Como um brinquedo escondido num sabonete melhorou a higiene de crianças de comunidade africana

Lavar as mãos antes de comer e depois de ir ao banheiro parecem atos simples, mas podem ser muito efetivos na redução de doenças como diarreia, febre tifoide e cólera, por exemplo. Porém, a gente sabe que muitas vezes as crianças acham que isso é besteira e acabam esquecendo de lavar as mãos nos momentos adequados. E isso não acontece só aqui.

Para ensinar os pequenos a criar este hábito, um novo sabonete foi lançado na comunidade de Blikkiesdorp, na Cidade do Cabo, África do Sul. A ideia foi simples: inserir um brinquedo em meio ao item de higiene para que as crianças sejam incentivadas a lavar as mãos e liberar a surpresa.

Chamado de Hope Soap (“Sabonete da Esperança”, em tradução livre), o item foi lançado pela agência Y & R em parceria com diversas organizações sem fins lucrativos e os criadores indicam que os níveis de higiene na região tiveram uma melhora significativa entre as crianças no último ano.

Bem melhor do que colocar a surpresa dentro de um chocolate, não acha?

soap5

Todas as imagens: Reprodução YouTube
Anúncios

Série fotográfica compara gêmeos fumantes e não fumantes

A pesquisa é do Departamento de Cirurgia Plástica da Case Western Reserve University, em Ohio, Estados Unidos, e deixa clara a forma como o tabaco influencia e acelera mudanças no corpo das pessoas. Focando no rosto de cada uma, a série captou irmãos gêmeos entre os 18 e os 78 anos, com a condição de que um tenha fumado durante mais tempo do que o outro.

Lado a lado, com a câmera focada no rosto, podemos ver as diferenças que o tempo e o estilo de vida foram deixando nos gêmeos. Nem tudo dependerá apenas dos cigarros, mas pra tornar os resultados mais confiáveis, os pesquisadores incluíram um questionário a cada retratado (perguntando sobre outros hábitos que pudessem acelerar o envelhecimento, como o estresse ou o consumo de álcool), e um painel de três júris, de olhos vendados, pra analisar as expressões faciais e o nível de rugas dos irmãos.

As conclusões apontam no mesmo sentido: fumar favorece o envelhecimento e a degradação da pele. A explicação técnica é dada por um dos pesquisadores, Bahman Guyuron – “fumar reduz a formação de colágeno, resulta na degradação do colágeno e reduz a circulação na pele. Além disso, a nicotina diminui a espessura da pele. Tudo isso reduz a elasticidade da pele e causa envelhecimento prematuro”.

Veja com seus próprios olhos o estudo “Alterações faciais causadas pelo tabagismo: uma comparação entre gêmeos idênticos fumantes e não fumantes”:

IdenticalStudyTobacco7

Na foto acima, vemos duas gêmeas que já foram fumantes, mas esse é um hábito que a da esquerda manteve por mais 17 anos do que a da direita. Olha as diferenças nas pálpebras, que ficaram menores, e nos lábios, onde as rugas da que fumou por mais tempo se acumularam.

IdenticalStudyTobacco2

IdenticalStudyTobacco3

IdenticalStudyTobacco4

Os dois gêmeos já foram fumantes, mas o da direita fumou durante mais 14 anos que o da esquerda.

IdenticalStudyTobacco5

As pregas labiais são uma das diferenças mais visíveis entre estas irmãs – dessa vez, a fumante é a da direita.

IdenticalStudyTobacco6

IdenticalStudyTobacco1

A gêmea da esquerda é uma não fumante. A da direita fumou por 29 anos.

IdenticalStudyTobacco8

General Sherman (árvore)

https://i0.wp.com/www.cel-mai.ro/imagini/sequoia-m/giant-sequoia.jpg

General Sherman é um (sequóia gigante Sequoiadendron giganteum ) árvore localizada na Floresta Gigante da Sequoia National Park em Tulare County , na US estado de Califórnia . Em volume, é a maior árvore de tronco conhecidas vivendo única na Terra, possui 4.650 anos de idade.  A árvore General Sherman não é nem a árvore mais alta conhecida vida na Terra (essa distinção pertence à árvore de Hyperion , um Redwood Coast ), nem é -lo o mais vasto (ambos a maior cipreste e maior baobá têm um diâmetro maior), nem é a árvore viva mais antiga conhecida na Terra ( essa distinção pertence a uma bristlecone pinho Great Basin ).  com uma altura de 83,8 metros (275 ft), um diâmetro de 7,7 m (25 pés), uma estimativa do fuste volume de 1,487 m3 (52.513 pés cúbicos), e uma estimativa da idade 2,300-2,700 anos, é, no entanto, entre o mais alto, mais largo e mais duradouro de todas as árvores do planeta.

https://i2.wp.com/lggardendesign.com/wp-content/uploads/2013/10/General_Sherman_tree_looking_up.jpg

Olhando para cima a partir da base da General Sherman localizado na Califórnia Sequoia National Park

Enquanto o general Sherman é a árvore que vive atualmente a maior, não é a árvore maior conhecido para os seres humanos. O Crannell Creek gigante, uma sequóia costa ( Sequoia sempervirens ), perto de Trinidad, Califórnia , é estimada para ter sido de 15 a 25% maior do que a árvore General Sherman em volume. A árvore foi cortada em meados da década de 1940. Outra Redwood costa maior, perto de 90.000 pés cúbicos., A árvore de Lindsey Creek , foi relatado em um artigo de 1905 Humboldt Tempos padrão.

https://vivimetaliun.files.wordpress.com/2016/02/1146e-sequoiaforestcalifornia.jpg?w=444

A General Sherman foi supostamente nomeado após a Guerra Civil Americana geral William Tecumseh Sherman , em 1879 por naturalista James Wolverton, que serviu como um tenente na Cavalaria Indiana 9ª sob Sherman. Em 1931, na sequência de comparações com a vizinha árvore General Grant , General Sherman foi identificada como a maior árvore do mundo. Um resultado deste processo é que o volume de madeira tornou-se largamente aceite como o padrão para estabelecer e comparando o tamanho dos diferentes árvores.

https://i1.wp.com/www.cariboutravel.be/dpics/jours/2014-11-18-11-05-02_sequoianationalparksherman.jpg

Em fevereiro de 1978, um diâmetro de quatro pés, 140 pés de comprimento (43 m), de 20 toneladas  ramo colapso da árvore.  Este colapso melhor revelou a sua maior ramo, que foi um pouco maior em a árvore e, curiosamente, tinha um tamanho semelhante, forma e posição na árvore (deixando a aparência da árvore relativamente inalterado). O restante deste ramo é visível a partir do ponto de vista clássico como o segundo grande coto até o tronco à direita. Em janeiro de 2006, o maior ramo na árvore (mais comumente visto em fotos antigas, como um “L” ou a forma de golfe-clube, projeta-se cerca de um quarto do caminho para baixo o tronco) também se interrompeu.

https://i2.wp.com/www.planetware.com/photos-large/USCA/california-sequoia-national-park.jpg

Não houve testemunhas do incidente, eo ramo, com uma circunferência maior do que os troncos de a maioria das árvores, um diâmetro de mais de 2 metros (7 pés) e um comprimento de mais de 30 m (98 pés) parte -smashed da sua envolvente cerca e crateras na calçada da passarela em torno do sequoia. A ruptura, no entanto, não se crê ser indicativo de quaisquer anormalidades na saúde da árvore, e pode até ser um mecanismo de defesa natural contra condições climatéricas adversas.

https://i2.wp.com/blog.titabijoux.com/wp-content/uploads/2015/02/IMG_8619.jpg

https://vivimetaliun.files.wordpress.com/2016/02/8fafd-general-sherman1.jpg?w=444

https://vivimetaliun.files.wordpress.com/2016/02/f9d72-sequoias2bgigantes.jpg?w=444

https://i0.wp.com/41.media.tumblr.com/66a6ebedc5ee1effc5c8d3ea1b361fb3/tumblr_na9v9eyOFj1tqp1x3o2_1280.jpg

https://i2.wp.com/www.gazetadopovo.com.br/ra/grande/Pub/GP/p3/2014/08/25/Mundo/Imagens/secoia_250814.jpg

http://i1.wp.com/comoserrosaprendi.com.br/wp/wp-content/uploads/2015/05/IMG_9001.jpg

http://www.1000dias.com/fototmp/1024-768-junto-a-um-imponente-grupo-de-enormes-sequoias-no-sequoia-national-park,-na-california---eua-nikon%20(42344).jpg

https://i1.wp.com/blog.encontresuaviagem.com.br/wp-content/uploads/2015/06/Sequoia.jpg

https://i2.wp.com/tripminer.com/wp-content/uploads/2014/05/Yosemite-Mariposa-Grove-Sequoias.jpg

https://i0.wp.com/viajarverde.com.br/wp-content/uploads/2015/09/tourismattraction.com_-810x1433.jpg

https://i0.wp.com/www.saccaro.com.br/blog/wp-content/uploads/2015/08/tree-750x980.jpg

É considerada um fóssil vivo.Tem sido plantada no Brasil para fins ornamentais e de adaptação da espécie, já que em seu lugar de origem vem sendo destruída. VIA

Artistas portugueses criam tatuagens que viram incríveis animações

E se suas tatuagens tivessem vida própria? Acredite. Isso pode ser possível… Por alguns instantes. O primeiro evento de video mapping em tatuagens do mundo aconteceu em Lisboa recentemente.

Patrocinada pela Desperados e realizado pela dupla de artistas Oskar&Gaspar a ideia resultou numa projeção mapeada de tatuagens. Tudo foi desenvolvido ao vivo, sem pós-produção alguma. Eles nomearam o conceito original de ink mapping.

As tatuagens que foram apresentadas no evento foram feitas por Eduardo Cavellucci e Igor Gama e ganharam, durante a execução, diferentes movimentos, cores e dimensões. Veja o resultado:

tatuagens1

tatuagens2

tatuagens3

tatuagens4

tatuagens55

tatuagens6

tatuagens7

tatuagens8

tatuagens9

tatuagens10

tatuagens11

Todas as imagens: Reprodução Vimeo

10 cidades medievais para conhecer antes de morrer

Se você é fã de Game of Thrones ou simplesmente fascinado pela era medieval, este post é pra você. Na Europa, principalmente, fica fácil viajar no tempo, já que boa parte das cidades são preservadas, resgatando a memória de tempos que não existem mais. A Idade Média, marcada por castelos, fortalezas e torres que só parecem existir em filmes, segue firme e forte em alguns lugares.

Uma das mais famosas é Praga, que impressiona por sua arquitetura fantástica e que imediatamente nos remete à Idade das Trevas. Outras cidades, como Pingyao e Ghardaïa (estas já fora da Europa), devem ser consideradas na rota turística dos amantes da era medieval, pois são igualmente marcadas pela época.

Confira abaixo a lista com 10 lugares encantadores e cheios de história para se visitar:

1. Carcassonne, França

Uma das mais impressionantes, esta cidade é parada obrigatória, pois fica exatamente no meio de uma impressionante fortaleza, reconstruída no século XIX. A Inquisição Católica chegou a utilizar uma das torres durante o século XIII e, não à toa, a cidade recebe em torno de 3 milhões de turistas por ano.

medieval3

2. Ghardaïa, Argélia

Estabelecida no século XI, em meio ao deserto do Saara, a cidade é marcada por muitas influências culturais, históricas e arquitetônicas, também influenciada pela estrutura medieval, que segue bem preservada. Por conta disso, a cidade é considerada Patrimônio Mundial pela UNESCO.

medieval8

3. Bruges, Bélgica

A charmosa Bruges não deixa de ser um tanto quanto obscura. Em sua parte medieval, destacam-se algumas construções como a Igreja de Nossa Senhora, uma das mais altas do mundo, podendo ser observada através de um romântico passeio pelos canais da cidade.

medieval9

4. Mystras, Grécia

A arquitetura de Mystras é marcada por uma forte influência do Império Bizantino, sem deixar de se infiltrar no meio de outras culturas influentes, como dos venezianos e turcos. As ruínas medievais que restam até hoje são protegidas pela UNESCO.

medieval7

5. Praga, República Checa

Marcada por uma arquitetura impressionante, a era medieval tem fortes raízes em Praga, desde a Torre da Pólvora, que liga a Cidade Velha, construída no século XI, até a famosa Ponte Carlos, o Castelo de Praga, igrejas e a maior praça medieval da Europa.

medieval

6. York, Inglaterra

York tem uma rua dedicada às muralhas medievais da cidade, chamada Micklegate, de onde saem histórias sobre decapitações, sendo que as cabeças ficavam expostas para alertar o restante da população. Além disso, é famosa por suas igrejas, mesmo que muitas das construções tenham se perdido com o tempo.

medieval6

7. Trakai, Lituânia

Um castelo no meio do lago chama a atenção de todos os turistas curiosos. O antigo palácio real era a capital do Ducado e atualmente tem uma vasta coleção de exposições dedicadas à Idade Média, funcionando como museu.

medieval5

8. Siena, Itália

A Catedral de Siena é um dos monumentos mais incríveis da arquitetura italiana, absolutamente preservada. As paisagens urbanas medievais são protegidas pela UNESCO, como deve ser.

medieval1

9. Oviedo, Espanha

Também protegida pela UNESCO, a capital de Astúrias foi encontrada no século VIII e até hoje atrai milhares de turistas da Espanha e do mundo. Conservada, tem igrejas, fontes, mosteiros e muitas outras construções medievais para se visitar.

medieval2

10. Pingyao, China

A China tem uma magia especial no ar, e em Pingyao não é diferente. As finanças chinesas se concentravam ali durante o século XIV e até hoje preserva em sua história as grandes e antigas muralhas.

medieval4

Fotos: aegee.org, wikimedia, balticoming, globocation, latortugaviajera, pingallery

Brasileira viaja pelo mundo voluntariando e cria projeto que incentiva viagens com propósito

Movida pelo desejo de viajar e a vontade de ajudar, a brasileira Letícia Mello  passou seis meses fazendo trabalho voluntário em troca de acomodação em áreas muito remotas da Tailândia, Camboja e Vietnã. Com 500 dólares por mês e muita disposição, ela deu aulas de inglês para crianças carentes, monges, agricultores, policiais e até mesmo para uma família de uma minoria étnica.

No Camboja ela conseguiu arrecadar dinheiro de amigos para construir uma casa para uma família. Essa casa se chama “Casa da Esperança” e foi um dos momentos que marcou a viagem dela. Leticia decidiu criar o projeto Do For Love (Faça por Amor) para compartilhar não somente as experiências que viveu mas também informações sobre as instituições que voluntariou, incentivando assim mais pessoas a voluntariar e encontrar um propósito maior para as viagens.

https://i2.wp.com/nomadesdigitais.com/wp-content/uploads/2016/02/DoForLove7.jpg

Por meio do apoio de seus leitores que sempre a incentivaram a escrever um livro, decidiu que o Do For Love precisava se tornar o seu projeto de vida. Foi assim que largou tudo em Nova York, onde se revezava entre ser garçonete em um restaurante e voluntária em uma organização que cuidava de refugiados.

Realizou seu sonho e escreveu o livro onde conta essa aventura na íntegra, falando não somente da viagem de voluntariado em si, mas de seus medos e motivações que fizeram parte da jornada, do autoconhecimento gerado pelas viagens e a mudança que uma experiência como voluntária gerou em sua vida. Com as vendas do livro ela pretende ampliar o projeto, que ajudará mais pessoas em mais lugares.

Você pode ajudá-la no financiamento coletivo do livro que vai até o dia 21 de Fevereiro. Basta acessar este link.

https://i1.wp.com/nomadesdigitais.com/wp-content/uploads/2016/02/DoForLove3.jpg

https://i1.wp.com/nomadesdigitais.com/wp-content/uploads/2016/02/DoForLove1.jpg

https://i0.wp.com/nomadesdigitais.com/wp-content/uploads/2016/02/DoForLove4.jpg

https://i2.wp.com/nomadesdigitais.com/wp-content/uploads/2016/02/DoForLove5.jpg

https://i1.wp.com/nomadesdigitais.com/wp-content/uploads/2016/02/DoForLove6.jpg

https://i1.wp.com/nomadesdigitais.com/wp-content/uploads/2016/02/DoForLove8.jpg

https://i1.wp.com/nomadesdigitais.com/wp-content/uploads/2016/02/DoForLove9.jpg

https://i1.wp.com/nomadesdigitais.com/wp-content/uploads/2016/02/DoForLove10.jpg

https://i0.wp.com/nomadesdigitais.com/wp-content/uploads/2016/02/DoForLove2.jpg

Todas as fotos © Leticia Melo