Sim, este concurso elege as fotos de pet mais divertidas do mundo – e essas são ótimas candidatas

A gente morre e não vê tudo nessa vida, não é mesmo? Pois é essa a sensação que temos ao descobrir que existe um concurso para eleger as fotos mais “comédias” de pets. É o Comedy Pets Photography Awards, que está com as inscrições abertas desde janeiro.

O concurso foi ideia dos fotógrafos Paul Johnson-Hicks e Tom Sullam, especializados em vida selvagem, e tem a renda revertida para ONG’s como a Humane Society, dos Estados Unidos, e a Animal Welfare Foundation, do Reino Unido.

“Queríamos ver as fotos mais engraçadas de animais de estimação de todo o mundo, e para nossa sorte, as inscrições que recebemos até agora superaram nossas expectativas”, disse Paul.

O concurso, aliás, é o irmão mais novo do Comedy Wildlife Photography Awards, outro concurso de fotografia que visa premiar as imagens mais divertidas, mas da vida selvagem no caso.

Confira alguns dos participantes do Comedy Pets Photography Awards abaixo:

AVeryScardyCat-483cc670ea9ab87f2764e56c60e61822

CatInBowl-0bed372de5da71dde1fcec76ab3fdc03

CatNinja-a96835d66a8c9adf43793f21fc1d444b

CatOuttaMyFace-f6d8e5e57ca0b8829267e20a9977ac6f

CatPeeking-cf26d89de3482ffdc7066fea9c41acd7

CatSelfie-2b445e14efb5905c37901303119261a4

CatTongue-a59b468b517805401afd26bd7f3d61af

DogBall-701ce9756ec1e67855ce58b64c448b01

DogDriving-687041588b4deb690d34940b24a35108

DogLippy-18271bad7dba77040364fa97ee6c9cb4

DogOMG-d3db5f70648904147cfc271efe25ff68

DogScream-6bd08769c869c52663e0411d16425620

HalfSleepingDog-a13a6f47b071513d8706cc76d8fbed7f

HorseInAir-90093a05b0ec1b4950c3884163f59801

LaidBackDog-f6598090fc8628d7bac84f5ba1769808

OhHeyHorse-78b358c9578e6386fc015a5cc889caf9

SmilingDog-22c4664fd8a698cd9372577e10fb891c

SnowDog-67beeb32bb388e53ea9fd9280321aa00

YellingDog-663b407d9654bf8ad042f908cc77107e

Todas as fotos © Reprodução Comedy Pets Photography Awards fonte

Anúncios

Ele transformou sua casa bucólica de bairro em SP em uma incrível galeria e residência artística

Galerista, consultor, 44 anos. Assim se apresenta José Eduardo Ribeiro Brazuna,Na verdade a casa  hoje é muito mais do que isso. Residência artística, ateliê, galeria e espaço de troca, a Casa Jacarepaguá é uma ode à criação.

 José morou na casa ao longo de sete anos (é proprietário há 10). Da cultura de rua, do street art, do industriale, do upcycle. Adoro materiais antigos renovados e arte em suportes inusitados. A casa possui elementos garimpados em ferro velho, lojas de material de construção, caçambas de lixo, velhas marcenarias, etc.

RENOVAÇÃO é a palavra chave. O conceito é “faça você mesmo”. Foram meses pensando em como transformar uma casa bucólica de bairro em um ambiente multiuso, que serve de ateliê, galeria de arte, residência artística, escritório e até mesmo local de eventos.

O estilo de galpão industrial acabou funcionando de forma harmônica. Trilhos de iluminação expostos combinaram com o piso de massa corrida. Grades foram sendo agregadas. E até a pintura propositalmente borrada de cinza e algumas paredes pixadas acabaram formando um conjunto equilibrado com a natureza externa.

Todos os cômodos da casa são parte de uma galeria que se renova e abre para o público algumas vezes no ano, em eventos que contam com live paintings nas ruas do bairro, workshops e festinhas divertidas com artistas do street art.

SALA PRINCIPAL 2

OFICINA 2

SALA SUPERIOR 2

GALERIA ESCADA

JARDIM

SALA PRINCIPAL VISAO GERAL

NEON

DETALHE SALA PRINCIPAL 2

DETALHE SALA PRINCIPAL

SALA PRINCIPAL

OFICINA

QUARTO 1

QUARTO 2

SALA PRINCIPAL 1

SALA PRINCIPAL 2

SALA PRINCIPAL 3

SALA PRINCIPAL 4

SALA SUPERIOR 3

SALA SUPERIOR 4

VARANDA

Todas as fotos © Adriana de Maio fonte

Mais de 20 anos vivendo em Londres resultaram nessa visão bucólica da cidade

O fotógrafo Matt Stuart sempre teve um fascínio pelas cenas que flagra pelas ruas da cidade, pois tudo o que observa são fragmentos capazes de se tornar histórias completas. Sua última série revela duas décadas nas ruas de Londres, antes de muitas justa posições que permitiram junções divertidas.

Cabeças de aves somadas a caçambas de lixo, pés humanos andando ao lado de pés de aves, bolhas de sabão servindo como um ‘monóculo’ muito bem posicionado, uma mesa de bar perfeitamente inserida no interior de um carro, uma folha que mais parece um sorriso… Tudo possui um toque muito particular do universo especial de Matt Stuart.

Confira:

matt-stuart-fubiz-4

Todas as fotos © Matt Stuart fonte

O casal que recebe perto de R$ 30 mil por cada foto que faz em suas viagens pelo mundo

Jack Morris e Lauren Bullen estão vivendo um sonho desde que se conheceram em Fiji, no ano passado. Eles não apenas passam seus dias documentando viagens com fotos de tirar o fôlego, mas recebem cerca de USD 9 mil (aproximadamente R$ 30 mil) por cada uma delas.

Jack tem hoje 2 milhões de seguidores no Instagram, e Lauren, perto de 1.2 milhões. O casal é patrocinado por companhias de turismo e marcas que bancam suas viagens ao redor do mundo e em sua morada, Bali. Jack recentemente dividiu em seu site oficial, DoYouTravel, algumas dicas que os ajudaram a se tornar um casal tão famoso no Instagram.

Ele conta que sempre fotografam no momento mais silencioso do dia, próximo a uma hora após o nascer do sol. E de forma nenhuma aceitam receber menos de USD 3 mil (cerca de R$ 9 mil) por um post.

Veja aqui o resultado:

F1

F5

F4

F3

F2

F6

F7

F8

F9

F10

F11

F12

F13

Todas as fotos © DoYouTravel fonte