Restauração de estátua de 300 anos de Jesus descobre mensagem de 300 anos

Durante o manuseio de uma estátua de Jesus Cristo do século XVIII na Espanha, restauradores encontraram um bilhete escondido em seu “bumbum”.

A mensagem, escrita cuidadosamente a mão por um padre, remonta ao ano de 1777 e foi escondida na parte traseira da estátua para preservá-la como uma cápsula do tempo.

Conteúdo

A nota contém informações importantes sobre o período, incluindo detalhes sobre passatempos infantis, situação econômica, questões políticas e religiosas, pessoas famosas e outros tópicos.

Também nomeia o escultor da estátua e inclui dados locais que vão desde questões agrícolas até assuntos comunitários, destacando ainda doenças comuns e até nomes de toureiros populares da época.

O documento é assinado por Joaquin Minguez, sacerdote da catedral de Burgo de Osma na época.

 

A estátua de madeira é mantida na igreja de Santa Agueda, em Sotillo de la Ribera, na província espanhola de Burgos.

Cápsula do tempo

O documento de duas páginas, preenchidas em frente e verso, foi encontrado quando os trabalhadores da empresa Da Vinci Restauro removeram um pedaço de tecido usado para cobrir as partes de Cristo, o que expôs uma pequena lacuna.

O historiador local Efren Arroyo afirmou ao portal New York Post que a descoberta é incrível e única, pois não é comum encontrarmos documentos manuscritos escondidos dentro de tais estátuas.

De acordo com especialistas, todas essas referências indicam que a intenção de Joaquin Minguez era fazer uma das primeiras cápsulas do tempo, ou seja, uma mensagem de fato deixada para futuras gerações a descobrirem.

fonte:[via][NYPost]

Anúncios

As nove cobras mais mortais do mundo

Algumas das cobras mais mortais do mundo são agressivas e rápidas para o ataque, enquanto outras carregam potente veneno, mas só mordem como um último recurso.

Aqui está um olhar sobre as nove cobras mais mortais, criaturas temíveis por sua furtividade, bem como seu veneno.


9. Mamba Negra (Dendroaspis polylepis)

Região: África Oriental e Central
Comprimento médio: 7 a 9 pés (2 a 3 metros)

O veneno da mamba negra pode matar um ser humano entre o período de 30 minutos a duas horas, se a vítima não for tratada com uma injeção anti-veneno. Os primeiros sintomas incluem sonolência, problemas neurológicos, paralisia e dificuldade para respirar.

Esta serpente é agressiva e veloz. Ela habita em árvores e arbustos. A mamba negra não é realmente preta. Ela varia entre cor de oliva e marrom.

8. Terciopelo (Bothrops asper)

Região: Sul e leste do México, América Central, norte da Colômbia e Equador
Comprimento médio: 4.5 a 6 pés (1 a 2 metros)

O veneno da Terciopelo ataca o sangue, causando coágulos que são mortais. Tem muitos nomes, variando de região para região, incluindo barba amarilla, macagua, barba amarela, queixo amarelo, e fer-de-lance.

Os filhotes crescem dentro do corpo da fêmea, e uma única serpente pode parir até 100 filhotes.


7. Boomslang (Dispholidus typus)

Região: África do Sul e Central
Comprimento médio: 4 a 5 pés (1,2 a 1,5 metro)

Essa cobra mimetiza um galho de árvore quando caça, estendendo-se, quase imóvel, de uma árvore. A Boomslang é um raro exemplo de uma cobra cujos dentes se encontram na parte posterior do maxilar superior, que pode matar humanos, já que cobras com presas na parte traseira da boca geralmente inoculam pequenas quantidades de veneno lentamente.

A Boomslang normalmente só morde se manipulada. Ela habita em uma variedade de ecossistemas, embora tenda para áreas úmidas em vez de regiões desérticas, vivendo em arbustos baixos e árvores pequenas. Sua longevidade é de cerca de oito anos.

6. Serpente Tigre Oriental (Notechis scutatus)

Região: Partes do sul e leste da Austrália
Comprimento médio: 3 a 6 pés (1 a 1,8 metro)

O veneno da serpente tigre oriental é neurotóxico, atacando o sistema nervoso central. Ela também causa danos musculares e provoca coágulos sanguíneos. Desintegrando tecido muscular, pode levar à insuficiência renal.

Ela só vai morder como um último recurso. Quando sob pressão, ela primeiro vai achatar o pescoço e levantar a cabeça para intimidar seu adversário. Então blefará um ataque, silvando ou latindo ao mesmo tempo.

A serpente tigre é mais comum na Tasmânia, Austrália. Até 26 serpentes jovens foram encontradas hibernando no mesmo lugar. A serpente tigre é propensa a vagar; ela geralmente não vai ficar no mesmo lugar por mais de 15 dias.


5. Víbora Serrilhada (Echis carinatus)

Região: Sudoeste e Centro da Asia, da India, através do Afeganistão e até o leste do Irã.
Comprimento médio: 1 a 2 pés (0,4 a 0,6 metro)

Esta cobra é muito agressiva, o que significa que muitas vezes morde. Apesar de seu veneno matar menos do que 10 por cento das vítimas não tratadas, acredita- se que tenha matado mais humanos do que qualquer outra cobra do mundo, porque ela morde com tanta frequência.

4 . Banded Krait (Bungarus fasciatus)

Região: Sudeste da Ásia, da Indonésia até o sul da China e até leste da Índia
Comprimento médio: 5,5 pés (1,6 metro)

O veneno da Banded Krait induz paralisia, atacando o sistema nervoso central. Ela foi chamada de “cobra de cinco passos ” durante a Guerra do Vietnã, porque se disse que uma pessoa iria morrer dentro de cinco passos depois de ser mordido. Na verdade, pode levar oito horas ou mais para que o veneno mate.

Uma banded krait do tamanho de um lápis matou o pesquisador de cobras Joe Slowinski na Birmânia em 2001.

Esta serpente prefere lugares úmidos, campo aberto, pastagens, plantações ou selvas baixas esparsas.

3. Cobra Real (Ophiophagus hannah )

Região: Leste e Sudeste da Ásia
Comprimento médio: 10 pés (3 metros)

A cobra real é a maior cobra venenosa do mundo, crescendo até 18,5 pés (5,6 metros) de comprimento e até um peso de 45 quilos. Ela pode injetar sua presa com grandes quantidades de veneno, que podem matar um ser humano dentro de meia hora. Os sintomas iniciais são principalmente neurológicos.

Esta serpente é um boa nadadora e pode ser encontrada principalmente perto de lagos e riachos. É ativa durante o dia e passa a maior parte de seu tempo na terra, embora passe algum tempo em árvores, água e arbustos.

2. Taipan Costeira (Oxyuranus scutellatus)

Região: Norte da Austrália, sul da Papua Nova Guiné, e sul da Indonésia
Comprimento médio: 6,5 pés (2 metros)

A mordida dessa cobra é letal em mais de 80 por cento dos casos, e seu veneno pode matar uma vítima humana dentro de meia hora. A vítima primeiro experimenta sonolência, visão turva, convulsões e dificuldade para respirar.

1. Taipan Ocidental ou Inland (Oxyuranus microlepidotus)

Região: Interior da Austrália
Comprimento médio: 6 pés (1,8 metros)

O veneno em uma picada dessa cobra é suficiente para matar 100 homens adultos ou mais de 200.000 camundongos. Também chamada de “cobra feroz”, a Inland Taipan é a cobra mais venenosa do mundo. Felizmente, os casos de humanos serem mordidos pela cobra são raros, e os tratamentos anti-veneno têm sido bem sucedidos na maioria dos casos.

fonte:via

Conheça 29 paisagens surreais que parecem de outro mundo

Não é preciso embarcar em um foguete para conhecer paisagens surreais. O nosso próprio planeta é recheado de formações inacreditáveis e surpreendentes.

Por exemplo:

1 – Las Salinas de Torrevieja


Perto da cidade de Torrevieja, na Espanha, encontram-se dois lagos salgados e rosados, chamados Las Salinas de Torrevieja. A causa provável desta cor são algas que liberam um pigmento vermelho sob certas condições.

2 – Cratera de Darvaz


Esta cratera, apelidada de “porta para o inferno”, fica no Turcomenistão. Suas chamas queimam incessantemente desde 1971, quando foi acidentalmente explorado por geólogos.

3 – Termas de Hierapolis e Pamukkale


Na província de Denizli, no oeste da Turquia, termas naturais se estendem pelas cidades de Hierapolis e Pamukkale, datando do século II aC. Formadas por calcite na água, as fontes parecem nuvens brancas deslumbrantes.

4 – Waiotapu Thermal Wonderland


O Waiotapu Thermal Wonderland, na Nova Zelândia, é um local esculpido por milhares de anos de atividade vulcânica. Considerada a atração geotérmica mais colorida e diversificada do país, possui piscinas de lama borbulhantes, terraços minerais e gêiseres.

 

5 – Lago Natron


O Lago Natron, da Tanzânia, é conhecido por sua tonalidade vermelha profunda. Sua cor rica vem de algas e organismos que amam sal, e atrai milhões de visitantes flamingos de junho a novembro.

6 – Encontro de Ródano e Arve


Em Genebra, os viajantes podem testemunhar a vista majestosa de dois rios colidindo um com o outro. A fonte do rio Ródano é a geleira do Ródano, enquanto o rio Arve é alimentado por geleiras do vale de Chamonix. Quando se encontram, os rios criam uma visão impressionante.

7 – Depressão de Danakil


A Depressão de Danakil, no nordeste da Etiópia, é um dos lugares mais interessantes do planeta, com temperaturas atingindo até 62 graus Celsius. Com dois vulcões ativos, um lago de lava borbulhante, gêiseres, lagoas ácidas e vários depósitos minerais, o local parece algo de outro planeta.

8 – Terraços de arroz de Yunnan


Os terraços de arroz da província chinesa de Yunnan são esculpidos em belas encostas. Diferentes tipos de vegetação emprestam a paisagem seus tons alternados.

9 – Antelope Canyon


O Antelope Canyon, localizado no estado americano do Arizona, é o cânion mais fotografado dos EUA. Os viajantes gostam de registrar a obra-prima de cores enquanto admiram sua textura lisa e ondulada.

10 – Parque Nacional de Göreme


O Parque Nacional de Göreme e os Sítios Ruprestres da Capadócia são paisagens vulcânicas criadas inteiramente por erosão. Isso inclui pináculos apelidados de “chaminés de fadas”, que podem ser vistas em toda esta região da Turquia. Enquanto isso, o Vale da Capadócia é o lar de cavernas de mil anos que ainda podem ser visitadas hoje.

11 – Lago Crescente


O “Lago Crescente” (“Yueyaquan”, em chinês) é uma fonte de água doce na forma de meia lua que fica no deserto de Gobi. Acredita-se que o oásis exista há cerca de 2.000 anos (embora seus níveis de água tenham diminuído), e suas atrações incluem atividades como deslizar nas dunas e andar de camelo.

12 – Lençóis Maranhenses


À primeira vista, as dunas de Lençóis Maranhenses, no nordeste do Brasil, parecem bastante regulares, mas os vales na verdade podem ficar cheios de água, pois as terras baixas geralmente inundam durante a estação úmida. Até peixes vivem nessas piscinas naturais.

13 – Grand Prismatic Spring


Grand Prismatic Spring é uma fonte termal natural americana, localizada no Parque Nacional Yellowstone, em Wyoming. A maior dos EUA, fascina por suas cores deslumbrantes que mudam de tons alaranjados e vermelhos no verão para tons verdes no inverno.

14 – Grand Prismatic Spring


Whitehaven Beach, na Ilha de Whitsunday, na Austrália, é uma enseada na qual a maré desloca a areia branca e a água turquesa ao mesmo tempo, criando uma combinação de tirar o fôlego.

15 – Salar de Uyuni


Durante a estação das chuvas, o Salar de Uyuni, na Bolívia, fica coberto por uma fina camada de água, criando reflexões surreais do céu.

16 – Zao Onsen


Visite a estação termal e de esqui de Zao Onsen, localizada nas montanhas de Yamagata, no Japão, e você verá “árvores de gelo” – árvores que acumulam grandes quantidades de neve e assumem formas fascinantes.

17 – Salinas Grandes


Salinas Grandes é um enorme deserto de sal na Argentina. O campo se estende por 3.700 quilômetros quadrados e inclui piscinas de água salgada.

18 – Ta Prohm


O templo de Ta Prohm, localizado em Angkor, no Camboja, é uma visão incrivelmente fascinante, já que grandes raízes de árvores dominam o solo e a estrutura, crescendo lateralmente ao longo de suas paredes.

19 – Namib Sand Sea


O Namib Sand Sea, localizado na Namíbia, é um deserto costeiro. Os campos de dunas geralmente são cobertos por nevoeiro, criando um ambiente único para uma variedade de vida selvagem.

20 – Kelimutu


O vulcão Kelimutu na ilha de Flores, na Indonésia, é o lar de três lagos coloridos que variam de turquesa a um verde vivo. Os lagos são incrivelmente densos, aumentando a aparência impressionante de suas cores, provavelmente causadas pela dissolução de minerais.

21 – The Wave


A Onda (“The Wave”) é uma formação rochosa de arenito localizada no Paria Canyon-Vermillon Cliffs Wilderness, perto da fronteira dos estados americanos de Arizona e Utah. É conhecida por suas formações coloridas e únicas e pela difícil caminhada necessária para alcançá-las. Além disso, o local só pode ser visitado com uma autorização.

22 – Caño Cristales


O rio Caño Cristales, da Colômbia, é coberto por plantas aquáticas que assumem tons de vermelho, azul, amarelo, laranja e verde sob diferentes condições climáticas. Durante grande parte do ano parece um rio qualquer, mas de junho a dezembro, vira um arco-íris líquido de tirar o fôlego.

23 – Parque Nacional Bryce Canyon


Localizado em Utah, o Parque Nacional Bryce Canyon é o lar mais abundante de estruturas geológicas de cores vivas formadas por erosão, curiosamente chamadas de hoodoos.

24 – White Sands National Monument


O White Sands National Monument, no Novo México (EUA), é o lar da maior duna de gesso do mundo. Com cerca de 442 quilômetros quadrados de dunas brancas, a área parece estar coberta de neve.

25 – Olho do Saara


A Estrutura Richat, também conhecida como o Olho do Saara, fica no meio do deserto do Saara. Com um diâmetro que abrange quase 48 quilômetros, pensa-se que é resultado de erosão.

26 – Parque Nacional dos Lagos Plitvice


O Parque Nacional dos Lagos Plitvice, na Croácia, é um dos mais antigos do sudeste da Europa e o maior da Croácia, com 16 lagos interligados entre a Montanha Mala Kapela e a Montanha Plješivica. Os lagos estão rodeados por exuberantes florestas e cachoeiras, cujas águas criam barragens naturais.

27 – Fly Geyser


O Fly Geyser, do estado americano de Nevada, foi criado através de perfuração de poços acidentais em 1916. Na década de 1960, a água começou a escapar do buraco, criando o gêiser conhecido por suas deslumbrantes cores.

28 – Cavernas de Kamchatka


As cavernas de gelo de Kamchatka, na Rússia, possuem formações deslumbrantes e tons púrpuras, azuis, verdes e amarelos, que surgem quando a luz solar atravessa seu gelo glacial.

29 – Dead Vlei


O Dead Vlei (“pântano morto”), da Namíbia, fica rodeado por algumas das dunas de areia mais altas do mundo e pontilhado por árvores mortas com mais de 900 anos.fonte:[via] [ScienceAlert]

Essas ovelhas são Valaise Blacknose,conhecida como nariz preto

Estas são as ovelhas Valaise Blacknose, que é criada principalmente para extração de lã, nas montanhas da Suíça. Originalmente, este tipo de ovelha veio da região de Valais do país.

Recentemente, estas ovelhas ficaram famosas na internet pelo rosto peculiar com pelagem preta, sendo que o resto do corpo é branco – daí o nome “nariz preto”. Enquanto alguns dizem que estas são as ovelhas mais fofas do mundo (que têm até fãs-clubes pelo mundo), outros sentem agonia por não conseguir enxergar o rosto do animal.

valais-blacknose-8

valais-blacknose-6

 

valais-blacknose-3

valais-blacknose-2

valais-blacknose-1

valais-blacknose-14

valais-blacknose-13

valais-blacknose-12

valais-blacknose-11

valais-blacknose-9

fonte:[via] [Bored Panda]