jeff Friesen